conecte-se conosco


Política Nacional

Proposta parcela multa rescisória do FGTS em demissão de empregado aposentado

Publicado


Maryanna Oliveira/Câmara dos Deputados
Deputada Adriana Ventura está sentada falando ao microfone
A autora da proposta, deputada Adriana Ventura

O Projeto de Lei 4960/20 permite que o empregador pague em até seis vezes a multa rescisória do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para empregado já aposentado que se desligar do trabalho de comum acordo. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

A proposta é da deputada Adriana Ventura (Novo-SP) e altera da Lei do FGTS. A lei prevê que em caso de demissão sem justa causa o empregador depositará na conta do FGTS do trabalhador o equivalente a 40% dos depósitos efetuados durante o período que ele permaneceu no emprego.

Ventura explica que é comum que empregados aposentados continuem no emprego, garantindo assim duas fontes de renda. Nesses casos, o saldo do FGTS, que servirá de base para o pagamento da multa rescisória, costuma ser elevado. Para o empregador isso significa um ônus pesado em caso de demissão.

“Faz sentido, assim, permitir que o empregador possa parcelar essas multas em até seis vezes, facilitando assim o entendimento entre as partes e o desligamento desejado pelo empregado”, disse.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Janary Júnior
Edição – Natalia Doederlein

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política Nacional

Conectividade no ensino é tema de debate hoje

Publicado


Divulgação/Prefeitura de Uberaba-MG
Educação - geral - internet universalização computadores digital teleaulas ensino a distância alunos estudantes Fust redes informática
Reunião discutirá a importância da conectividade no ensino híbrido em 2021

A Câmara dos Deputados promove hoje, às 10 horas, debate sobre a importância da conectividade no ensino híbrido em 2021. A audiência será coordenada pela deputada Tabata Amaral (PDT-SP).

O debate poderá ser acompanhado ao vivo pela internet.

Foram convidados para a reunião:
– a diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais (Ceipe) da Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (Ebape/FGV), Cláudia Costin;
– o secretário da Educação de Pernambuco, Frederico Amâncio;
– a secretária da Educação de Manaus (AM), Kátia Schweickardt;
– a diretora-presidente do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (Cieb), Lúcia Dellangello.

Nesta semana, especialistas ouvidos por deputados disseram que a universalização do acesso à internet para escolas, professores e alunos é essencial para enfrentar o ano letivo de 2021, que terá continuidade do ensino híbrido por conta da pandemia do coronavírus e precisará recuperar conteúdos que foram prejudicados em 2020.

Da Redação – ND

Continue lendo

Política Nacional

Comissão que acompanha a investigação do assassinato de João Alberto define roteiro de trabalho

Publicado


Paulo Pinto/FotosPublicas
Pessoas reunidas em uma rua de São Paulo protestam contra o assassinato de João Alberto em Porto Alegre
Manifestação em São Paulo contra o assassinato de João Alberto

A comissão externa da Câmara dos Deputados que acompanha a investigação da morte de João Alberto Silveira Freitas, espancado até a morte por seguranças em uma loja do supermercado Carrefour, em Porto Alegre, reúne-se nesta manhã para definir seu roteiro de trabalho.

O colegiado é coordenado pelo deputado Damião Feliciano (PDT-PB), que propôs a sua criação no último dia 20, um dia depois do assassinato.

Integram a comissão, além de Feliciano: Benedita da Silva (PT-RJ), Bira do Pindaré (PSB-MA), Silvia Cristina (PDT-RO), Áurea Carolina (Psol-MG) e Orlando Silva (PCdoB-SP).

“A violência contra pessoas negras, a repetição de casos brutais como o de João Alberto, não podem passar despercebidos pela sociedade, pelas autoridades e pelos políticos brasileiros”, disse o deputado.

A reunião será realizada por meio de videoconferência a partir das 10 horas e será restrita aos parlamentares.

Da Redação – ND

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana