conecte-se conosco


Política Nacional

Projeto prioriza profissionais da imprensa e da educação em campanhas de vacinação

Publicado


.
Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Audiência Pública - Tema: As consequências da exploração mineral em terras indígenas. Dep. Helder Salomão (PT - ES)
Helder Salomão: ainda que se estabeleça isolamento social, esses profissionais continuam em atividade

O Projeto de Lei 2796/20 altera o Programa Nacional de Imunizações para incluir profissionais da imprensa e da educação entre os grupos prioritários em campanhas de vacinação. O texto está sendo analisado pela Câmara dos Deputados.

“Com a crise sanitária do coronavírus, ficou evidente que alguns profissionais são essenciais”, observou o autor, deputado Helder Salomão (PT-ES). “Ainda que se estabeleça isolamento social, esses profissionais continuam em atividade e se arriscando a contrair diversas enfermidades”, acrescentou.

A legislação atual atribui ao Ministério da Saúde a competência para elaborar o Programa Nacional de Imunizações. De acordo com a lei, o ministério deverá definir quais vacinações serão obrigatórias e quais serão praticadas de modo sistemático e gratuito pelos órgãos e entidades públicas.

“Ainda que o Ministério da Saúde elenque grupos e profissões prioritários a serem imunizados, defendemos consolidar em lei que algumas carreiras estão mais expostas que outras e, desta forma, devem ser priorizadas nas campanhas de imunização”, justifica Salomão.

O projeto exige que, além de profissionais de saúde, agentes comunitários de saúde e de combate às endemias, as vacinações obrigatórias priorizem também profissionais da imprensa e trabalhadores da educação, que deverão fazer parte da primeira fase de imunização. Segundo o texto, a prioridade também deverá valer para ações de testagem, prevenção, combate e controle de epidemias, inclusive na fase de testes de medicamentos e vacinas.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei.

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Rachel Librelon

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política Nacional

Michelle Bolsonaro testa negativo para coronavírus após marido contrair doença

Publicado


source
michelle bolsonaro de máscara
Marcos Corrêa/PR

Primeira-dama Michelle Bolsonaro comemorou resultado negativo em teste para o novo coronavírus

A primeira-dama Michelle Bolsonaro anunciou na manhã deste sábado (11) em rede social que o teste dela e de suas filhas deu resultado negativo para o novo coronavírus (Sars-Cov-2), após Jair Bolsonaro testar positivo .

“Minhas filhas e eu testamos negativo para Covid-19. Agradeço as orações”, comemorou Michelle Bolsonaro no Instagram.

Além de seu marido, o presidente Jair Bolsonaro , mais pessoas próximas à primeira-dama também testaram positivo para o novo coronavírus. Sua avó está internada e entubada em hospital público de Brasília com quadro grave , enquanto sua irmã testou positivo, mas não há atualizações sobre seu estado de saúde.

Jair Bolsonaro diz estar bem e tomando cloroquina , remédio cuja eficácia contra a Covid-19 não é comprovada cientificamente . A Organização Mundial da Saúde (OMS), inclusive, suspendeu os testes . O presidente, árduo defensor da cloroquina, monitora possíveis efeitos colaterais do remédio duas vezes por dia.

Continue lendo

Política Nacional

Governo zera imposto de medicamento para atrofia muscular espinhal

Publicado


.

O presidente Jair Bolsonaro informou hoje (11), por meio de redes sociais, que medicamento para atrofia muscular espinhal terá a alíquota do Imposto de Importação zerada.

Bolsonaro, no entanto, não detalhou o nome da medicação ao qual se referia.

“O governo zera Imposto de Importação de medicamento para Atrofia Muscular Espinhal, que paralisa até o corpo todo. A medida beneficia crianças de até 2 anos portadoras da doença. A desoneração do medicamento, um dos mais caros do mundo, trará nova esperança às crianças portadoras”, diz a mensagem postada pelo presidente no Twitter.

Seundo o Ministério da Saúde, a atrofia muscular espinhal (AME) é uma doença rara, degenerativa, passada de pais para filhos e que interfere na capacidade do corpo de produzir uma proteína essencial para a sobrevivência dos neurônios motores, responsáveis pelos gestos voluntários vitais simples do corpo, como respirar, engolir e se mover.

Varia do tipo 0 (antes do nascimento) ao 4 (segunda ou terceira década de vida), dependendo do grau de comprometimento dos músculos e da idade em que surgem os primeiros sintomas. 

Até o momento, não há cura para a doença.

Edição: Nádia Franco

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana