conecte-se conosco


Várzea Grande

Projeto “Magia do Natal” distribuiu brinquedos para crianças que são atendidas no PSF do Unipark

Publicado

A unidade de atendimento do Programa de Saúde da Família (PSF) do Unipark, em Várzea Grande, teve uma programação diferente na manhã de hoje (20). Ao invés de consultas médicas, palestras sobre saúde preventiva e dispensação de medicamentos, houve distribuição de presentes, entretenimento e muitas brincadeiras. O projeto ‘Magia de Natal’, levou o encanto da data mais esperada do ano para dentro da unidade de saúde. Toda a família ganhou presente. A ação é a terceira que vem sendo promovida anualmente pela prefeitura de Várzea Grande, por meio de iniciativa da Administração Regional do Cristo Rei. Mais de 1.200 brinquedos foram entregues e centenas de roupas, inclusive muitas ainda com etiqueta de loja, doadas à população presente.

Antes das 8h da manhã, uma grande fila, com pais, mães e crianças se formava na área externa da unidade. Toda a equipe do PSF, inclusive os agentes comunitários de saúde, se transformou em ajudante de Papai Noel, auxiliando na organização das filas e na distribuição dos presentes. Pipoca e algodão doce fizeram parte da festa.

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Sacre de Campos, participou da ação e pessoalmente entregou brinquedos e junto com as crianças, assistiu ao teatro de fantoches da Guarda Municipal. “Essa unidade é referência para inúmeros bairros aqui do grande Cristo Rei e sabemos da necessidade de atenção que essa população demanda. Muitos investimentos em infraestrutura já foram realizados aqui, como o PAC que trouxe água, rede de esgoto, drenagem e asfalto para bairros inteiros. No entanto, sabemos que atenção como essa, de vir aqui, proporcionar uma manhã festiva e aproximar a comunidade da prefeitura é uma oportunidade de conhecer ainda mais a rotina e os pleitos de cada região”.

Carol Hazama, esposa do vice-prefeito José Hazama, idealizou e coordena a execução do projeto no Grande Cristo Rei. “É um trabalho que chega em 2019 a sua terceira edição e cada ano foi crescendo mais. Nos dois primeiros anos fizemos dentro da policlínica do Parque do Lago, mas a adesão de parceiros, servidores municipais e de lideranças comunitárias, só que aumenta essa corrente do bem que traz um pouco de alegria à população. As crianças podem brincar, ganham presentes e os pais e responsáveis podem ir até o bazar e escolher peças de roupas de forma totalmente gratuita”, explica.

Ainda conforme Carol, o projeto ‘Magia de Natal’ recebeu muitas doações de empresários do grande Cristo Rei. “Entre as peças de vestuário que estão sendo doadas existem dezenas de calças com etiqueta, que saíram das lojas, e estão sendo presente para muitas famílias”.

A aposentada Marcelina Vicenzia Costa, morada do bairro Engordador, foi a pé a unidade, uma caminhada de cerca de meia hora e disse sorrindo que valeu à pena. “Meus netos estão na fila para ganhar presentes e eu consegui aqui calças jeans para meu filho mais novo. Ele estava precisando”.

Luciane Nunes, moradora do Unipark, disse que foi avisada pela agente de saúde que cuida do seu bairro sobre a ação de hoje. “Vim cedinho com as crianças. Eu não tenho como comprar presente para meus quatro filhos e o que ganharmos aqui será nosso presente de Natal”.

O secretário de Saúde, Diógenes Marcondes, destacou durante a ação que o PSF do Unipark tem um papel estratégico no atendimento de saúde da população do Grande Cristo Rei, especialmente, no aspecto preventivo para crianças e idosos. “Essa unidade, por exemplo, atende a cerca de 10 bairros que estão afastados da região mais central do Cristo Rei. A maior parte da população local demanda atenção e tem este espaço como referência quando necessitam de uma primeiro atendimento de saúde. Poder trazer todos aqui para este espaço em um momento festivo, só fortalece a relação de confiança e amizade entre os profissionais daqui junto às famílias”.

O PSF do Unipark abrange, além do bairro de mesmo nome, o Santa Clara, o Vila Rica, o Santa Luzia, o Vila São João, o jardim das Oliveiras, o Alto do Boa Vista, o Dom Diego, O Ipanema e o Engordador.

Todas as crianças que recebiam presente iam assistir ao teatro de fantoches da Guarda Municipal. Os agentes, de forma bastante criativa e lúdica, conseguem criar estórias, em que passam mensagens importantes sobre o comportamento no trânsito, conservação da escola, contribuir com a limpeza urbana e combate às drogas. Considerando a população local dessa manhã, numa das narrativas, as agentes deixaram bem claro, por exemplo, que criança só pode andar de moto a partir dos sete anos de idade, desde que esteja com capacete adequado.

“As crianças ficam atentas e compreendem muito bem a mensagem transmitida e ainda dão muitas risadas. Isso que é o mais legal de tudo  aprendem brincando, de forma descontraída, mas absorvendo o conteúdo e multiplicando isso dentro de casa”, pontuou Carol Hazama.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Saúde apresenta em Audiência Pública fechamento financeiro do ano de 2019

Publicado

A Secretaria de Saúde de Várzea Grande promove no próximo dia 27, a partir das 9h, no plenário da Câmara Municipal de Várzea Grande, Audiência Pública para apresentação do Relatório de Gestão de Saúde do 3º quadrimestre de 2019. Nesse demonstrativo estarão expostos os investimentos, despesas e aplicações realizadas na Rede durante todo exercício fiscal do ano passado.

A Audiência segue os ditames legais do artigo 36 da Lei Complementar nº 141/2012, que oportuniza a prestação de contas de recursos recebidos e gerenciados pela Secretaria. O segundo quadrimestre vai apresentar as ações empreendidas entre os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro em todos os níveis de atendimento da Saúde Pública Municipal.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Diógenes Marcondes, as audiências, mais do que um rito legal, permitem que a secretaria de Saúde se aproxime e se apresente à comunidade. “Podemos mostrar nosso trabalho, explicar um pouco do funcionamento dos setores e de nossa Rede de serviços e prestar conta dos valores investidos em saúde no município”, destacou o titular da pasta. Ainda como pontuou, ficam claros todos os caminhos percorridos pelo poder público para prestar serviço de saúde à comunidade, os desafios, as oportunidades, dificuldades e especialmente, as conquistas.

Marcondes pontua ainda que o Relatório quadrimestral está aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde, cujos dados foram apresentados durante reunião realizada na manhã de ontem (13). “Esse demonstrativo é uma ferramenta de acompanhamento da gestão das Pastas no Município. Um dos objetivos é ajudar no planejamento, acompanhamento e redirecionamento dos planos de trabalho das administrações municipais. O documento ainda serve para comprovar a aplicação dos recursos e sua correta destinação”.

O secretário destaca que ao longo dos últimos cinco anos a evolução na oferta, o reforço no atendimento na rede pública de saúde de Várzea Grande podem ser contabilizados e percebidos, também em números. “São investimentos contínuos em obras físicas, aquisição de equipamentos, medicamentos, materiais e em pessoal, abertura de novos serviços, que fortaleceram a Rede SUS de Várzea Grande. Tudo isso tem melhorado paulatinamente os índices que aferem a qualidade dos serviços prestados. Mesmo com tantos números que comprovam nosso compromisso com a saúde, há desafio. Esse desafio é encontrar o ponto de equilíbrio entre a busca da sociedade e a oferta do SUS municipal. É uma tarefa difícil, mas estamos respondendo às demandas”, frisou o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Várzea Grande

Saúde investe na Rede de Frio e muda estratégia de vacinação em Várzea Grande

Publicado

A Secretaria de Saúde inicia a nova fase da campanha nacional de vacinação contra o sarampo. Crianças e jovens de 5 a 19 anos devem tomar a vacina contra esse vírus que iniciou em 10 de fevereiro de 2020. A 1ª etapa da Campanha Nacional contra o Sarampo se estende até o dia 13 de março de 2020. Já a 2ª etapa será realizada no mês de agosto tendo como público alvo na faixa etária de 30 a 59 anos. Com o tema "Mais proteção para a sua família", a campanha visa sensibilizar pais e responsáveis sobre os riscos de não vacinar os filhos. O alerta é para reforçar que o sarampo é uma doença grave e que pode matar.

Segundo o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes a Campanha tem por finalidade a atualização do cartão vacinal contra o sarampo, portanto o grupo etário que ainda não foi imunizado com a Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola), será vacinado. Em relação a essa Campanha as Unidades de Saúde estão intensificando ações de imunização, em cada unidade se elaborou plano de ação focado no público alvo, ressaltando que o estoque do imunobiológico é suficiente para atender toda demanda da população.

“A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) criou um plano estratégico de intensificação da vacinação contra o sarampo na cidade. A estratégia possui frente de atuação com a realização de uma campanha para verificar a situação vacinal in loco de cada comunidade, e o aumento das ações para atingir a faixa etária recomendada para imunização, com isso, se exclui “Dia D” da campanha de vacinação contra o sarampo na cidade de Várzea Grande”, frisou o secretário.

A vacina está sendo realizada em todas as 19 unidades de saúde do município, que funcionam das segundas as sextas-feiras das 07h às 11h e das 13h as 17h, com o objetivo de atender toda a população de Várzea Grande.

“Vale ressaltar que a Tríplice Viral é realizada durante todo o ano na Atenção Primaria da Saúde de acordo com o Calendário Nacional de Imunização. Essa campanha se faz necessária devido ao grande número de casos de Sarampo no Brasil. O município não tem nenhum caso da doença, porém a imunização é para manter esta estatística positiva atual. Para receber a vacina é necessário estar portando cartão de vacina. O momento também é uma oportunidade para atualização do cartão de vacina,  para assim prevenir doenças que são imunopreviníveis e garantir a saúde, pois vacinar é um ato de amor”, explicou o secretário.

Rede de Frio: Integrando as políticas públicas da Vigilância em Saúde, a Secretaria de Saúde investiu na Rede de Frio Nível Central com acomodações modernas e sofisticadas das vacinas do município e  na aquisição de equipamento de ultima geração.

“Ao investir na compra de equipamentos modernos que vão proporcionar um controle maior dos imunobiológicos (vacinas), passando a ser acondicionados e monitorados com mais eficiência, a nova estrutura de Rede de Frio contempla todas as etapas do processo que vão desde o armazenamento, conservação, distribuição e transporte dos imunobiológicos até as unidades de saúde. O objetivo final da Rede de Frio é assegurar que todos os imunobiológicos  administrados mantenham suas características iniciais, a fim de conferir imunidade, haja vista que são produtos termolábeis, isto é, se deterioram depois de determinado tempo quando expostos a variações de temperaturas inadequadas à sua conservação. O calor acelera a inativação dos componentes imunogênicos. Nossos equipamentos contam com tecnologia de ponta de monitoramento e controle de temperatura,que garantem a qualidade da vacina,possuem alarmes audiovisuais que alertam para eventuais variações indesejadas de temperatura e também com bateria recarregável com capacidade de 48 horas a 72 horas de funcionamento, ou seja, na falta de energia tem capacidade de manutenção até o problema ser reestabelecido”, enfatizou Diógenes Marcondes, dizendo ainda o secretário que em  2019 o município fez a aquisição de conservadoras de vacinas que são equipamentos preconizados pelo Ministério da Saúde e se destinam ao armazenamento e conservação de grande quantidade de imunobiológicos.

“As medidas adotadas garantem a qualidade do armazenamento dos imunobiológicos dentro dos quesitos padronizados pelo Ministério da Saúde, que reforçou melhorias na garantia da qualidade de armazenamento  do imunobiológico, o qual passou a operar dentro dos parâmetros de temperatura recomendados pelo Ministério da Saúde; além de  melhoria na organização do processo de trabalho dentro das unidades de saúde com a padronização de todas as salas de vacina  do município”, sublinhou o secretário.

De acordo ainda com secretário, no âmbito estrutural da Rede de Frio Nível Central, a estrutura física e operacional receberam reformas em geral para armazenamento dos imunobiológicos e insumos, que são distribuídos para as salas de vacina do município. Considera-se que as mudanças estruturais realizadas representam avanço expressivo na área demandada que tem contribuído e garantido a qualidade das vacinas ofertadas à população.

A Rede do Frio de Nível Central conservadora possui aporte de aproximadamente 150 mil doses de vacinas. “Vale destacar que todos os profissionais que atuam nas salas de vacinas foram qualificados quanto ao manuseio dos equipamentos na garantia do uso adequado dos equipamentos”, afiançou Diógenes Marcondes.

A Rede de Frio está localizada na Secretaria Municipal de Saúde na Avenida da FEB e também nas 19 salas de vacinas (nível local) distribuídos por toda cidade.   Atualmente, o nível local funciona nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município.

Por: Cláudia Joséh – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana