conecte-se conosco


Cuiabá

Projeto incentiva a manifestação escrita das crianças com participação dos pais

Publicado

Uma atividade diferente reuniu pais e alunos no projeto “Garatujando com a Família”, na semana passada, no Centro Municipal de Educação infantil (CMEI) Engenheiro Oscar Amélito, no bairro Real Parque, (Região Sul da capital). A atividade marcou também as comemorações em torno da instituição Família, como parceira da unidade escolar.

A assessora pedagógica e coordenadora de Organização Curricular da Secretaria Municipal de Educação, Eliani Quinhone falou da atividade que faz parte do Projeto Garatuja, de valorização da cultura escrita e formação de leitores por meio do incentivo as várias formas de expressões e linguagens, que estão sendo implementados na Educação Infantil em Cuiabá, voltado para crianças de 0 a 5 anos.

“Se continuarmos apoiando e exercitando propostas de incentivo, sempre garatujando, lá na frente os nossos alunos não terão dificuldade na escrita porque estão construindo conhecimento”, destacou Eliane Quinhone.

O projeto Garatuja valoriza a escrita enquanto manifestação espontânea da  criança na educação infantil, e aproxima essa criança do lúdico. “A escrita está presente no cotidiano de todos nós, assim como no das crianças e, precisa ser algo prazeroso, dentro do que ela deseja escrever e saber. Isso é a base da escrita espontânea”, explicou a coordenadora.

Todas as ações do Garatuja tem razão de ser e existir. O projeto nasceu da experiência pedagógica desenvolvida no CMEI  Engenheiro Oscar Amélito, e já está presente em outras 65 unidades educacionais da rede municipal de Ensino de Cuiabá.

Nas atividades realizadas na semana passada no CMEI Engenheiro Oscar Amelito, toda a programação foi desenvolvida por alunos e professores. Depois de apresentações musicais, sobre o papel da mãe, do pai, da família, da escola e da comunidade, alunos e pais participaram da atividade chamada de “Garatujando”, que incentiva a manifestação espontânea, como escrita.

Vale qualquer palavra, explicou a coordenadora como o  nome dos pais, do brinquedo preferido, o nome do tio, dos avos, da rua, em fim qualquer palavra ou expressão, que exercite a escrita.

Nas unidades onde o projeto está sendo desenvolvido as atividades do “Garatuja”, são regulares. Além de iniciar os pequenos na alfabetização, a proposta disciplina a convivência dentro da unidade, estabelecendo  locais onde os alunos praticam a escrita. “Com o projeto, percebemos que as crianças pararam de escrever nas paredes da escola ou nas carteiras e agora sabem que esse espaço é o local de escrita, e também diminuiu alguns casos de indisciplina”, destacou Eliane Quinhone.

A diretora do CMEI Engenheiro Oscar Amelito também sentiu progresso no desenvolvimento dos alunos. “As crianças estão mais interessadas, chamando os pais para ver o que elas escreveram no caderno de atividades, ou no quadro negro. E, esse é o objetivo  final, que a criança tenha seu registro reconhecido na sua forma de escrever e, que a família se aproxime ainda mais da unidade escolar”, comentou a professora Adila Andrade.   

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Barreiras sanitárias começam trabalhos sem registro de casos suspeitos de Covid-19

Publicado


.

Começou às 8h desta quarta-feira (8) o trabalho das equipes da Vigilância Sanitária nas barreiras instaladas em quatro rodovias que dão acesso à Cuiabá, para aferir a temperatura corporal das pessoas que chegavam à cidade e realizar questionário junto àquelas que apresentavam sintomas da Covid-19. No início da manhã, o fluxo de veículos foi maior na rodovia estadual MT-251 (estrada para Chapada dos Guimarães) e também na BR-163/364 (saída para Rondonópolis). Somente nesta barreira sanitária, mais de 80 veículos, entre motocicletas, carros de passeio, vans, ônibus rodoviários e caminhões foram abordados. Até a manhã desta quarta-feira, não houve registro de condutores ou passageiros com febre e ninguém precisou ser encaminhado a unidade de saúde.

O diretor de Vigilância em Saúde de Cuiabá, Benedito Oscar Campos, explica que o objetivo das barreiras é orientar a população sobre os cuidados que devem tomar para evitar o contágio pelo novo coronavírus e também encaminhar aqueles que apresentarem sintomas da Covid-19 para a unidade de saúde mais próxima, para que seja feito o procedimento adequado, como atendimento médico e realização de exames.

“O intuito é detectar pessoas no início dos sintomas de Covid-19, para que sejam precocemente encaminhadas às unidades de saúde e, assim, evitar um agravamento dos sintomas, para que as pessoas não cheguem a precisar de uma internação, de uma UTI”, afirma Campos.

Conforme o diretor, a recepção das pessoas que foram abordadas nas barreiras foi positiva. “As pessoas estão demonstrando preocupação realmente e é muito boa essa orientação antes de chegar ao nosso município, para que as pessoas se conscientizem que a questão é séria e que esse vírus está realmente afetando e muito todo o estado de Mato Grosso, principalmente Cuiabá, que é a capital, é onde reside a maior parte da população do estado”, acrescenta Benedito Oscar.

Para o vaqueiro Gracilino Xavier, uma das pessoas atendidas na barreira sanitária, a medida adotada pela Prefeitura de Cuiabá foi aprovada. “Eu soube ontem desse serviço e, da minha parte, estou achando bom porque, às vezes, a gente mesmo não sabe pelo que está passando”, disse.

Além da aferição de temperatura e questionário junto aos condutores e passageiros, a equipe da Vigilância Sanitária também está fazendo a desinfecção dos pneus dos veículos com cloreto de benzalcônio, comumente utilizado na fabricação de detergentes, desengordurantes, com ação germicida e antisséptica. “É uma medida muito adotada nas barreiras fitossanitárias, na questão animal. E neste momento, nós estamos trabalhando isso também na questão da Covid-19”, explica o diretor da Vigilância em Saúde de Cuiabá.

As barreiras sanitárias ocorrerão na rodovia federal BR-163/363/070 (saída para Rondonópolis), na MT-040 (estrada para Santo Antônio do Leverger), na Rodovia Emanuel Pinheiro (MT-251, estrada para Chapada dos Guimarães) e na Rodovia Helder Cândia (MT-010, que liga Cuiabá ao Norte do estado). As intervenções ocorrerão até o próximo dia 14, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Para o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho, a realização das barreiras sanitárias demonstra o compromisso da gestão municipal em conter o avanço do novo coronavírus. “Desde o começo da pandemia a gestão Emanuel Pinheiro tem tomado uma série de medidas no sentido de minimizar o impacto da Covid-19 na vida dos cuiabanos. Neste momento, em que Cuiabá figura entre as cidades com risco muito alto de contaminação, estamos cumprindo a determinação do juiz José Luiz Leite Lindote, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública da Comarca de Várzea Grande que determinou a implantação de barreiras sanitárias com o objetivo de conter o avanço da infestação na capital. Importante ressaltar que a ação não tem um caráter punitivo, e sim de prevenção e orientação”, disse.

Após conclusos os trabalhos, haverá avaliação por parte do Comitê de Enfrentamento à Covid-19. “Vamos depender da avaliação com o um todo, inclusive do risco que está Cuiabá. Hoje está em grande risco, mas podemos baixar para outro patamar e aí não seria necessária a questão da barreira”, explica Divalmo Pereira Mendonça, gerente de Fiscalização da Vigilância Sanitária.

Continue lendo

Cuiabá

Mutirão da Limpeza é retomado com aplicação de medidas de biossegurança

Publicado


.

Considerado um dos principais programas da Prefeitura de Cuiabá na área de zeladoria, o Mutirão da Limpeza retomou suas atividades após um longo período de suspensão. Diante de um cenário de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o retorno acontece acompanhado de medidas de biossegurança, adotados pela Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb). 

Entre as providências aplicadas está, por exemplo, a entrega de kits de proteção aos operadores de limpeza pública, composto por máscara, luvas, e álcool. Além disso, os servidores que fazem parte do grupo de risco mais suscetível ao contágio da Covid-19 foram afastados, temporariamente, de suas funções. Outro ponto continuamente observado é o distanciamento minimo durante a execução dos trabalhos. 

“O programa estava suspenso desde março e precisava ser retomado. Cuiabá possui uma grande quantidade de bairros, que nem sempre é possível atender semanalmente. O Mutirão ajuda a suprir essa demanda, pois em apenas um dia realizamos diversos serviços no mesmo local. É claro que esse retorno precisava acontecer com segurança e nos preparamos para que fosse dessa forma”, explica o secretário da Limpurb, Anderson Matos. 

Conforme relatório da diretoria de Limpeza Pública, desde a volta, a ação de zeladoria já atendeu bairros como Campos Elísios, Santa Amália, Praeirinho, Grande Terceiro, Primeiro de março, Residencial Ana Maria, além do Morro do Condor, no Coophamil. Segundo o diretor Rinaldo Antônio, os encarregados de cada equipe são os responsáveis por sempre enfatizar aos trabalhadores a necessidade de seguir as medidas de biossegurança.

“A questão da proteção do servidor já era algo que cobrávamos na nossa rotina. Com a chegada da pandemia, intensificamos essa exigência. Todos os trabalhadores receberam a orientação sobre a Covid-19 dos nossos técnicos de segurança do trabalho. No entanto, durante o desempenho da função, é sempre preciso ter alguém que reforce isso. Essa é outra missão que os encarregados passaram a ter”, elucida Rinaldo. 

MUTIRÃO DA LIMPEZA

O Mutirão da Limpeza é um programa desenvolvido todos os sábados pela Prefeitura de Cuiabá. A cada edição, uma comunidade é beneficiada com os serviços de limpeza das ruas, pintura de meio-fio, roçagem, capinação, poda de árvores e manutenção da iluminação pública. Igualmente, também é efetuado a retirada de todos os bolsões de lixo encontrados nos bairros atendidos. 

A atividade é coordenada pela Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) e conta ainda com a participação dos caminhões do Cata-treco, pelo qual é possível o descarte de objetos sem utilidade, de maneira. A medida é fundamental para evitar que materiais como sofás, geladeiras, fogões, dentre outros, sejam jogados em locais inapropriados e formem novos bolsões de lixo. 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana