conecte-se conosco


Política MT

Projeto estimula empreendedorismo feminino em bairros de Rondonópolis

Publicado

Thiago Silva participa do curso em Rondonópolis

Foto: HENRIQUE COSTA PIMENTA BRAGA

“Esse projeto foi o pontapé inicial para organizarmos um grupo, uma cooperativa e oferecermos opções renda para nossa comunidade. Tudo graças ao deputado Thiago Silva, que trouxe esse grande estímulo para nossa comunidade”. As palavras a são do líder comunitário, Sivaldo da Silva Jorge, presidente dos bairros João de Barro I e II, Jardim HR e Pôr do Sol, sobre o projeto Flor do Cerrado.

A inciativa, do deputado estadual Thiago Silva (MDB), foi implantada no início de 2019, em Rondonópolis, e já beneficiou mais de 160 mulheres, com cursos gratuitos de crochê e pintura em tecido para mulheres de baixa renda.

De acordo com a organização do projeto, 90%,das alunas conseguem comercializar suas produções. Ceila Eliza Acunha está inserida nesta estatística. A trabalhadora autônoma está desempregada há 1 ano e não perdeu a oportunidade de qualificação. Nos últimos dias, tem trabalho dia e noite para atender a encomendas. “Estou muito feliz. A procura está muito grande. Isso representa dinheiro na minha casa, que faz toda diferença. Esse projeto foi o presente de Natal da minha família”.

Leia Também:  Deputado Dr. João José comemora edital de pavimentação da rodovia de Santo Afonso

O depoimento de Ceila vem de encontro ao principal objetivo do projeto que é oferecer oportunidade para mulheres, que segundo recente pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estão entre as mais afetadas pela crise econômica nacional. Hoje, conforme a pesquisa, 14% das mulheres estão sem oportunidade de trabalho.

“É importante oferecer meios para desenvolvimento de renda e trabalho para as mulheres. Hoje muitas são responsáveis pelo 'ganha-pão' dos lares. Fico muito feliz quando visito os polos do nosso projeto e tenho conhecimento que boa parte está conseguindo negociar sua produção e levar dinheiro para dentro de casa. Esse é um grande estímulo. Já estamos organizando, junto com a coordenação do Flor do Cerrado, a ampliação desse trabalho para outros bairros de Rondonópolis e municípios da região", informou o deputado.

De maio até outubro, além das comunidades citadas, o Flor do Cerrado atendeu os bairros Jardim Eldorado, Mirassol, Santa Fé, Copacabana, Vila Olinda, Ana Carla e Lúcia Maggi.

Fonte: ALMT
Leia Também:  “Fraudes no setor de combustíveis trazem prejuízos para o Estado e consumidor”, afirma Claudinei
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Política MT

Estado aguarda resultado das medidas fiscais para definir pagamento da RGA; números serão apresentados em abril

Publicado

Presidente do Sisma, Oscarlino Alves, que se reuniu durante a semana com membros do Governo de MT[F-Sisma/MT]

O Governo do Estado deverá se reunir em abril com representantes do Fórum Sindical, entidade que congrega os sindicatos que representam os servidores públicos do Estado, para mais uma rodada de negociações sobre o pagamento da Revisão Geral Anual (RGA),dos anos de 2018, 2019 e chegando a data base maio/2020.

Afirmação partiu do presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sisma-MT) e membro do Fórum Sindical, Oscarlino Alves, logo após reunião no Palácio Paiaguás com os secretários de Planejamento e Gestão, Basílio Bezerra, e da Casa Civil, Mauro Carvalho na terça-feira (21).

“O secretário Mauro [Carvalho] disse que o governo está trabalhando para pagar a RGA e irá analisar os impactos sobre a receita do Estado em função das medidas fiscais já tomadas frente as leis aprovadas em janeiro/2019 que criaram condicionantes para o pagamento da RGA”, disse

“Já ficou pré-agendado uma nova reunião para o início do mês de abril, onde o Governo deverá apresentar os números das finanças estaduais”, completou.

Leia Também:  Segurança deve receber R$ 14 bilhões nos próximos 4 anos; desse total, apenas 1% será para investimentos

Na reunião de terça-feira, o Governo do Estado sinalizou positivamente para o pagamento da RGA e também melhorar o andamento dos processos administrativos de progressão de carreira dos servidores. “Estamos trabalhando arduamente para pagar a RGA e as leis de carreira aprovadas em governos anteriores”, destacou o chefe da Casa Civil.

Continue lendo

Política MT

Em MT, 500 mil eleitores podem não conseguir votar na suplementar ao Senado; TRE prorroga prazo para biometria

Publicado


O número representa 20% do eleitorado mato-grossense; prazo é estendido para 21 de fevereiro

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Gilberto Giraldelli, revelou na última quarta-feira (22), que 500 mil eleitores mato-grossenses correm o risco de não poderem votar na eleição suplementar ao Senado que acontece no próximo dia 26 de abril, porque não realizaram o cadastro biométrico.

Por esse motivo, o prazo para que os eleitores possam fazer a biometria vai até o dia 21 de fevereiro. “Temos um número de 500 mil eleitores com títulos cassados. Talvez por estarem desacreditados, muitos não fizeram ainda o cadastramento eleitoral. Nós temos feito várias e várias campanhas aqui para chamar a atenção da população para a necessidade de vir fazer a sua regularização eleitoral”, afirmou.

Para regularizar o título, o eleitor deve acessar o site do TRE-MT e verificar os locais disponíveis na Justiça Eleitoral.

A realização da eleição em 26 de abril foi estabelecida após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinar que eleições suplementares ocorram no prazo de até 90 dias. A vaga foi aberta após a cassação da senadora Selma Arruda (Podemos) pelo TSE por abuso de poder econômico e uso de caixa 2 nas eleições de 2018.

Leia Também:  ALMT realiza primeira reunião da CPI da Energisa
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana