conecte-se conosco


Política MT

Programa Balaio Brasil volta à programação da Rádio Assembleia

Publicado


.

Foto: DIVULGAÇÃO / ASSESSORIA

Depois de sete meses, a irreverência e o repertório musical diversificado voltam a animar a programação matinal da Rádio Assembleia (89,5 FM). O programa Balaio Brasil retoma suas atividades na próxima segunda-feira (28), trazendo uma mistura de música, informação e divulgação cultural. Sob o comando dos radialistas Cleber Dias e Paulo de Tarso, a atração vai ao ar de segunda a sexta-feira, das 7h às 8h.

“Esse projeto é muito bacana porque, além de trazer referências musicais tão diferentes numa mesma programação, também é um espaço dedicado à divulgação cultural de Mato Grosso”, explica Cleber Dias. “É muito bom poder voltar com essa bagunça boa, onde nada é igual e tem de tudo um pouco”, completa o radialista, com entusiasmo.

De acordo com Cleber, as novas edições do Balaio estavam suspensas desde fevereiro deste ano, devido a uma cirurgia que o afastou das bancadas. Com a pandemia, o período fora do ar precisou ser estendido. 

Um dos destaques do programa é a diversidade musical. A responsabilidade pela pesquisa e escolha do repertório é do apresentador Paulo de Tarso. “Ele é o cara responsável por levar os ouvintes a uma viagem para algo novo, mas também para memórias e curiosidades do universo da música”, destaca Dias.

A novidade nesta nova etapa fica por conta do engajamento nas redes sociais. “O momento exige uma maior ocupação de outros espaços para aumentar a interação com os ouvintes e também o alcance para novos públicos”, defende. Cleber avalia que o rádio é um dos meios de comunicação mais dinâmicos e que mais dialoga com o interlocutor. “Essa troca e participação do público é a melhor parte do Rádio”.

Além da frequência FM, a programação pode ser acompanhada também pela internet no endereço: https://radio.al.mt.gov.br. Os ouvintes podem participar pelo WhatsApp, no telefone (65) 99689-8950, bem como pelas redes sociais (Instagram: @radioassembleia | Facebook: Rádio Assembleia Legislativa de Mato Grosso).

Projeto “Radialista por um Dia” – A nova temporada do Balaio Brasil também trará de volta o quadro “Radialista por um dia”. Uma vez por semana, um servidor da Assembleia Legislativa de Mato Grosso participa do programa, bate um papo com o Cleber Dias, conhece os estúdios e a rotina da emissora e apresenta um pouco do seu trabalho aos ouvintes. 

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Júlio Campos defende empregos e industrialização da região Oeste de Mato Grosso

Publicado

Júlio Campos (DEM), primeiro suplente de Nilson Leitão (PSDB), esteve nesta semana em Cáceres, em campanha pela chapa “Mato Grosso Por Inteiro”. Ele participou de encontros com lideranças regionais e recebeu o apoio da população cacerense, e destacou que o maior problema de Cáceres e das cidades vizinhas é a falta de empregos que impacta diretamente na renda da população.
“Nós temos que mudar a economia daqui. Municípios mais novos do que Cáceres cresceram mais, evoluíram, são mais ricos. A economia daqui não corresponde à realidade. Não adianta focar na infraestrutura e não trazer a indústria e o comércio para cá”. Uma das soluções, segundo ele, seria aprovar o projeto de criação do porto e a volta da navegação fluvial, que está, há anos, parado.
“Hoje, o produtor rural de Sapezal, de Comodoro, de Campos de Júlio, que estão logo aqui em cima, manda a produção para Rondônia, no porto de Porto Velho, gastando pelo menos mais 600 km. Se o nosso porto estivesse funcionando, todos esses produtos seriam canalizados aqui, indo para o exterior, para a Argentina, para o Uruguai, para o mundo todo”, disse.
Júlio Campos destaca que a hidrovia ainda não aconteceu por conta das tentativas do Partido dos Trabalhadores de impedir os avanços na região portuária. “O PT sempre está postergando o desenvolvimento. Eles querem que todo mundo viva de Bolsa Família. Lutamos há 20 anos contra as barreiras criadas por eles e só agora nós estamos reestruturando essa possibilidade. Não tem lógica ter indústria e o porto não estar funcionando. Eles não querem o progresso”, apontou.
O ex-governador destacou ainda que na administração pública, é preciso frequentar mais os municípios do interior mato-grossense. “Infelizmente o governo está muito concentrado em Cuiabá, em termos de diálogo político, e o interior se sente distanciado das decisões governamentais. Eles precisam interagir mais com os cidadãos, ouvir mais os nossos vereadores, os prefeitos do interior, as lideranças sociais e empresariais. Isso, com certeza, precisamos e vamos fazer”, concluiu.

 

Continue lendo

Política MT

Nova resolução mantém horário reduzido na Assembleia Legislativa por mais uma semana

Publicado

No período, as atividades continuarão das 7h às 13h, com o intuito de preservar o sistema central de ar-condicionado

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, em nova resolução administrativa, de número 061/2020, publicada nesta quinta-feira (29), prorrogou para o período de 3 a 13 de novembro o funcionamento do Parlamento em condição de horário especial, das 7h às 13h.

A medida vem sendo adotada pela Mesa Diretora desde o início do mês de outubro, em função do aquecimento do sistema central de ar-condicionado do Edifício Dante Martins de Oliveira, sede da ALMT, neste período de calor mais intenso. Esta é a terceira mudança neste sentido por conta da não redução da temperatura e a o rendimento do sistema de refrigeração trabalhar em sobrecarga sem proporcionar um rendimento satisfatório para um ambiente de trabalho confortável.

O parágrafo único do artigo 1º da resolução administrativa diz que o expediente da Supervisão de Qualidade de Vida, as perícias e a unidade de atendimento à Covid-19 permanecem inalterados. O artigo 2º mantém suspenso o atendimento presencial do público externo no Espaço Cidadania, que será regulamentado em resolução específica. E o artigo 3º autoriza “o desligamento dos equipamentos de refrigeração com a finalidade de preservação dos mesmos após o horário de encerramento do expediente”.

A decisão considera o risco de eventual perda dos equipamentos, comprometidos com o desgaste do tempo e a indisponibilidade de peças de reposição no mercado em decorrência do período de uso, “que teria como consequência a paralisação de todas as atividades na ALMT”, diz trecho do documento.

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana