conecte-se conosco


Entretenimento

Produtora vende versão de pôster da turnê cancelada pelos Dead Kennedys

Publicado


Pôster Dead Kennedys
Divulgação

Produtora segue vendendo pôster da turnê cancelada pelo Dead Kennedys


Em mais um capítulo da polêmica que resultou nocancelamento dos shows dos Dead Kennedys no Brasil , em maio, a produtora responsável por trazer a turnê se manifestou em sua página no Facebook nesta sexta-feira, após dias de silêncio. A banda punk optou pelo cancelamento alegando “questões de segurança”, após um pôster de divulgação causar controvérsia e “manifestações de ódio”. 

Leia também: Novo single de Madonna aborda política, ativismo e resistência na modernidade

No pôster dos Dead Kennedys
, uma família de palhaços armados vestindo camisas que lembram a da seleção brasileira se abraçam e sorriem, enquanto uma favela pega fogo ao fundo.

Como já havia dito em comunicado do dia 29/4, a produtora EV7 explica que, ao longo dos últimos dias, seguiu tentando contato com a banda punk
de várias maneiras, sem retorno.

Leia também: Som na caixa! Madonna, Shawn Mendes, Ludmilla, Logic e mais lançamentos musicais

Agora, os responsáveis pela empresa dizem que tentavam também chegar a um acordo para ressarcir os fãs
que já haviam comprado ingressos para os show (o do Circo Voador, no Rio, aconteceria em 23 de maio). Afirma ainda que a banda chegou a postar que enviaria o dinheiro arrecadado com a compra de ingressos para alguma instituição de caridade, sem dar detalhes nem satisfação para os fãs prejudicados.

A EV7 decidiu então vender camisas e pôsteres
com uma variação da arte (veja a imagem que abre este texto), sem citar o nome da banda diretamente e usando uma tarja “censurado”, para ressarcir os fãs com ingressos comprados.

Leia também: Chitãozinho e Xororó e Lauryn Hill agitam a agenda de shows em São Paulo

 Sobre o pôster original, a EV7 diz ainda que a banda aprovou o conteúdo – e chega a divulgar nos comentários da postagem o email em que East Bay Ray, líder dos Dead Kennedys, se comunica com o criador da arte, Cristiano Suarez, elogiando o trabalho: “Ótimo pôster!”, escreve ele.

Por fim, a produtora afirma que o pôster viralizou porque a banda o compartilhou em suas redes sociais (mas a postagem foi apagada).

No comunicado divulgado no dia 26/4 para anunciar o cancelamento, os Dead Kennedys
  responsabilizaram a empresa brasileira: “O promotor no Brasil realmente não soube como gerenciar as coisas da forma correta. Sem nos contatar sobre o assunto, ações estúpidas foram tomadas e que fizeram com que os pregadores de ódio se manifestassem por todos os lados. Mesmo assim, nós consideramos que o pôster ficou bem legal e concordamos com a idea; as consequências criaram uma situação bastante perigosa para nossos fãs que frequentam nossos shows. Nós nunca colocamos nosso público em risco, visto que isso não representa o que somos”.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Entretenimento

Jornalista da CNN dá show de homofobia ao falar sobre doação de sangue

Publicado


source

Leandro Narloch virou assunto por conta de um comentário dele durante a exibição do programa “Live CNN” desta quarta-feira (8). O comentarista afirmou ao vivo que a decisão do Supremo Tribunal Federal que libera homossexuais para doarem sangue é uma “mudança pequena” na sociedade e que “gays têm uma chance muito maior de ter Aids”. 


“A mudança na verdade é pequena, ela vai restringir mais a conduta, e não o tipo de pessoa, a opção sexual (sic) do indivíduo. Toda essa polêmica começou porque, não há dúvida disso, os gays, os homens gays, eles têm uma chance muito maior de ter Aids, né? Em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São Paulo eram portadores de HIV”, começou Narloch, sem citar a fonte da pesquisa em questão.

“Mesmo que esse número seja exagerado, e de fato ele parece mesmo exagerado, o fato é que é dezenas de vezes maior, maior a chance do que na população geral. A questão é que outros critérios para exclusão já restringem os gays que têm comportamento promíscuo, né?”, continuou Leandro, piorando mais ainda a situação.

Os apresentadores do programa, Marcela Rahal e Phelipe Siani, ficaram sem reação diante das frases ditas pelo comentarista. “Bom, é… A gente acabou de falar sobre essa mudança de protocolo. 2020 e só agora a gente teve retirado de fato esse impedimento de homossexuais fazendo doação de sangue”, falou Siani. “Gente!”, limitou-se a falar Marcela, mudando repentinamente de assunto.

Na internet, a fala do jornalista da CNN Brasil foi bastante criticada. “Rapaz, nunca ouvi tanta merda na minha vida. E olha que acompanho Bolsonaro desde 2013, mas essa supera todas as merdas que o presidente já disse”, disse um usuário do Twitter.


Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Entretenimento

Giulia Be lança clipe de sua música “Recaída”; confira

Publicado


source
Giulia Be
Reprodução/Instagram/@giuliabe

Giulia Be


Giulia Be, que é cantora, compositora e instrumentista , tem apenas 20 anos de idade, mas já está trilhando uma carreira brilhante. Nesta quarta-feira (8), ela lançou o clipe de seu single “Recaída”, que abre o seu EP de estreia “solta”.

O vídeo, dirigido por Fernando Moraes, tem participação do DJ e cantor Pedro Sampaio. Ele foi produzido e gravado na casa da própria artista, que mora no Rio de Janeiro, para contornar as restrições que pandemia do novo coronavírus trouxe.

“Dizem que a necessidade é a mãe da invenção, e pode ter certeza que fomos muito criativos na execução. O objetivo era fazer um vídeo, gravado dentro do meu box, parecer um clipe com acabamento incrível. Fiquei muito feliz com o resultado!”, diz Giulia à Folha.


O EP “solta” é composto por seis faixas, entre elas os hits de sucesso “menina solta” e “(não) era amor”. Nas plataformas digitais, Giulia já ultrapassou mais de 232 milhões de audições e 143 milhões de visualizações em seus clipes. Ela tem 4,4 milhões de seguidores no Spotify.

Fonte: IG GENTE

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana