conecte-se conosco


Tecnologia

Procura um celular de até R$ 1.000? Conheça 5 aparelhos e escolha o melhor

Publicado

Com tantas novidades sendo lançadas a cada semana – e o preço dos aparelhos aumentando na mesma velocidade -, parece impossível encontrar celulares que atendam as necessidades básicas de quem quer um smartphone razoavelmente tecnológico e que tenha um preço acessível.

Leia também: Leia também: Saiba como baixar fotos do Instagram


undefined
shutterstock

A procura por um celular de até R$ 1.000 que atenda suas necessidades nem sempre é fácil, mas é necessária para que o barato não saia caro

Mas, apesar das apostas em aparelhos top de linha, marcas como Samsung, Motorola, Asus e LG também possuem boas opções – leia-se “modelos de  celular de até R$ 1.000 ” – que não chegam a ser completamente básicas e podem satisfazer quem procura uma experiência que inclua câmeras interessantes, desempenho que não decepciona e bateria que não te deixa na mão antes de o dia terminar. 

Celular de até R$ 1.000: escolha o melhor

Pensando nisso, fizemos uma lista com os celulares mais novos das principais marcas, que representam o melhor custo benefício para quem busca a combinação “preço baixo e performance atraente” na hora de comprar um smartphone.

Moto G7 Play


Celular Moto G7 visto de frente e de costas
Divulgação/Motorola

O Moto G7 se destaca por fazer vídeos em 4K, mas perde pontos pela memória RAM de 2GB
  • Por que é bom? Quem disse que gravar vídeos em 4K é coisa de celular top de linha? O Moto G7 Play, da Motorola, te prova que é possível filmar com resolução Ultra HD sem precisar desembolsar muito. 

O modelo vem com todas as funcionalidades básicas, com câmeras que fazem boas fotos – suficiente para quem usa apenas para compartilhar nas redes sociais, por exemplo -, bateria aceitável e um design compacto.

  • O que devo considerar? Usuários mais exigentes podem se decepcionar com a memória RAM de apenas 2 GB, o que não corresponde aos padrões atuais, de 4 GB, fazendo com que o aparelho não seja tão ágil ao carregar alguns aplicativos, por exemplo. No entanto, pelo preço, e pela categoria em que ele se encontra, não há muito mais o que reclamar.
Leia Também:  Será que o novo Mac Pro seria um bom ralador de queijos? Youtuber faz o teste

Zenfone 3


Celular Zenfone visto de frente e de costas
Divulgação/Asus

O conjunto de hardware e as câmeras são os pontos fortes do Zenfone 3. Contudo, o celular não é dos mais novos e, por isso, o sistema operacional não agrada muitos
  • Por que é bom? Apesar de não ser um lançamento, esse é um dos aparelhos mais novos da Asus que ainda cabe no orçamento de até R$ 1 mil. O conjunto de hardware e as câmeras (a traseira tem 16 MP, abertura F2, flash duplo de LED e ainda grava em 4k) são os grandes destaques do celular. O armazenamento de 32 GB é suficiente para a maioria dos usuários.

  • Por que devo considerar? A bateria não é lá das mais espetaculares. O sistema operacional também não é dos mais novos, o que significa que vem modificado, com apps desnecessários instalados de fábrica. Além disso, por ser um celular mais antigo e não mais o “carro chefe” da Asus, você pode ter um pouco de dificuldade em encontrá-lo no mercado.


Leia também: Saiba por que sistemas de GPS de todo o mundo podem parar no dia 6 de abril

LG K12 Plus


Celular da LG
Divulgação/LG

Mais resistente, o modelo da LG também conta com inteligência artificial incorporada à câmera. Mas a bateria não é das mais duradouras
  • Por que é uma boa? Um dos mais novos da nossa lista, o LG K12 Plus foi lançado em 27 de março de 2019 e tem uma ficha técnica interessante. O dispositivo conta com certificação militar MIL-STD 810G, diferencial interessante para quem é desastrado, já que significa que o K12 suporta um maior número de quedas sem quebrar facilmente.
Leia Também:  Como colocar música nos Stories do Instagram

Para os que querem fotos com qualidade, o aparelho conta com uma câmera traseira de 16 MP, enquanto as selfies ficam por conta de uma câmera de 8 MP. Outro destaque é a inteligência artificial incorporada à câmera, que proporciona todos os ajustes conseguir fazer fotos melhores.

  •  Por que devo considerar? O desempenho está dentro da categoria, mas não é nada grandioso. A autonomia da bateria fica abaixo do esperado, já visto em outros aparelhos intermediários, por exemplo.

 Galaxy J8


Celular Galaxy J8
Divulgação/Samsung

A câmera dupla traseira e o acabamento reforçado agradam bastante, mas você pode sentir falta de uma resolução full HD e um processador mais potente
  •  Por que é bom? A tela ampla de 6 polegadas com ótima qualidade e cores bastante vivas, a câmera dupla na traseira e o acabamento reforçado agradam e se destacam entre os demais aparelhos da categoria.

Além disso, o Galaxy J8 oferece uma ótima duração de bateria, e seu desempenho é mais rápido que os aparelhos nessa faixa de preço.

  • Por que devo considerar? Com algum esforço, é possível encontrar o aparelho pela faixa de preço estipulada pela lista. Pensando no valor, uma resolução full HD e um processador mais potente cairiam bem.




Xiaomi Mi A2 Lite


Celular Xiaomi Mi A2 Lite
Divulgação/Xiaomi

O Xiaomi Mi A2 Lite, além de vir com o Android One, também conta com um bom desempenho – ideal para quem gosta de jogos pesados
  • Por que é bom? Tido como um dos melhores celulares até R$ 1.000, o aparelho da chinesa Xiaomi conta com o sistema operacional Android Vanilla e se beneficia com o projeto da Google conhecido como Android One, que aprimora o uso do aparelho.

Mesmo sendo vendido em sua versão Lite, ou seja, mais “leve”, o aparelho não fica atrás no quesito desempenho quando comparado com sua versão tradicional – boa notícia para quem gosta de jogos no celular, por exemplo.

  • Por que devo considerar? A tecnologia NFC não está inclusa no aparelho e ele também não suporta a captura de vídeos em qualidade 4K.



Leia também: Novidade no WhatsApp: agora você escolhe quem pode te colocar em grupos

Agora que você já conhece os modelos de celular de até R$ 1.000 , é só escolher o que melhor atende às suas necessidades. Já tem algum preferido? Dê sua opinião aqui.


Fonte: IG Tecnologia
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Tecnologia

Olouco meu! Como usar o filtro do Faustão no Instagram

Publicado

Olhar Digital

Novos filtros  e adesivos não param de pipocar no Instagram; é uma novidade atrás da outra. A ideia é  deixar suas stories bem mais divertidas de serem acompanhadas. A novidade da vez fica por conta de um novo filtro, que deixa você com a cara de ninguém menos que Fausto Silva; uma ótima opção para criar vídeos neste domingão, hein?

Assim como outros  filtros do Instagram , ele foi criado por um usuário e é bem simples de ser utilizado, podendo, é claro, ser aplicado para fotos também. A seguir, veja como utilizar o filtro do Faustão no Instagram. 

Leia também: Quer saber como será no futuro? Aprenda a usar o FaceApp, o app que “envelhece”

Como usar o filtro do Faustão no Instagram

Para utilizar o filtro do Faustão no Instagram é necessário realizar algumas etapas para que ele possa ser adicionado em suas opções na hora de tirar fotos ou vídeos. Para isto, basta seguir estes passos:

1. Acesse a Google Play ou a App Store e verifique se o Instagram está atualizado para a sua última versão;

Leia Também:  Como funciona o sticker de bate-papo no Stories do Instagram

2. Abra o aplicativo do Instagram normalmente e toque no ícone de sua lupa para iniciar uma pesquisa;

Passo a passo de como usar o filtro do Faustão no Instagram arrow-options
Reprodução/Olhar Digital

Passo a passo de como usar o filtro do Faustão no Instagram


3. Então, procure pelo usuário “Vitulox” e, na página de seu perfil, toque no link que está em sua descrição;

filtro faustão no Instagram arrow-options
Reprodução/Olhar Digital

Passo a passo de como usar o filtro do Faustão no Instagram

4. Na página carregada, procure pelo filtro “oloquinho meu”, toque nele e use a opção “Abrir no Instagram”; 

Passo a passo de como usar o filtro do Faustão no Instagram arrow-options
Reprodução/Olhar Digital

Passo a passo de como usar o filtro do Faustão no Instagram

5. Agora, posicione o seu rosto de forma centralizada e tire a foto com o filtro.

Passo a passo de como usar o filtro do Faustão no Instagram arrow-options
Reprodução/Olhar Digital

Passo a passo de como usar o filtro do Faustão no Instagram

Durantes os testes do Olhar Digital, o filtro falhou algumas vezes na hora de ser aberto no Instagram. Caso isto ocorra com você, certifique-se de atualizar o Instagram e tente abrir o filtro mais uma vez. Às vezes, é necessário repetir o processo de duas a três vezes até que o filtro de fato fique disponível no Instagram.

Leia Também:  Twitter sofre com instabilidades em várias partes do mundo e fica fora do ar

Depois de ter adicionado o filtro do Faustão ao Instagram com sucesso ao menos uma vez, ele ficará disponível por um tempo limitado em sua galeria, geralmente para uma ou duas fotos. Assim, quando ele sumir de lá, você terá que repetir os passos exibidos acima para usá-lo novamente.

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Tecnologia

‘Pokévô’ taiwanês usa 30 celulares pendurados em uma bike para jogar Pokémon Go

Publicado

Olhar Digital

Chen San-Yuan, um senhor de 70 anos que vive em Taiwan, é um exemplo de como levar um hobby a sério. Fanático por Pokémon Go , ele já tinha se tornado famoso cerca de um ano atrás, quando foi visto pedalando pelas ruas com nada menos que seis smartphones presos à sua bicicleta, visitando Pokéstops e colocando iscas para atrair os monstrinhos virtuais.

chinês jogando pokemon go arrow-options
Reprodução/Channel News Asia

Senhorzinho começou a jogar Pokémon Go com 6 celulares e, agora, já tem 30 aparelhos conectados para não perder nenhum bichinho pelo caminho

Agora, Chen resolveu dar um “level up” em seus equipamentos. O setup mais recente inclui nada menos do que 30 smartphones em uma estrutura presa ao guidão, todos ligados a Power Banks na cesta da bicicleta. Sua dedicação ao jogo chamou a atenção da ASUS, que o tornou um dos embaixadores da linha de smartphones Zenfone e doou 22 aparelhos Zenfone Max Pro.

Leia também: Conheça o ‘Harry Potter: Wizards Unite’, jogo inspirado no Pokémon Go

Leia Também:  Bonecos e robôs te assustam? Estudo tenta explicar o porquê

Um detalhe: Chen não coloca todos os seus smartphones na bicicleta. Em vez disso, leva apenas os que tem contas no jogo com nível 30 ou superior. Ou seja, ele tem ainda mais aparelhos em casa, esperando um aumento de nível.

O idoso adota uma estratégia de jogo “pacifista”, e evita desafiar outros jogadores ou tentar tomar ginásios (o que, com tantas contas num só lugar, seria bem fácil) porque “isso fere os sentimentos dos outros”. Para ele, o Pokémon Go é uma forma de se conectar com pessoas nas ruas da cidade, bem como manter sua mente ativa para prevenir doenças como o Mal de Alzheimer.

Fonte: Channel News Asia, Mashable

Fonte: IG Tecnologia
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana