conecte-se conosco


Cuiabá

Primeiro dia do festival “Matula” reforça a valorização dos espaços públicos de Cuiabá

Publicado

“Quem pensou em resgatar as feiras tradicionais,  com muita  comida, música, artesanatos típicos, está de parabéns”. Essas foram as palavras que Ivete Moreira, empresária,  quando chegou na noite desta sexta-feira (29),  na 1ª edição do Festival ‘Matula’, evento que está sendo realizado por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, na praça Santos Dumont.

De acordo com o secretário adjunto de cultura, Justino Astrevo, a Prefeitura,  por meio da pasta, organizou e disponibilizou toda a estrutura para que o evento fosse realizado. “O Festival Matula é um projeto de valorização da culinária regional, onde levamos para o ambiente escolar a tradicionalidade como é feita a mojica de pintado, a paçoca de pilão, resgatando assim nossa cultura”, explica.

Justino ainda ressalta que esse festival incluiu  escolas, comerciantes, artesãos e artistas e pode presenciar a adesão do público e a valorização dos espaços públicos da capital

“A prefeitura fez um esforço de reformar as praças e temos que trazer a população para esses locais. O Refestela por exemplo foi um sucesso e ano que vem teremos novamente. O pedido do prefeito é isso levar para as praças não apenas do centro, mas dos bairros essas feiras, para movimentarmos a cadeia da cultura em seus diversos seguimentos”, afirma.

Para a artesã, Maria Inocência, a iniciativa dessas feiras por meio da prefeitura de Cuiabá é de extrema importância devido a exposição dos trabalhos que não apenas ela desenvolve, mas todos os autônomos.

“Foi excelente saber e fazer parte desta ação, temos a oportunidade agora de apresentar o nosso trabalho para todos e em todos os locais da cidade. Só tenho a agradecer o apoio da Secretaria de Cultura e parabenizar pelo evento e pela organização”, pontua.

Segundo a diretora do Centro Educacional Maria Auxiliadora, irmã Divina Castrina, este é nosso primeiro evento em que o colégio participa, um momento de valorizar a cultura, a comida e os espaços. Ela relembra que no inicio quando receberam o convite ficaram um pouco apreensivos por nunca terem participado de um evento público, porém depois a empolgação foi geral.

“Escola não é só estudar é colocar em prática os conhecimentos, ficamos felizes com o convite e eu fiquei ainda mais contente quando descobri que o ‘Matula’, seria na praça Santos Dumont. Agora ficamos na expectativa para participarmos dos próximos”, enfatiza.

 Jackeline Mendonça, servidora pública, ficou sabendo do festival pelas redes sociais e como queria ver a praça reformada, juntou o ‘útil ao agradável’e visitou com as filhas o  evento. “Busquei as meninas na escola e viemos direto para a praça. Que alegria poder trazer as minhas filhas para este espaço e mostrar a nossa comida, ouvir uma boa música. A prefeitura de Cuiabá de está de parabéns, até porque já cansamos de passear no shopping, queremos fazer outras atividades”, frisa.

 O Festival “Matula”, segue até domingo na praça Santos Dumont e a entrada é franca.

Programação:

Sábado, 30 de Abril

17h – O Grande Circo do palhaço Zablim Plim Plim e Suas Estripulias

18h – Waleska e Fernanda

20h – Os Originais

Domingo 01

17h – Tia Hanna

21h – Raízes do Samba

Fonte: link

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cuiabá

Prefeito acompanhará vistorias da Comissão de Viação e Transportes da Câmara Federal às obras do VLT

Publicado

Nesta sexta-feira, 8, o  prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, acompanhará o trabalho de fiscalização da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, às obras inacabadas do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande, a partir das 7h30. A Comissão é presidida pelo deputado federal Hildo Rocha (MDB-MA). 

O prefeito acompanhará a Comissão a três locais destinados a passagem do modal de transporte na capital, sendo a primeira parada na Avenida Palmiro Paes de Barros – viaduto que dá acesso a cidade de Santo Antônio do Leverger), a segunda vistoria será na  Avenida Fernando Corrêa da Costa – viaduto Jornalista Clóvis Roberto, a terceira visita será feita às obras na Avenida Historiador Rubens de Mendonça – viaduto Jamil Boutros Nadaf).

Na cidade de Várzea Grande, a vistoria será realizada na Avenida da FEB – próximo ao aeroporto Marechal Rondon. Às 9h30, a Comissão chegará ao Centro de Manutenção e Controle Operacional (CMCO) do VLT Cuiabá-Várzea Grande (antiga Vila Militar, em Várzea Grande), onde atenderá a imprensa às 11h30.

A visita da Comissão foi articulada pelo deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho, e aprovada na Câmara Federal em maio de 2022, após requerimento apresentado pelo deputado federal  Gutemberg Reis (MDB-RJ) e subscrito pela deputada Christiane de Souza Yared (PP-PR).

Serviço:

Pauta: Vistoria Comissão de Viação e Obras

Quando: 8 de julho 

Horário de início:7h30 

Coletiva: 11h30, no Centro de Manutenção e Controle Operacional do VLT (Várzea Grande)

Cronograma 

7h30 – Comitiva oficial vistoria nas obras do VLT – Cuiabá / Várzea Grande: percurso VLT

1ª parada – Av. Palmiro Paes de Barros – Viaduto que dá acesso a Santo Antônio do Leverger

2ª parada – Av. Fernando Correa da Costa – viaduto Jornalista Clóvis Roberto

3ª parada – Av. Historiador Rubens de Mendonça – viaduto Jamil Boutros Nadaf

4ª parada – Av. da FEB – próximo ao aeroporto Marechal Rondon

9h30- Chegada da Comissão Parlamentar ao Centro de Manutenção e Controle Operacional (CMCO) do VLT Cuiabá-Várzea Grande (antiga Vila Militar, em Várzea Grande)

Imersão nos trens do VLT

Exposição técnica do engenheiro responsável pelas manutenções dos trens

11h30– Coletiva de imprensa no local

12h – Almoço 

14h – Visita ao gabinete do prefeito de Várzea Grande

15h – Reunião técnica no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (Crea-MT)

16h30 – Visita ao gabinete do prefeito de Cuiabá

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Continue lendo

Cuiabá

Conferência Municipal oferece espaço democrático para debate técnico sobre VLT xBRT

Publicado

Durante a abertura da Conferência Municipal VLT x BRT, na manhã desta quinta-feira (07), no auditório da Associação Mato-grossense dos Municípios- AMM, o anfitrião do evento, o prefeito Emanuel Pinheiro disse que o objetivo da realização desse encontro é para apresentar as vantagens e ou desvantagens dos dois modelos. 

Mais de 250 pessoas participaram do evento nesta manhã, entre autoridades como o presidente do Creci MT, Benedito Odário, presidente do Crea-MT, Juares Samaniego, presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná, presidente da Ucamb, Édio Martins, diretoria da OAB-MT, presidente da Femab, Walter Arruda, e diversos representantes e líderes comunitários.

“Essa Conferência Municipal é voltada exclusivamente para o povo e para a sociedade. Não é para nenhuma autoridade, prefeito, vereador ou governo. É uma contribuição que a Prefeitura de Cuiabá, com a realização desse encontro, dá para colocar luz no debate sobre a escolha do melhor modal de transporte. O Brasil está colocando luz, para que Cuiabá possa sair das trevas desse embate que já dura cerca de dez anos, com 44 vagões parados e um projeto já aprovado”, declarou o prefeito.

Em sua fala, Emanuel Pinheiro reforçou dizendo que, a promoção dessa discussão, é para que a população de um modo geral, possa conhecer quanto já foi gasto de fato com o projeto do VLT, que prazo vai levar para conclusão da obra, qual será a forma de operacionalização, valor da tarifa.

“É um evento para debater o que será o VLT e o BRT. É um espaço para esclarecimento sobre o que realmente interessa, qual o melhor modal a fim de promover a cidadania e dignidade para quem depende do transporte público”, pontuou o prefeito.

O vice-prefeito José Roberto Stopa disse que a Conferência é um espaço para esclarecimento de dúvidas e informações técnicas. “Claramente a Prefeitura de Cuiabá defende o VLT. Nós temos a certeza de que esse é o melhor caminho. É o modal mais moderno, eficiente e sustentável. É inadmissível deixar para trás mais de um bilhão de reais. Deixar um sistema moderno e mudar para um modelo conservador. As grandes capitais estão deixando o BRT e migrando para o VLT. Por isso, esperamos com essa conferência deixar tudo bem esclarecido”, ponderou Stopa.

Presente ao evento, o engenheiro e secretário municipal de Mobilidade Urbana, Juares Samaniego explicou que, da forma em que estão apresentando o funcionamento do BRT é bem diferente. “Esse modelo é exclusivo para ônibus. Da forma em que estão colocando que terá acesso para outros veículos como ambulâncias, não será um corredor exclusivo. O VLT é uma linha exclusiva, proporcionando um tráfego ágil e moderno”, destacou Juarez.

Outro fato importante e que deve ser explicado, conforme o secretário, é em relação a composição tarifária. Esse levantamento é semanal, tendo como base o número de passageiros por dia. “As questões relacionadas a valores da tarifa, é bem relativo. No mês de agosto, o valor era de R$ 8,00 e hoje está R$ 6,00. Entretanto, no mês de agosto, eram transportados cerca de 70 mil usuários. Hoje são mais de 205 mil passageiros”, explicou Juarez.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Juca do Guaraná, informou que o legislativo municipal não está de braços cruzados sobre os modais de transporte. “Se formos analisar friamente , nós não dependemos do transporte. É a população que precisa ser ouvida. Estamos à disposição e agradecemos em nome da Câmara de Cuiabá, parabenizá-lo, pela iniciativa, sempre voltada para o bem estar da população cuiabana”, disse o vereador.

Entidades de diversas classes representativas foram convidadas. O presidente do Conselho de Corretores de Imóveis de Mato Grosso- Creci, professor Benedito Odário foi claro e objetivo ao dizer que a classe imobiliária defende a continuidade do projeto do VLT. “Costumo dizer que os corretores de imóveis, as imobiliárias de Cuiabá são os grandes responsáveis por terem vendido na época da Copa do Mundo, em 2014, por terem vendido a ideia, comercializado os imóveis na espera de um modal de transporte eficiente, moderno e humano.  O mercado imobiliário considera um retrocesso o BRT, considera o modelo como um ônibus melhorado”, defendeu.

“O comércio é o maior empregador de Mato Grosso. Nós deixamos de perguntar para aquele que depende do transporte coletivo para locomoção diária, não foi consultado. Essa consulta pública já devia ter sido realizada. Nós não apoiamos nenhum lado político. Nós defendemos os nossos trabalhadores, que merecem um transporte de qualidade e seguro. Nós somos a favor da população cuiabana e varzeagrandense. Se o primeiro mundo merece, nós de Mato Grosso vamos retroceder e falar em BRT? É um retrocesso muito grande”, questionou o presidente da Fecomércio, José Wenceslau Júnior.

O diretor e representante da Ordem dos Advogados do Brasil- OAB MT, Helmut Daltro, considera a discussão mais do que válida. “Debates que trazem como linha de ação o bom diálogo, principalmente em questões sensíveis à sociedade, sobre o caso dessa discussão técnica sobre o VLT ou BRT. A OAB está sempre à disposição da Prefeitura de Cuiabá para servir de balizador. Esperamos que seja escolhido o melhor e o modelo mais recomendado do modal de transporte que atendam os anseios da sociedade”, argumentou Helmut.

O senador José Medeiros parabenizou a iniciativa do prefeito em colocar em debate o assunto VLT. “O VLT é um assunto que tem tomado dimensão nacional. Vários segmentos voltaram os olhos para a capital de Mato Grosso, mas não de forma positiva. Por isso que te parabenizou, em colocar pela primeira vez, o assunto num debate técnico. Sou a favor daquele que não quer jogar um bilhão no mato’”, disse Medeiros.

“Dar a oportunidade da população conhecer de fato e de direito. O que é esse modal, vantagens e desvantagens. Uma situação que se arrasta há mais de dez anos e nada definido. A Conferência é realizada pela Prefeitura de Cuiabá. Nós defendemos o VLT, mas o mesmo espaço, nesse ambiente técnico foi colocado à disposição para quem defende o BRT. Queremos virar a página”, finalizou Pinheiro.

Mais de 250 pessoas, entre autoridades como o presidente do Creci MT, Benedito Odário, presidente do Crea-MT, Juarez Samaniego, presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Juca do Guaraná, presidente da Ucamb,Édio Martins, diretoria da OAB-MT, presidente da Femab, Walter Arruda e diversos representantes e líderes comunitários.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana