conecte-se conosco


Mato Grosso

Primeira-dama entrega 9 mil cestas básicas para atender ações em Várzea Grande

Publicado


O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), doou nove mil cestas básicas para o município de Várzea Grande. Os kits com alimentos e produtos de higiene e limpeza fazem parte do programa do Vem Ser Mais Solidário, liderado pela primeira-dama Virginia Mendes, que fez a entrega pessoalmente à primeira-dama do município, Kika Dorileo. 

A entrega simbólica dos alimentos foi realizada na manhã desta quarta-feira (07.04). A ação visa amenizar o sofrimento das pessoas mais carentes e deve beneficiar aproximadamente 45 mil várzea-grandenses, levando que cada cesta é capaz de alimentar uma família com cinco pessoas em média. 

Na ocasião, a primeira-dama destacou as ações do Governo para o lado social. “Estamos sempre muito atentos às demandas sociais e dispostos a ajudar aqueles que mais precisam, principalmente neste período de pandemia que muitos perderam seu único sustento. A mão protetora do Estado está presente”, pontuou.

A secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, lembrou que pelo programa Vem Ser Mais Solidário 330 mil famílias foram beneficiadas com alimentos no ano passado. “Entregamos pessoalmente os alimentos para boa parte dessas pessoas e, com o aval do governador Mauro Mendes, continuamos com o trabalho que é ajudar essas famílias carentes. Já estamos em processo para adquirir mais 530 mil cestas básicas”. 

A primeira-dama Kika Dorileo agradeceu a parceria com o Governo do Estado e destacou que as cestas básicas irão complementar o trabalho realizado pela Prefeitura de Várzea Grande. “Quero agradecer a todos, em nome do governador Mauro Mendes, por nos ajudar e beneficiar essas famílias carentes”. 

Municípios

Assim como Várzea Grande, todos os 141 municípios de Mato Grosso receberão cestas básicas do Governo do Estado. 

No total, serão distribuídos mais de 84 mil kits de alimentos. A entrega desses alimentos começou na segunda-feira (29.03), obedecendo a um cronograma feito pela Setasc, e segue até o dia 17 de abril.

O Programa

Iniciada em meados de abril de 2020, a campanha atendeu mais de 1,7 milhão de pessoas no ano passado, levando em conta a distribuição de 330 mil cestas básicas. E a primeira-dama também decidiu que a iniciativa será permanente em 2021, ajudando mais famílias em situação de extrema pobreza a terem segurança alimentar.

As cestas básicas entregues continham arroz, feijão, macarrão, óleo, sal, açúcar, café, farinha de trigo, sardinha, extrato de tomate, além de materiais de limpeza e de higiene pessoal. Desse total, cerca de 100 mil cestas foram distribuídas no período natalino, e receberam um incremento de um kit com panetone e guloseimas.

Devido a necessidade do programa, o Governo do Estado, através do programa Mais MT, direcionou R$ 42 milhões em recursos para a permanência da ação. Com isso, iremos distribuir mais de 534 mil cestas básicas nos próximos anos.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Código de Trânsito Brasileiro apresenta novas regras para uso de faróis durante o dia

Publicado


A Lei Federal 14.071/2020 que promoveu mudanças no Código de Trânsito Brasileiro trouxe algumas alterações no uso de luzes dos veículos, especialmente quanto ao uso dos faróis nas rodovias.

A obrigatoriedade de manter a luz baixa do veículo tanto de dia quanto à noite já estava prevista no Código de Trânsito, e agora a nova Lei trouxe ênfase ao transporte coletivo, quando circular em faixa específica, e a inclusão da Luz de Rodagem Diurna (DRL).

Os veículos de transporte coletivo de passageiros, quando circularem em faixas ou pistas a eles destinadas; e as motocicletas, motonetas e ciclomotores deverão utilizar-se de farol de luz baixa durante o dia e a noite.

Não será obrigatório ligar a luz baixa durante o dia se os veículos dispuserem da Luz de Rodagem Diurna (DRL), dispositivos de iluminação automotiva posicionados na parte frontal de um automóvel que são ligados automaticamente com o acionamento do veículo. Ele aumenta a visibilidade do veículo durante o dia na visão dos demais condutores, sem que o motorista precise usar o farol baixo.

Os veículos que não dispuserem dessas luzes, deverão manter acesos os faróis nas rodovias de pista simples situadas fora dos perímetros urbanos, mesmo durante o dia.

Infração

Ainda sobre o uso de faróis, a Lei Federal 14.071/2020 também reduziu a gravidade da infração para motocicleta que transita com o farol apagado.

Agora, conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor com os faróis apagados será infração média, sujeita a multa de R$ 130,16 e 4 pontos na CNH. Antes, conduzir motocicleta, motoneta e ciclomotor com os faróis apagados era infração gravíssima, sujeita a multa de R$ 293,47, recolhimento da CNH e suspensão do direito de dirigir.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Livro com análise das obras de Ricardo Guilherme Dicke será lançado nesta terça-feira (20)

Publicado


O livro “A estética de Dicke: entre o sublime e o grotesco”, da professora Shirlene Rohr de Souza, será lançado nesta terça-feira (20.04), às 20h. O evento será transmitido via Youtube, no Canal do Grupo de Estudos e Pesquisas em Direitos Fundamentais e Interdisciplinaridade da Universidade do Estado de Mato Grosso (Gedifi/Unemat), disponível aqui.

O livro é resultado do projeto “Publicação de livro, gênero crítica literária – sobre Ricardo Guilherme Dicke”, contemplado no Edital MT Nascentes, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT). O livro constitui um exame das narrativas do escritor mato-grossense pelo viés da Estética e seus conceitos fundamentais: belo, feio, sublime e grotesco.

Publicado em dois formatos: impresso e digital, a obra constitui uma forma de enfatizar a importância de Dicke no cenário cultural de Mato Grosso. De acordo com a autora, o interesse pelas obras de Ricardo Guilherme Dicke nasceu a partir da leitura da obra “Toada do Esquecido”.

“O livro se tornou objeto inicial da minha pesquisa de doutorado que, por fim, expandiu-se para toda a obra narrativa do autor. Durante a pandemia, a escrita constituiu uma forma de resistência e de produção. A expectativa é que o livro possa circular entre leitores e admiradores de Dicke”, conclui Shirlene.

O escritor e artista plástico Ricardo Guilherme Dicke, morreu em 2008, em Cuiabá. Bacharel em filosofia, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 1971. Em 2004, foi nomeado doutor honoris causa pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Seu primeiro livro publicado foi “Caminhos de Sol e de Lua”, no começo da década de 1960. Foi revisor no jornal O Globo, entre 1973 e 1975. As obras de Dicke configura um regionalismo ligado a Mato Grosso e às filosofias fenomenológicas de Heidegger e Merleau-Ponty.

Shirlene Rohr de Souza é capixaba, residente em Mato Grosso desde 2006, quando foi aprovada como docente na UNEMAT, para o Curso de Letras, Campus de Alto Araguaia. Doutora em Estudos Literários, desenvolve pesquisa sobre a estética do realismo grotesco, tema que norteou as análises dos contos e romances de Dicke. Possui em curso uma pesquisa sobre a relação entre a obra literária e a obra pictórica de Dicke.

Serviço

Lançamento do livro “A estética de Dicke: entre o sublime e o grotesco”

Data: 20 de abril de 2021 (terça-feira)

Horário: 20h (horário de Mato Grosso)

Local: Transmissão via Youtube, no Canal do Gedifi/Unemat

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana