conecte-se conosco


Geral

Primeira-dama do Estado destina cestas básicas para pacientes em tratamento renal

Publicado

Atendendo ao pedido da primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc) entregou 210 cestas básicas e produtos de limpeza e higiene para a Clínica de Tratamento Renal (CTR). As doações foram repassadas nessa terça-feira (29) e vão beneficiar famílias dos pacientes que fazem hemodiálise por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Os donativos fazem parte da campanha “Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus”, idealizada e coordenada de forma voluntária pela primeira-dama. Madrinha oficial do transplante renal em Mato Grosso, Virginia Mendes ressaltou a importância da ação para as famílias atendidas.

 

 

“Tenho um carinho e um cuidado especial por esse público. Eu sou transplantada e fico feliz por saber que através dessa ação do Governo conseguimos diminuir o sofrimento desses pacientes com a doação de alimentos”. A retomada do transplante em Mato Grosso, que estava paralisado há 11 anos, foi uma das bandeiras defendidas pela primeira-dama.

A secretária Rosamaria Carvalho destacou que a iniciativa vem cumprindo com o seu objetivo que é amenizar o sofrimento dos mais carentes, principalmente neste cenário de crise. “Temos procurado alcançar todas as pessoas que estão vulneráveis e que necessitam de auxilio neste momento”, ressaltou.

A assistente social do CTR, Adriana de Almeida, agradeceu pelas doações recebidas. “Esse projeto social da primeira-dama é muito importante porque vem contribuir com os nossos pacientes que precisam de ajuda nesse período de crise. Estamos muitos felizes por essa parceria”, disse.

Maria de Lurdes Salestiano é assistida pela Clínica há alguns anos e foi beneficiada pela ação. “Queremos agradecer a primeira-dama e a secretária Rosamaria por esse momento especial. Nós que fazemos hemodiálise estamos muito gratos”, comentou.

Contemplada com a cesta básica, Miracy Maria da Silva, destacou a importância da ajuda para as famílias que enfrentam problemas financeiros. “Agradeço a primeira-dama por nos proporcionar esse momento lindo. Sabemos que muitas pessoas estão passando dificuldades e só com união vamos conseguir vencer”, externou.

Outras entregas

A campanha do Governo do Estado também atendeu moradores dos bairros Altos da Glória, Altos da Serra e Novo Horizonte, em Cuiabá. Foram distribuídas para as famílias mais de 450 cestas básicas contendo alimentos e kits de produtos de limpeza e higiene pessoal.

O secretário-adjunto de Assuntos Comunitários da Setasc, Édio Martins de Souza, conduziu as entregas e disse que a intenção é amenizar o sofrimento dos mais carentes e fragilizados. “Estamos cumprindo o papel da assistência social que é amparar os que mais precisam”.

O presidente do bairro Altos da Glória, Edi Carlos, relatou os desafios enfrentados pelas famílias. “Essa caridade que o Governo do Estado está fazendo para as famílias não tem preço. Nosso bairro fica numa região de periferia e muitas pessoas são extremamente pobres, então toda ajuda é bem-vinda”.

Moradora da região, Efigênia Alcântara de Almeida, explicou a situação que sua família se encontra no momento. “Agradeço por essa grande ajuda, estou desempregada e só tenho o auxílio emergencial para sobreviver, e com quatro filhos nada é fácil. Obrigada”, contou.

Residente no bairro Novo Horizonte, Rozi Luci de Paula, também recebeu os donativos. “Agradeço muito por esse excelente trabalho que está ajudando a nossa comunidade que realmente está precisando”, completou.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Estado vai retomar obra do Hospital Central em Cuiabá por R$ 92 milhões e prevê conclusão em dois anos

Publicado

Consórcio foi classificado em primeiro lugar e apresentou o valor global de R$ 92.920.748,17, quase 20% menor do que a previsão feita pela equipe técnica da SES

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) divulgou a classificação das 11 empresas credenciadas na Concorrência nº 002/2020 para a retomada da construção do Hospital Central de Alta Complexidade, localizado em Cuiabá; a obra está inacabada há cerca de 35 anos. O resultado foi publicado em Diário Oficial que circulou na terça-feira (27).

O Consórcio LC Cuiabá, composto pelas empresas Lotufo Engenharia e Construções e Concremax Concreto, Engenharia e Saneamento, foi classificado em primeiro lugar e apresentou o valor global de R$ 92.920.748,17.

A proposta apresentada é quase 20% menor do que a previsão feita pela equipe técnica da SES, que estimou o valor de R$ 113.977.878,18 para a construção e ampliação.

Outras três empresas foram classificadas para o pleito. Em segundo lugar, ficou o Consórcio RAC/BRAFER, com o valor global de R$ 97.762.435,61; em terceiro, o Consórcio HJ Saúde, com o valor de R$ 99.472.907;32; e em quarto, a Jota Ele Construções Civis, com o valor de R$ 106.069.051,80.

Sete empresas foram desclassificadas do pleito. Os motivos das desclassificações estão elencados nas respostas e nos julgamentos dos recursos administrativos da proposta de preço, disponíveis na Coordenadoria de Aquisições da Superintendência de Aquisições e Contratos. Também ficará disponível uma cópia no Portal de Aquisições.

A construção do Hospital Central tem um cronograma de execução de 22 meses. Com o investimento, a unidade contará com aproximadamente 32.000 m² de área construída, sendo 9 mil da estrutura antiga e 23 mil de ampliação.

Quando a obra for totalmente finalizada, o Hospital Central terá nove salas cirúrgicas e ainda contará com 60 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 36 leitos da Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), 21 leitos de Pronto Atendimento, 44 leitos de retaguarda e 129 leitos de enfermaria; um total de 290 leitos voltados para o atendimento de toda a população mato-grossense.

Histórico

A construção do Hospital Central, lançada em 1984, foi pensada com o objetivo de proporcionar um atendimento de referência em alta complexidade nas especialidades de traumatologia, ortopedia e urgência e emergência de trauma. Contudo, devido ao corte de recursos do Governo Federal, a obra foi paralisada em 1987.

Em 1992, a construção do Hospital Central foi retomada pela gestão estadual, porém permaneceu inconclusa em razão de um desacordo entre o Governo Estadual e Federal. A obra voltou a ser retomada em 2004 pela gestão estadual, ocasião em que novamente foi paralisada.

Contudo, no ano de 2014, a Justiça Federal acatou parcialmente a solicitação do Ministério Público Federal (MPF) para a inclusão de recursos que viabilizassem o término do Hospital Central.

 

Continue lendo

Geral

Licenciamento de veículos placas final 4 e 5 vence no dia 31 de outubro

Publicado

Quem quitar os débitos pode imprimir o documento do veículo em papel A4 e baixar o CRLV digital no celular

Termina no próximo dia 31 de outubro o prazo para os proprietários de veículos com placas final 4 e 5 efetuarem o pagamento do Licenciamento Anual.

Para licenciar o veículo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) exige o pagamento de todos os débitos como IPVA, Seguro DPVAT, a própria taxa de Licenciamento, além de possíveis multas. Após os pagamentos, o proprietário do veículo deve acessar o site do Detran-MT (www.detran.mt.gov.br) para ter acesso a nova versão do licenciamento.

No campo “Consulte Seu Veículo”, deve digitar os dados do veículo como a placa e o Renavam. Em seguida, vai abrir uma página contendo todas as informações do veículo e a opção “Clique Aqui para Imprimir o CRLV Digital”.

Ao clicar, o modelo para impressão A4 irá aparecer na tela para impressão. O procedimento pode ser feito em qualquer lugar em que o cidadão tiver acesso à internet e impressora.

Segunda via

Com o documento impresso em papel A4 não será mais necessário pedir a segunda via do Licenciamento. Caso o proprietário do veículo tenha sofrido extravio, furto ou roubo do documento, basta imprimir a segunda via em qualquer lugar em que tenha acesso à internet e impressora, sem custos adicionais.

A impressão do novo modelo do documento é de caráter definitivo, não sendo mais emitido o documento em papel moeda.

O diretor de Veículos do Detran-MT, Augusto Cordeiro, explica que os proprietários de veículos podem ficar tranquilos quanto a nova versão do licenciamento. “Ele possui o mesmo valor jurídico do antigo documento impresso em papel moeda, com autenticidade e segurança garantidos por meio de QR Code, que está ligado à base nacional de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran)”, falou.

Além da versão impressa, para maior comodidade e praticidade, os proprietários de veículos que já estão licenciados também podem obter a versão eletrônica do documento pelo celular.

Como obter

É só baixar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) na versão digital através do aplicativo “Carteira Digital de Trânsito”, disponível gratuitamente na Google Play e App Store.

Depois, deve fazer o cadastro no aplicativo. Na sequência, o usuário receberá um e-mail e deverá clicar no link para confirmação.

Após a ativação, deve-se fazer login no aplicativo e clicar em “adicionar documento”, que será a CNH ou CRLV digitais. Após o cadastro para validar o CRLV digital, deverá informar o número do Renavam e o código de segurança impresso no Certificado de Registro de Veículo (CRV).

Depois de confirmar a validação, será necessário informar o número de telefone celular. Neste momento, será disponibilizado o CRLV Digital no dispositivo móvel.

O CRLV Digital pode ser compartilhado com até cinco pessoas que utilizem o mesmo veículo, desde que já tenham instalado o aplicativo no celular. Quem recebe o CRLV Digital não consegue exportar ou compartilhar o documento, mas pode apresentá-lo às autoridades de trânsito durante abordagens.

Para acessar as informações, o aplicativo exigirá do usuário uma senha de quatro dígitos, uma chave de acesso que deverá ser digitada toda vez que o documento digital for utilizado. O CRLV Digital pode ser acessado pelo dispositivo móvel mesmo sem internet.

Calendário prorrogado

Em razão dos reflexos financeiros causados pela propagação do novo coronavírus no Estado, o prazo do calendário de vencimento do Licenciamento Anual do veículo foi prorrogado pelo Detran-MT acompanhando o novo prazo de vencimento do IPVA, publicado por meio do decreto estadual nº 506 de 02 de junho de 2020.

Com a medida, o vencimento do IPVA, bem como o Licenciamento, foi prorrogado para o último trimestre deste ano (outubro, novembro e dezembro).

Além dos veículos com placas final 4 e 5, também foram estendidos os prazos para pagamento do Licenciamento dos veículos com placas final 6 e 7, que terão até o dia 30 de novembro para quitar o licenciamento; e os veículos com placas finais 8, 9 e 0, que o pagamento poderá ser feito até o dia 31 de dezembro.

Com isso, o Detran-MT reforça que os veículos com os respectivos finais de placas poderão circular com o documento de licenciamento de 2019 até as datas de vencimento de cada placa relacionada acima.

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana