conecte-se conosco


Policial

PRF soma forças na recuperação do Pantanal

Publicado


Equipes auxiliaram na distribuição de água e alimentos ao longo da Transpantaneira, além de escoltar o transporte de animais feridos para centros de tratamento

Entre os dias 23 e 25 de novembro, Policiais Rodoviários Federais deslocaram-se até Poconé/MT com a missão de auxiliar na distribuição de água e alimentos, em pontos específicos, afim de garantir o mínimo necessário para a sobrevivência da fauna local.

Seis PRFs, utilizando-se de 3 viaturas, juntaram forças com equipes da Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso, Força Tática, Polícia Militar Ambiental, IBAMA, Marinha do Brasil, Polícia Penal e percorram a rodovia Transpantaneira (MT-060) colaborando com o transporte dos mantimentos e equipes técnicas para resgatar animais com queimaduras ou fragilizados pela escassez de água e mantimentos.

O trecho da Rodovia Transpantaneira é seccionado por diversas pontes sobre alagados, mas que devido à escassez das chuvas, estão em grande maioria, secos. Em determinados locais e sob algumas das pontes, estão sendo distribuídos alimento e água, que são colocados em cochos para os animais.

Ao longo das atividades, foram distribuídos cerca 840 kg de suprimentos para os animais e no domingo (25), as equipes auxiliaram o transporte de um filhote de anta que estava debilitado, para que pudesse se recuperar em um local com melhor espaço e estrutura.

O Tenente da Polícia Militar Ambiental, comentou que a região também é utilizada como rota do tráfico de drogas e de animais que são retirados do Pantanal para serem vendidos no mercado negro, sendo que a presença da PRF é de fundamental importância para coibir essas modalidades de investida criminosa.

O Coronel Barroso (Secretário Executivo do Comitê do Fogo/SEMA), juntamente ao Tenente Delfino, do Corpo de Bombeiros e coordenador da logística local, salientaram a importância e a repercussão pela presença da PRF.

“Foi de fundamental importância tanto quanto às atribuições de logística, quanto de segurança, pois somente a presença da PRF já faz com que condutores diminuam a velocidade ao transitar pela Transpantaneira, minimizando os acidentes e atropelamentos da fauna nativa.” Palavras do Tenente Delfino

Destaca-se que, conforme a Constituição Federal de 1988, em seu artigo 225, o Pantanal Mato-grossense é patrimônio nacional, sendo o meio ambiente direito de todos, impondo-se ao Poder Público e a coletividade o dever de defende-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações.

SECOM PRF MT
E-mail: [email protected]
Instagram: @prfmt_oficial
Para emergências e denúncias, ligue 191

 

 

 

 

Fonte: PRF MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil conclui inquérito e indicia sete pessoas pela morte de advogado durante assalto em racho no interior

Publicado

Vítima foi morta com tiro na cabeça. Dentre os indiciados estão dois menores de idade e o contador João Fernandes Zuffo

O inquérito que apurava o assassinato do advogado João Anaides Cabral Neto, de 50 anos, foi concluído nesta quinta-feira (28) e encaminhado à Justiça. Sete pessoas,  dentre elas o contador João Fernandes Zuffo, que segue foragido, foram indiciadas pelos crimes de roubo majorado, corrupção de menores e organização criminosa, e dois adolescentes respondem por ato infracional análogo aos crimes de roubo majorado e por organização criminosa.

João Anaides foi morto durante um assalto em um rancho da zona rural de Juscimeira, a 164 km de Cuiabá, em julho deste ano. O delegado Ricardo Franco Oliveira, da Delegacia de Juscimeira, informou que, ao todo, nove pessoas teriam participado do crime, sendo sete adultos e dois adolescentes. Dos sete indiciados, dois estão presos e cinco foragidos. Segundo o delgado, todos tiveram as prisões preventivas decretadas pela Vara Única da Comarca de Juscimeira.

 

 

 

Continue lendo

Policial

Suspeito é preso em flagrante durante operação de combate a crime ambiental em Comodoro

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

Um homem suspeito da prática de crime ambiental foi preso em flagrante pela Polícia Civil junto a equipe do Corpo de Bombeiros Militar, na quarta-feira (27.10), durante ação em apoio à Operação Abafa, deflagrada na zona rural de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá).

Durante as diligências pela estrada do Porto Municipal, cerca de 80 quilômetros de Comodoro, os policiais avistaram uma máquina de esteira, em atividade de derrubada de vegetação sem as devidas autorizações ambientais.

As autoridades competentes já tinham conhecimento que todo o polígono do local estava sendo derrubado, sendo embargado judicialmente para recuperação vegetal. O operador da máquina foi abordado pelos policiais e não forneceu qualquer licença ambiental que autorizasse a conduta.

Questionado sobre os fatos, o suspeito disse que foi contratado por um senhor em Pontes e Lacerda para realizar a derrubada, porém que não lembrava o nome do contratante.

Diante dos fatos, o operador foi conduzido à Delegacia de Comodoro, onde após ser interrogado, foi autuado em flagrante pelo crime ambiental, Destruir ou danificar floresta considerada de preservação permanente, previsto no artigo 38 da Lei 9.605/98.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana