conecte-se conosco


Policial

PRF intensifica fiscalização de velocidade na região de fronteira

Publicado

O objetivo é combater uma das principais causas dos acidentes na região – o tráfego com velocidade incompatível com a estabelecida para a via

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) intensificou, nos dias 14 e 15 de fevereiro, as fiscalizações de combate ao excesso de velocidade no trecho compreendido entre Cáceres e Cuiabá, na BR-070. O objetivo é combater uma das principais causas dos acidentes na região – a velocidade incompatível com a via.

Com radares móveis posicionados em pontos estratégicos da rodovia, aqueles onde se observa maior cometimento da infração e registro de acidentes graves, os PRFs, em 14 horas de operação, capturaram imagens de 180 veículos trafegando com velocidade superior a permitida na via que é de 100 km/h para veículos leves e 90 km/h para veículos pesados, nos trechos de pista simples.

Os motoristas mais apressados que circulavam com velocidade 50% acima da permitida foram abordados. Dois deles, sendo um flagrado a 162 km/h e outro a 191 km/h, além de autuados pelo excesso de velocidade, responderão perante a justiça a um Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO pelo crime de direção perigosa.

Infrações destes tipos se enquadram no art. 218 do Código de Trânsito Brasileiro. São divididas de acordo com o excesso registrado:

– Infração média: excesso de velocidade em até 20%, o motorista perde quatro pontos na carteira e paga multa no valor de R$ 130,16;

– Infração grave: excesso de velocidade entre 20 e 50%, o motorista perde cinco pontos na carteira e paga multa no valor de R$ 195,23;

– Infração gravíssima (x3): excesso de velocidade acima de 50%, o motorista perde sete pontos na carteira e paga multa no valor de R$ 880,41 e suspensão do direito de dirigir.

Velocidade incompatível – Só neste final de semana, de 15 a 17 de fevereiro, a PRF flagrou 782 motoristas trafegando com velocidade incompatível com a máxima estabelecida pela sinalização nas BRs.

Na região de Rondonópolis, na BR-163, um bitren foi flagrado transitando a 133 km/h. O veículo circulava no sentido sul, onde a velocidade máxima permitida é de 80 km/h.

A PRF permanecerá reforçando as fiscalizações para inibir esse tipo de conduta que é uma das principais causas de acidentes graves e com óbitos nas rodovias de todo o país. Em Mato Grosso, o foco será os veículos pesados, que circularão em maior número nas BRs em razão do escoamento da safra.

Texto: PRF Bruna de Lima

Imagens: Nucom PRF MT

(Reprodução autorizada mediante citação da Agência PRF)

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PRF apreende 37.000 kg de adubo ilegal em Rondonópolis/MT

Publicado


.

Fiscais do MAPA colaboraram com a ocorrência

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio de uma equipe do Ministério da Agricultura Planejamento e Abastecimento (MAPA), apreendeu uma carga de adubo sendo comercializada ilegalmente, em Rondonópolis.

Na manhã desta quinta-feira (17), a equipe PRF abordou o caminhão Scania/G 420 A4X2, de cor vermelha e placas de Rondonópolis, ao qual estavam acoplados dois semirreboques. O veículo foi abordado após o condutor, de 38 anos, efetuar um retorno proibido, no Km 208, da BR-364.

O condutor apresentou a documentação da carga, que segundo a Nota Fiscal, seria de varredura de adubo. Ao verificar a carga, os PRFs desconfiaram que a carga transportada não seria a descrita na documentação fiscal. A carga nos semirreboques estava acondicionada em bags e aparentemente não estava contaminada. Varredura de adubo apresenta contaminação por diversas substâncias e geralmente é transportada a granel.

O veículo foi conduzido até a Unidade Operacional da PRF, onde se encontravam os fiscais do MAPA que recolheram uma amostra do produto para análise. Através de consulta aos sistemas, foi constatado que a empresa que estava vendendo a mercadoria não possui registro de estabelecimento produtor, portanto não pode comercializar esse tipo de produto.

Diante das circunstâncias, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Civil, em Rondonópolis.

SECOM PRF MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt
Para emergências e denúncias, ligue 191

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende homem por receptação de caminhão e semirreboque roubados

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um caminhão tipo carreta com semirreboque roubados foram recuperados pela Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (16.09), durante investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. Um homem, de 34 anos, que estava em posse dos veículos foi preso em flagrante pelos crimes de receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Os policiais civis foram acionados via Ciosp para averiguar um caminhão Scania popularmente conhecido como “cavalo” e uma carreta com câmara fria, produtos de roubo majorado ocorrido no dia 15 de setembro, na cidade de Campo Verde.

De imediato a equipe da Derf-Cuiabá foi até o local no Distrito Industrial, região do bairro Pascoal Ramos, onde surpreenderam o suspeito em posse dos veículos que já estavam com as placas adulteradas. 

Em seguida, os investigadores deslocaram-se até o endereço do suspeito no bairro Pedra 90, e localizaram mais uma carreta possivelmente produto de origem ilícita em razão desse veículo apresentar visíveis sinais de adulteração. 

Diante do flagrante o suspeito foi conduzido para a Derf-Cuiabá, interrogado e autuado por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Em checagem no sistema foi verificado que ele contumaz na prática desses crimes.

Após a confecção dos autos, o preso foi encaminhado para uma unidade prisional na Capital, ficando à disposição da Justiça. 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana