conecte-se conosco


Policial

PRF apreende carga de carvão, com reaproveitamento de Guia Florestal e Nota Fiscal, em Sorriso/MT

Publicado


Na madrugada de quarta-feira (21), por volta das 00 hora e 27 minutos, a equipe PRF realizava fiscalização do transporte rodoviário de cargas no km 733.0 da br 163, no município de sorriso, quando abordou o veículo M.BENZ/l 1620, cor azul, que transportava carvão vegetal com nota fiscal e guia florestal GF3/MT declarando 50,0m³ de carvão, com origem em Cláudia/MT com destino a Várzea Grande/MT, ambas emitidas em 15/10/2020, com vencimento em 21/10/2020.

Pela pequena distância entre o município de origem e o destinatário, houve a suspeita de reaproveitamento da Guia Florestal (e concomitantemente da NFe), uma vez que a carga era transportada no último dia de validade em transporte, o que permite mais de uma viagem com a carga.

A equipe questionou o condutor, de 33 anos, acerca da quantidade de viagens executadas, nisso o condutor afirmou que era a terceira viagem com essa documentação.

Consultado o Sisflora/MT, verificou-se que a guia encontra-se com status de “Ativa”, o que mostra que a empresa destinatária, que recebeu a 1ª e 2ª viagens da carga e deveria ter efetuado o recebimento no sistema, conforme normatizado, não o fez, dessa forma concorrendo para que houvesse o “reaproveitamento”, contrariando o disposto no § 2º do Art. 35 da IN 21/2014 Ibama, incorrendo no crime previsto no Art. 46 da Lei 9605/98, Lei dos Crimes Ambientais.

Qualifica-se ainda o emitente da carga pelo cometimento, em tese, do mesmo crime.

 

Ao condutor foi dada ciência da confecção deste Termo Circunstanciado, não se opondo à assinatura no Termo de Compromisso de Comparecimento.

SECOM PRF MT
E-mail: [email protected]
Instagram: @prfmt_oficial
Para emergências e denúncias, ligue 191

Fonte: PRF MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Foragido da Justiça de Rondônia por diversos crimes é localizado em Cuiabá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol) da Polícia Civil localizou nesta quarta-feira (24.11) mais um foragido da justiça e procurada na região Norte do País pelo crime de extorsão mediante sequestro. Ele foi localizado no bairro do Porto, em Cuiabá, após diligências realizadas pelo Núcleo de Busca e Capturas da Polinter de Mato Grosso.

Considerado de alta periculosidade, o homem de 36 anos estava com mandado de prisão decretado pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Ariquemes, em Rondônia, onde ele responde por crimes de porte ilegal de arma de fogo e roubo qualificado, sendo condenado a 12 anos de reclusão.

O foragido foi preso anteriormente pela participação em um crime de extorsão mediante sequestro praticado em outubro de 2008, na cidade de Monte Negro, também no interior de Rondônia. Na ocasião, o filho de um empresário do ramo madeireiro foi sequestrado por duas pessoas armadas e encapuzadas, quando entrrava em seu veículo. Os sequestradores exigiram 1 milhão de reais como pagamento para libertar o rapaz, que ficou mantido em dois cativeiros distintos, nos municípios de Vilhena e Ariquemes. Posteriormente, após o pagamento de parte do resgate, a vítima foi libertada. Com a evolução das investigações, os envolvidos no sequestro foram presos.

As diligências da Polinter para localização do foragido contaram com da equipe do Núcleo de Pessoas Desaparecidas da DHPP de Cuiabá.

Após encaminhado à sede da Polinter para formalização do mandado de prisão, ele foi enviado a uma unidade prisional de Várzea Grande, onde permanecerá a disposição do Poder Judiciário.

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Operação afasta secretário e cumpre buscas em residência e gabinete do prefeito de Rondonópolis

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso e Ministério Público Estadual desencadearam nesta quarta-feira (25.11), em Rondonópolis, a segunda fase da Operação Stop Loss, que investiga a ocorrência de superfaturamento e outras irregularidades na aquisição de materiais de consumo, com dispensa de licitação, para o combate à pandemia da Covid -19 pela prefeitura do município.

Os mandados judiciais são cumpridos pelas equipes da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) e grupo operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Criminal), com apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

As novas medidas cautelares foram requeridas pelo MPE, por meio do Naco, em conjunto com a Polícia Civil, à Turma de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

O desembargador Juvenal Pereira da Silva deferiu medida cautelar de afastamento do exercício da função do secretário de Administração de Rondonópolis, Leandro Junqueira Arduini, e mandados de buscas e apreensões nos endereços residenciais do secretário e do prefeito José Carlos Junqueira de Araújo, como também nos gabinetes dos respectivos alvos, na Prefeitura Municipal.

Na primeira fase da operação ‘Stop Loss’, realizada em junho deste ano, a partir de informações do Ministério Público de Contas os investigadores detectaram o superfaturamento em itens contratados na Dispensa de Licitação nº 38/2020 destinada à aquisição de materiais de limpeza, tendo como justificativa de urgência a pandemia da Covid-19, aquisição ratificada pelo chefe do Executivo municipal.

A segunda fase demonstra o acerto na execução da primeira etapa da operação, pois com novos elementos coletados, surgiu o provável envolvimento de mais um secretário da prefeitura, havendo indicativos da formação de uma estrutura criminosa instalada no Executivo municipal.

Com a deflagração desta nova fase, os investigadores pretendem coletar novas informações e robustecer, ainda mais, os elementos informativos para que haja o esclarecimento completo dos ilícitos praticados, com a devida responsabilização dos envolvidos.

 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana