conecte-se conosco


Registro Geral

Preparado, Fabio Garcia causa boa impressão entre líderes no Senado Federal

Publicado

Senador Fábio Garcia, o Fabinho (União Brasil), chamou atenção de líderes nacionais pelo preparo e estilo “ajeitado” para lhe dar com a carreira política

O primeiro-suplente de senador, Fábio Gracia, o Fabinho, agradou os cardeais da política brasileira com assento no Congresso Nacional. Ele ocupa a vaga do titular, Jayme Campos, que tirou licença de 121 dias. Segundo fonte da coluna, a direção nacional do União Brasil, partido de Fabinho, se impressionou com o preparo do jovem político. Inclusive, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, foi alertado quanto ao futuro de Garcia na política mato-grossense. “Os líderes do UB já sabem acerca do potencial do Fabinho. Eles vão investir na carreira dele, que deve governar Mato Grosso num futuro próximo”, revelou influente jornalista que cobre o cotiado do senado há mais de 30 anos.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Registro Geral

Sem adversário de peso, Mauro deve vencer reeleição com votação recorde no Brasil

Publicado

Mauro Mendes se aproxima dos povos originários; reeleito, Mendes pode concorrer a cargos de relevo nacional, em 2026 [Foto – Mayke Toscano]

Com o deserto de lideranças políticas regionais, o atual governador, Mauro Mendes (União Brasil), deve conquistar à reeleição com votação recorde em nível nacional. Além de vencer o pleito ainda no primeiro turno, Mendes deve cravar cerca de 70% dos votos válidos, o que lhe deve conferir a marca de campeão de votos, proporcionalmente, do País. Caso confirme no próximo dia 2 outubro que vem apontando as pesquisas de opinião, o governador mato-grossense pode pensar em projetos mais altos, como concorrer a cargos majoritários, vice ou presidência da República, em 2026.

Continue lendo

Registro Geral

Em acordo com Botelho, ex-governador descarta disputar presidência do Legislativo

Publicado

Ex-governador, Júlio Campos (DEM), e o atual presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), devem ser os nomes mais votados em Várzea Grande para o cargo de deputado estadual

Caso seja eleito deputado estadual no próximo dia 2 de outubro, o ex-governador, Júlio Campos (União Brasil), não vai peitar disputa pela presidência da Assembleia Legislativa. Segundo fonte da coluna, Julinho deve apoiar o colega de legenda, Eduardo Botelho, atual chefão da Casa de Leis. Porém, no último biênio (25/26), Campos receberá apoio incondicional de Botelho para presidir o Legislativo. Com a estratégia, Júlio pretende comandar a Mesa Diretora apenas nos dois últimos anos de seu mandato, o que lhe assegura visibilidade eleitoral para concorrer ao cargo de senador, em 2026. “Eles (Botelho e Júlio) firmaram pacto com base no fio do bigode. Um apoia o outro em momentos alternados da eleição para escolha do nome que vai presidir o Parlamento na próxima legislatura”, revelou a fonte.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana