conecte-se conosco


Educação

Prêmio Capes vai distribuir R$ 5 mil para os primeiros mil colocados

Publicado

Cerca de 20 mil participantes devem fazer a prova do Prêmio CAPES Talento Universitário no domingo (8). Segundo a Capes, o prêmio será utilizado para direcionar futuras políticas públicas de ensino. O exame vai distribuir R$ 5 mil para os primeiros mil colocados na prova, num investimento de R$ 5 milhões. O resultado será divulgado em fevereiro de 2020.

A prova ocorre em 60 cidades das 27 unidades da federação. Os portões serão abertos às 13h e fechados às 14h, no horário de Brasília. As provas terão 80 questões de múltipla escolha e o cartão de resposta deve ser preenchido com caneta esferográfica de tinta preta.

Para realizar a prova, os candidatos devem apresentar documento de identificação válido. São aceitos: Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com fotografia, Carteira de Trabalho e Previdência Social; emitida após 27 de janeiro de 1997; Certificado de Reservista; Passaporte; Identidade expedida pelo Ministério da Justiça para estrangeiros, inclusive aqueles reconhecidos como refugiados; Protocolo Provisório de Solicitação de Refúgio emitido pelo Departamento de Polícia Federal; Carteira de Registro Nacional Migratório; Documento Provisório de Registro Nacional Migratório; Identificação fornecida por ordens ou conselhos de classes que por lei tenha validade como documento de identidade; Certificado de Dispensa de Incorporação; Identidade funcional.

Leia Também:  Prazo para inscrição para preeenchimento de cargos na Educação termina neste domingo

Segundo as regras do exame, será eliminado quem iniciar as provas antes da autorização do aplicador e também não se identificar no retorno à sala de prova quando for ao banheiro, antes do fechamento dos portões. Também será eliminado quem realizar anotações em qualquer documento que não seja a folha de resposta e a prova; e quem não entregar ao aplicador a prova e a folha de resposta ao sair em definitivo a sala de prova.

Os candidatos também não podem manter os aparelhos eletrônicos ligados durante a prova; e portar, fora da embalagem fornecida pelo aplicador, lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, réguas, corretivos, livros, manuais, impressos, fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador e/ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens. Igualmente, consta da lista de proibições usar óculos escuros e artigos de chapelaria durante a realização das provas; e portar armas de qualquer espécie (exceto quem tem autorização legal para o uso).

 

 

Edição: José Romildo

Fonte: EBC Educação
Leia Também:  Diretor da OEI destaca importância da cultura para a cidadania
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Educação

Por problemas técnicos, Unitins não selecionará candidatos pelo Sisu

Publicado

Por problemas técnicos, a Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) informou hoje que não selecionará estudantes para o semestre 2020/1 por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). “A equipe da Unitins aguardava retorno do Inep/MEC até esta segunda-feira, 20, para habilitar a seleção, mas não houve sucesso”, informou em nota.

O Ministério da Educação afirmou que a universidade não concluiu a adesão pelo sistema, conforme cronograma de adesão das instituições ao processo seletivo do Sisu. “O MEC reitera, ainda, que foram enviados comunicados alertando sobre as datas de adesão. A Unitins não concluiu a adesão pelo sistema”.

Ainda por meio do comunicado, a Unitins disse que seguirá com as tratativas junto ao Ministério da Educação para retomar a seleção de alunos via Sisu

“A Unitins reforça o compromisso social junto aos candidatos e manterá os esforços para sanar o problema técnico junto ao MEC para que a seleção via Sisu seja retomada nos próximos vestibulares”, disse a instituição.

Para não prejudicar os alunos, a instituição abriu Chamada Especial para a matrícula dos classificados que preencheriam as vagas que seriam destinadas ao Sisu. 

Edição: Denise Griesinger
Tags: unitins MEC Sisu

Fonte: EBC Educação
Leia Também:  Museus de todo o país têm programação especial a partir de hoje
Continue lendo

Educação

Cerca de 70% das inscrições do Sisu são feitas por dispositivos móveis

Publicado

Cerca de 70% das inscrições do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm sido feitas por dispositivos móveis, como celulares e tablets. Segundo o Ministério da Educação, até o início da tarde, 2.095.174 inscrições foram realizadas por 1.108.434 pessoas. Cada candidato pode sinalizar o interesse em até dois cursos.

De acordo com o MEC, a lentidão no acesso ao sistema acontece em virtude da adaptação ao novo modelo adotado nesta edição. A partir deste ano, o sistema está em nuvem, fora dos servidores da pasta, para viabilizar que mais usuários possam acessar ao mesmo tempo, adaptar o portal para aparelhos mobile e economizar recursos. O sistema já registrou 7 mil inscrições por minuto.

O Sisu é a principal maneira de acessar o ensino superior público com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), divulgada na semana passada. Para participar da seleção, é obrigatório não ter zerado a redação na edição de 2019 do exame. Neste semestre, são 237.128 vagas em 128 instituições de ensino superior públicas de todo o país. A inscrição é gratuita e deve ser feita na página do participante.

Leia Também:  A um mês do Enem, escolas contam como contornam ansiedade de alunos

Saiba como usar a nota do Enem para ter acesso ao ensino superior:

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Educação
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana