conecte-se conosco


AMM

Prefeituras conhecem projeto “Juntos pelo Araguaia”

Publicado

Representantes do poder Municipal de Guiratinga, Tesouro, Alto Taquari, General Carneiro e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato) estiveram na sede da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) na última sexta-feira (30.05) para conhecer o projeto “Juntos pelo Araguaia”. O projeto que será lançado no Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de junho, foi idealizado como maior programa de revitalização de bacia hidrográfica por meio de um esforço conjunto entre os governos Federal, de Mato Grosso e de Goiás.

Durante o encontro, a secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti, enfatizou que não se trata de uma ação de comando e controle, mas um projeto para auxiliar os produtores, especialmente, pequenos e médios, na recuperação das áreas degradadas já declaradas no Cadastro Ambiental Rural (CAR). “Este é sem dúvidas um projeto ousado, devido ao tamanho que iremos abranger, e que só será possível por meio esforço conjunto dos três níveis do poder executivo: Federal, Estadual e Municipal e engajamento dos produtores rurais. É primordial que todos atuem em prol de um objetivo único: a vida do rio Araguaia”, destacou a gestora.

“O que eu pensei [em relação ao projeto] foi exatamente o que escutei: acabarmos com o assoreamento dos rios e recuperar nossas cabeceiras. Eu já havia escutado que até mais ou menos 2050 estaremos praticamente sem água”, projetou o prefeito de Guiratinga, Humberto Domingues, ao elogiar o projeto que visa, entre outras coisas, conter as voçorocas e manter o fluxo de água do rio Araguaia para as gerações atuais e futuras.

Na próxima terça-feira, 04 de junho, será apresentado os produtores da região o detalhamento do projeto durante o I Seminário Técnico “Juntos pelo Araguaia”. Pesquisadores das universidades federais de Goiás e Mato Grosso irão apresentar dados sobre a atual situação do rio e, em um segundo momento, serão explicados os objetivos do projeto e quais os resultados esperados para o rio Araguaia. O evento será realizado no Auditório da Câmara Municipal de Aragarças, em Goiás.

“Juntos pelo Araguaia” prevê a recuperação de 10 mil hectares de áreas degradas em 27 municípios da região, sendo 5 mil em cada um dos Estados, Mato Grosso e Goiás. Na primeira etapa, o objetivo é recompor as florestas protetoras de áreas de preservação permanente e manejar pastagens e atividades agropecuárias com tecnologias de agricultura de baixo carbono, bem como implantar sistemas agroflorestais nas zonas de recarga de aquíferos, nas cabeceiras e nos afluentes que formam o Rio Araguaia.

Privilegiando as cabeceiras do rio que corta cinco Estados em um percurso de 2600 quilômetros, a área de abrangência da atuação em Mato Grosso engloba os municípios que compõem o Comitê de Bacia Hidrográfica do Alto Araguaia: Alto Taquari, Alto Araguaia, Alto Garças, Araguainha, Ponte Branca, Ribeirãozinho, Torixoréu, Guiratinga, Pontal do Araguaia, Tesouro, General Carneiro, Barra do Garças.

Lançamento

Na quarta-feira (05), o presidente da República, Jair Bolsonaro, irá assinar um protocolo de intenções com os governadores Mauro Mendes e Ronaldo Caiado. Durante o evento, também será firmado um acordo de cooperação técnica entre as secretarias de Meio Ambiente dos Estados de Goiás (Semad) e Mato Grosso (Sema) e os ministérios do Meio Ambiente e do Desenvolvimento Regional.

Experiência

Baseado na experiência comprovada do Instituto Espinhaço em Minas Gerais, o projeto é o maior programa público de recuperação e revitalização de bacia hidrográfica no país. Em solo mineiro, o projeto “Semeando Florestas, colhendo águas na Serra do Espinhaço” atuou na reposição florestal com mudas nativas de 2500 hectares em 61 municípios. Além dos estudos para identificação das espécies mais indicadas, a projeto também se preocupou em selecionar árvores de maior valor agregado, garantindo novas alternativas de renda aos produtores.

Serviço

I Seminário Técnico “Juntos pelo Araguaia”

Data: 04/06/2019 às 18h00

Local: Auditório da Câmara de Vereadores de Aragarças

Fonte: AMM
Leia Também:  Estão abertas as inscrições para o vestibular de Direito em Gaúcha do Norte
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

AMM

Prefeito e secretários fazem última reunião do ano em Campo Verde

Publicado

Na manhã de terça-feira (10), o prefeito Fábio Schroeter e os secretários municipais realizaram a última reunião do ano, em Campo Verde. Na pauta, a avaliação de como foram os trabalhos desenvolvidos ao longo de 2019 e as perspectivas para o próximo ano.

De acordo com o prefeito Fábio Schroeter, a exemplos de anos anterior, 2019 foi um ano muito bom para a Administração Municipal, com realizações importantes e que impactaram positivamente na vida da população local.

“Procuramos, dentro das possibilidades, desenvolver um trabalho que atendesse as necessidades da comunidade sem comprometer nossa capacidade financeira. Assim, realizamos aquilo que era necessário e conseguimos honrar nossos compromissos com fornecedores e com os nossos servidores”, disse o prefeito.

Mais uma vez, o prefeito pediu aos secretários que mantenham o comprometimento de atender a todos com presteza e atenção, e que continuem atuando de forma a fazer com que Campo Verde continue sendo uma cidade que orgulha seus moradores e encanta os visitantes. 

Fonte: AMM
Leia Também:  Prefeito de Cáceres participa de Encontro Nacional de Prefeitos
Continue lendo

AMM

Ponte de Ferro do Rio Coxipó recebe ação de reparo em Cuiabá

Publicado

A histórica Ponte de Ferro do Rio Coxipó, situada na Avenida Fernando Corrêa da Costa, está recebendo um trabalho de reparo. A ação da Prefeitura de Cuiabá tem como objetivo garantir a preservação da estrutura e a segurança de milhares de pedestre que, diariamente, utilizam o local como ponto de travessia.

A intervenção se fez necessária por conta do aparecimento de buracos no assoalho, ocasionados pelo envelhecimento da madeira. Após uma vistoria, a Secretaria de Obras Públicas deu andamento à aquisição dos materiais necessários para a restauração, que é executada por mão de obra do próprio Município e deve ser finalizada ainda nesta semana.

“A parte da troca do madeiramento está quase finalizada e, a partir disso, restarão apenas os retoques finais. Por ser uma estrutura que não pode ter suas características modificadas, todos os anos fazemos essa ação de reparo, visando eliminar qualquer tipo de risco à integridade daqueles que costumam transitar pelo local”, explica o secretário Vanderlúcio Rodrigues.

HISTÓRIA

Tombada como patrimônio histórico e cultural do Estado em 1984, a Ponte de Ferro do Rio Coxipó foi levantada em 1896. À época, a estrutura tornou-se um marco para a economia de Mato Grosso, facilitando a entrada de mercadorias e a expansão do comércio local. Teve ainda um importante papel para a comunidade do Coxipó, sendo a principal ligação à área urbana.

Além disso, a estrutura carrega consigo um valor arquitetônico, já que, com uma estrutura metálica importada da Europa, sua construção foi baseada nos padrões da Torre Eiffel, na França. Em 1995 a ponte foi derrubada por uma enchente e novamente entregue à população em 2009, depois de passar por um completo processo de restauração.

Fonte: AMM
Leia Também:  Estão abertas as inscrições para o vestibular de Direito em Gaúcha do Norte
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana