conecte-se conosco


Várzea Grande

Prefeitura oferece capacitação sobre prontuário do paciente para profissionais da Saúde

Publicado

Foi realizada nesta quarta-feira, 10, no auditório do Hospital e Pronto Socorro Municipal de Várzea Grande (HPSVG), a 2º Oficina sobre Prontuário do Paciente. A proposta do evento é levantar o diálogo sobre a importância das várias fases do prontuário e a contribuição de cada profissional em cada etapa. Cerca de 30 servidores de vários setores da unidade estiveram presentes na ocasião, que teve inicio as 14h30. 

O evento foi realizado pela Comissão de Revisão de Prontuário, composta por servidores do HPSMVG, com apoio da Coordenação de Enfermagem, Serviço do Prontuário, faturamento, Farmácia, Núcleo de Segurança do Paciente e Núcleo de Educação Permanente. 

A gestora pública e integrante da comissão que está organizando o evento, Akeslayne Camargo, explica que o objetivo da capacitação é pontuar juntos aos servidores que manuseiam os prontuários, a importante do alinhamento entre os setores para o documento em questão. Porque segundo ela um erro no percurso do prontuário compromete o faturamento do paciente, ocasionando maiores problemas para o hospital, não somente financeiro, mas, também administrativos.  

Leia Também:  Prefeitura comemora o dia da merendeira em evento de confraternização

“Estamos visando uma “Melhor Organização”. Um dos itens mais importantes analisados e pontuados pelo Ministério da Saúde e que acima de tudo garante a segurança ao paciente efetivando a gestão da qualidade é o Prontuário do Paciente, por isso esse documento é tão importante tanto para a instituição como também para o paciente”, explica a gestora publica que atua no Hospital e Pronto Socorro. 

O prontuário do paciente é definido pelo Conselho Federal de Medicina como sendo: documento único constituído de um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada, de caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a continuidade da assistência prestada ao indivíduo e considerada de elaboração obrigatória pelo Código de Ética Médica. 

Akeslayne explica que o prontuário do paciente é tão valioso, sigiloso e legal, que qualquer extravio pode ser comunicado à autoridade policial, para abrir um Boletim de Ocorrência. Apesar de ser uma linguagem técnica, o prontuário pertence ao paciente, ajuda a esclarecer dúvidas sobre exames e condutas terapêuticas que o mesmo deve seguir, e serve principalmente para facilitar a comunicação entre os profissionais da saúde, seus pacientes e familiares. “São essas questões que vamos passar aos servidores para que saibam a importância do documento e as consequências, caso haja algum erro, seja ele administrativo ou técnico”.   

Leia Também:  Saúde faz testes preventivos da sífilis no Terminal André Maggi e no Várzea Grande Shopping

A oficina segue sua última etapa em grupo. Nas próximas reuniões a Comissão de Revisão de Prontuário irá se reunir com os funcionários de cada setor para tratar do assunto especificamente de acordo com os serviços executados por cada um. “Nossa ideia é levantar as deficiências e buscar corrigi-las juntos aos funcionários de uma forma que fique bem claro ao servidor de como fazer para que a manipulação do prontuário esteja alinhada com as questões administrativas do Sistema Único de Saúde”, finaliza.  

Por: Letícia Kathucia – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Várzea Grande

Projeto escolar recicla mais de 12 toneladas de materiais reutilizáveis

Publicado

Os alunos das escolas da rede municipal de Ensino de Várzea Grande finalizaram as atividades do Projeto 3Rs “ Reciclar é bom, reutilizar é melhor e reduzir é melhor ainda” em evento realizado na manhã da última sexta-feira, 8/11, na Escola Municipal de Educação Básica – EMEB “Profa. Irenice Godoy de Campos Silva”, do bairro Jardim Imperial. Este ano, as escolas conseguiram recolher 12.258 quilos de resíduos para a reciclagem.

De acordo com o professor Vagner César Barros, da Coordenação da Educação Ambiental da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, este ano, o Projeto 3 Rs, realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, teve a participação de dez escolas da rede municipal, que ao longo do ano, desenvolveram atividades pedagógicas, de estudo, pesquisa em sala de aula, de campo e visitas a empresas, com a finalidade de refletir sobre a sustentatibilidade (Reduzir, Reutilizar e Reciclar). O projeto propôs ações práticas que visam minimizar o desperdício de materiais e produtos, além de poupar a natureza da extração inesgotável de recursos. “A proposta do projeto é mostrar que adotando estas práticas, é possível diminuir o custo de vida reduzindo gastos, além de favorecer o desenvolvimento sustentável.” Disse o coordenador.

Leia Também:  Começa hoje em Várzea Grande a aplicação da Prova Brasil

O evento contou com a participação de alunos da EMEB “Profa. Rita Auxiliadora de Campos Cunha” que apresentaram uma peça teatral, com acompanhamento musical de alunos da escola Irenice Godoy.

O encerramento do Projeto 3 Rs foi marcado pela entrega de certificados de participação as empresas parceiras Reciclate e Fábrica de Refrigerantes Marajá, e também da entrega de certificado e premiação às escolas participantes de acordo com a quantidade de resíduos coletados.

A superintendente Pedagógica, Gonçalina Rondon, parabenizou alunos, professores e diretores pela participação no Projeto 3Rs que, de acordo com ela, assegura aos alunos uma maior conscientização quanto as questões de sustentabilidade e preservação do meio ambiente. “Eles aprendem desde pequenos a importância da reciclagem e seu papel como protagonista na defesa e no futuro sustentável de nosso planeta” destacou.

A escola primeira colocada no recolhimento de resíduos de 2019 foi a EMEB “Profa. Rita Auxiliadora de Campos Cunha”, com 3.655 quilos de materiais reciclável recolhidos, seguida pela EMEB “Profa. Irenice Godoy de Campos Silva”, com 1.728 quilos de resíduos recolhidos.As demais unidades participantes foram as EMEBs Ednilson Francisco Kolling, Maria Joana da Silva Almeida, Maria Barbosa Martins, Libia da Costa Rondon, Joaquim da Cruz Coelho, Manoel João de Almeida, Abdala Jose de Almeida e Faustino Antonio da Silva.

Leia Também:  Saúde faz testes preventivos da sífilis no Terminal André Maggi e no Várzea Grande Shopping

   

Por: Fred Nogueira – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Várzea Grande

Fórum da Região Turística Metropolitana discute  formas para alavancar e desenvolver o turismo regional

Publicado

A Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo, promoveu nesta quarta-feira (13), Fórum da Região Turística Metropolitana – Cuiabá/Várzea Grande. A finalidade do Fórum é desenvolver projetos específicos, por meio de uma nova concepção em fazer e desenvolver o turismo, buscando parcerias, estimulando investimentos e aproximando as pessoas no processo de desenvolvimento das atividades relacionadas ao turismo local.

O Fórum servirá como opção para investimentos, gerando renda e empregos, em uma região polarizada por Cuiabá e Várzea Grande, portão de entrada dos turistas, em Mato Grosso, e com posição geográfica privilegiada ampliando ainda mais o potencial. O evento foi  realizado no auditório do Hotel Ceolatto.

O evento foi promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Econômico e Turismo e contou com a participação de representantes dos conselhos municipais de Turismo, empreendedores do setor e agentes que movimentam a economia ligada ao turismo da região, como comerciantes, hoteleiros e prestadores de serviços.

Representando o município, o secretário de Desenvolvimento Urbano e presidente do Fórum da Região Turística Metropolitana de Cuiabá e Várzea Grande, José Roberto Amaral de Castro disse que o encontro teve o intuito de discutir a regionalização e seus avanços, bem como os rumos do turismo conciliado com o desenvolvimento de outros setores da região turística.

Leia Também:  Projeto ‘Alegria na Praça’ levou lazer e entretenimento neste último domingo ao bairro Jardim Eldorado

"É uma oportunidade para grandes discussões sobre como o turismo, visto de maneira Regional e não apenas local (Cuiabá/Várzea Grande), favorecerá a criação de novas vagas de emprego e fomento de renda. A Região Turística Metropolitana favorece a implantação de diversas atividades turísticas, que por consequência dos serviços prestados, possibilita a criação de diversas novas vagas de empregos, diretos e indiretos. Por este motivo, discutir a integração entre os municípios é essencial para um avanço nesta política pública e fomento ao setor”, sublinhou o secretário, José Roberto.

Segundo o secretário adjunto de Turismo do Estado de Mato Grosso, Jefferson Preza Moreno, o Fórum possibilita a discussão ampla e transversal de todas as áreas que dialogam com o turismo. “É uma forma de explorar as potencialidades que o setor oferece, visando sempre à melhoria da oferta de serviços. Além disso, o Fórum pretende promover a integração do turismo na Região Turística Metropolitana, mostrando como o setor público pode colaborar para o desenvolvimento do trade turístico de cada região do Estado”, destacou.

“O encontro oportunizou a integração entre os pares, criando um importante movimento para buscar estratégias e melhorias para a promoção do turismo, alimentar a cadeia produtiva, criar mais empregos e fomentar a economia local”, sintetiza o presidente do Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade de Mato Grosso, Manoel Prolópio.

Leia Também:  Prefeitura comemora o dia da merendeira em evento de confraternização

Já o secretário de Governo de Várzea Grande, Kalil Baracat destacou a importância do evento para o futuro da Região Turística Metropolitana. “Estamos buscando meios para, cada vez mais, promover os atrativos turísticos da cidade a fim de estimular e fortalecer o desenvolvimento de Várzea Grande”, sublinhou o secretário.

O evento contou com palestras sobre a Importância da Instância de Governança Regional do Turismo (IGR) no desenvolvimento do Turismo de Mato Grosso.

Por: Cláudia Joséh – Secom/VG

Fonte: Prefeitura de Várzea Grande
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana