conecte-se conosco


Cuiabá

Prefeitura divulga painel de casos de Covid-19 em Cuiabá deste sábado (30)

Publicado


.

Neste sábado (30), Cuiabá tem 723 casos confirmados de residentes no município e 241 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Destes, 193 já estão recuperados da doença e houve 9 óbitos de residentes e 13 de não residentes. Na rede hospitalar há 89 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 53 na UTI e 36 em enfermaria. Também estão internados 92 pacientes com suspeita da doença, sendo 38 na UTI e 54 em enfermaria.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Cuiabá

Abordagem preventiva e de conscientização é marca da fiscalização no toque de recolher

Publicado


.

Diariamente, antes das 22h30 às 5h e, a partir desta sexta-feira (03) com horário extendido, das 20h às 05h, as equipes de fiscalização do toque de recolher, coordenadas pela Secretaria Municipal de Ordem Pública (Sorp), têm percorrido a Capital para garantir o cumprimento do Decreto nº 7.925, que visa manter o isolamento social no período noturno, como forma de evitar a proliferação no novo coronavírus. Além disso, durante o dia também são feitas fiscalizações no comércio da cidade, atendendo aos chamados que chegam pelo Disque-denúncia da Secretaria (65 3616–9614).

Conforme o secretário municipal de Ordem Pública, Leovaldo Sales, a atual pandemia se mostrou um momento de conflito para todas as pessoas que se veem entre a necessidade de trabalhar e o impedimento de fazer aglomerações e isso tem sido levado em consideração pelos fiscais, que estão preparados para contribuir da melhor maneira possível com a contenção da Covid-19. “Nosso corpo de fiscalização é bastante profissional. Nós preparamos os nossos fiscais no sentido de nunca deixar escapar essa abordagem preventiva, orientativa e, principalmente, esse relacionamento humanizado que caracteriza a gestão Emanuel Pinheiro”, afirma.

A postura do secretário vai ao encontro à do prefeito Emanuel Pinheiro, que classifica o momento como uma excepcionalidade, no qual é preciso contar com a compreensão de todos os cidadãos. “Acima de tudo, a saúde e a vida das pessoas. Estamos tentando tanto quanto possível equilibrar o impacto sanitário quanto o impacto econômico para garantir o trabalho, para garantir a geração de renda, o salário do trabalhador”, enfatiza Pinheiro.

O caráter preventivo e a abordagem humanizada da fiscalização tem seu reflexo no número de denúncias atendidas na primeira semana da operação toque de recolher: 117 registradas pelo Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). Conforme Leovaldo Sales, o número é considerado razoável para uma capital e tende a diminuir.

Quando os fiscais chegam ao estabelecimento ou evento onde há descumprimento das regras de isolamento social, procuram o responsável e explicam a ele qual sua participação e importância no combate à propagação do coronavírus. “Nós temos tido uma aceitação e temos tido uma eficiência muito interessante dentro de Cuiabá”, aponta o secretário de Ordem Pública. 

Uma exceção, segundo Sales, são os mais jovens. “É um público que está chegando num limite e que não suporta mais ficar dentro de casa. Então, qualquer alternativa fora, ele vai tentar correr o risco de transmitir”, acrescenta.

Com relação ao futuro das ações de fiscalização durante a pandemia, o secretário destaca que a Sorp está preparada para novas medidas que venham a ser implementadas — como a ampliação do horário do toque de recolher — e que tem apresentado diariamente ao prefeito Emanuel Pinheiro as informações referentes ao andamento dos trabalhos. 

“Cuiabá procurou e tem procurado fazer o dever de casa desde o começo, antecipando várias medidas. O prefeito Emanuel Pinheiro tem sido muito determinado naquilo que ele pensa que protege a saúde pública e ele pensa de uma maneira muito correta, muito efetiva, enfrentando inclusive críticas. Mas ele não tem mudado a sua opinião em defesa da saúde pública dos brasileiros que moram em Cuiabá”, avalia o secretário.

 

Continue lendo

Cuiabá

Assistência Social segue com ações voltadas à população em situação de rua durante pandemia

Publicado


.

A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência continua com ações voltadas para o atendimento da população em situação de rua nesse momento de enfrentamento ao novo Coronavírus. Até o momento, mais de 40 mil marmitas já foram distribuídas em pontos estratégicos da Capital.

Os trabalhos são realizados pela equipe de abordagem, de segunda a sábado, sendo entregues 450 refeições por dia: 200 no Aterro Sanitário e 250 em diferentes pontos da cidade. O trabalho teve início no final do mês de março, período em que a Prefeitura adotou várias medidas de enfrentamento a Covid-19.

“Kits de higiene pessoal, álcool em gel, máscaras e cobertores também foram entregues”, disse a secretária Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Hellen Ferreira.

Além disso, ações contínuas de sensibilização da população em situação de rua estão sendo realizadas pela equipe de abordagem, que esá trabalhando para abrigar o maior número de pessoas nas unidades de acolhimento do Município.

“Vale ressaltar que, as ações de acolhimento emergencial da população em situação de rua nesse momento de enfrentamento a Covid-19 vem sendo realizadas diuturnamente pelas equipes dos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) da Capital”, ressaltou.

Atualmente, a rede de Assistência conta com três unidades dos albergues municipais, sendo o Manoel Miráglia, da Guia e do Porto. Além desses, está em funcionamento o programa Hotel Albergue, por meio de uma parceria realizada com uma Rede de Hotéis, sendo mais um ponto de apoio para abrigar essas pessoas.

“Graças a sensibilização da gestão e todos os esforços da primeira-dama Márcia Pinheiro, estamos alcançando êxito em nossos trabalhos. Estamos muito satisfeitos com os resultados. Aos poucos, estamos conscientizando as pessoas em situação de rua sobre a importância do isolamento social nesse momento de pandemia do novo Coronavírus”, pontuou.

Conforme levantamento, o “Hotel Albergue” abriga hoje 114 pessoas em situação de rua, sendo a maioria das vagas ocupadas por homens. Já nos Albergues Municipais estão 125 pessoas abrigadas, sendo 46 no Albergue Manoel Miráglia, 49 no Albergue do Porto e 29 no Albergue da Guia. Cada unidade tem capacidade de atendimento de até 50 pessoas.

A distribuição das vagas é feita de acordo com o perfil de cada um. Os albergues municipais são para pessoas em trânsito ou que vieram para Cuiabá e não conseguem voltar de imediato.

Já o “Hotel Albergue” é para aquelas pessoas que já estão há algum tempo em lugares de grande concentração desse público, como o Morro da Luz, Praça do Porto, Rodoviária e Beco do Candeeiro. 

Na oportunidade, a secretária fez questão de pontuar sobre a necessidade em conseguir encaminhá-los para uma das unidades de acolhimento e fazer com que elas entendam e percebam a importância do isolamento social nesse momento de enfrentamento ao novo Coronavírus. “Quero aqui esclarecer que, muito mais que o aceite da pessoa em situação rua, nossa missão é conseguir fazer com que ela permaneça em uma de nossas unidades de acolhimento. Todos os dias ocorrem desligamentos voluntários devido a dificuldade de permanecer em isolamento social. Por isso, o número muda de um dia para o outro conforme as ações de acolhimento e desligamento”, esclareceu Ferreira.

“Esse trabalho de sensibilização é permanente. É meta do nosso prefeito Emanuel Pinheiro e da nossa primeira-dama Márcia Pinheiro oferecer acolhimento para o maior número possível de pessoas em risco de vulnerabilidade social. Sabemos que muitos ainda são resistentes, mas com esse trabalho contínuo, aos poucos, vamos alcançando os resultados esperados”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana