conecte-se conosco


Várzea Grande

Prefeitura disponibiliza números para denúncias no descumprimento do decreto municipal

Publicado


.

02/07/2020    1

A Prefeitura de Várzea Grande, por meio da secretaria de Governo e Vigilância Sanitária apresentam a população novos contatos telefônicos para possíveis denúncias no período da Pandemia. A medida reforça aos protocolos da Organização Mundial da Saúde e do Novo Decreto da prefeitura que endurece as regras para funcionamento do comércio em geral e que visa assegurar a promoção a saúde da população, por meio do controle de serviços e produtos nesta fase crítica da Covid-19.

Para proteção e prevenção de riscos diante de irregularidades, estão disponíveis para denúncia os seguintes números: (65) 3688.3028 (horário comercial); 0800.647.4121; 0800.646.3190 – Guarda Municipal de Várzea Grande; 190 CIOSP; denúncia por whatsapp: (65) 98468 8173; além do e-mail: [email protected]. O denunciante precisa informar o nome do estabelecimento e o endereço completo. Durante a abertura do procedimento será necessário o relato da ocorrência.

Conforme o secretário de Governo e Superintendente de Vigilância Sanitária , Cel Alessandro Ferreira da Silva, estas ferramentas foram criadas com a finalidade de aproximar o cidadão ainda mais do Poder Público e ajudar a Administração Pública a manter as regras estabelecidas nos Decretos, Federal, Estadual e Municipal sobre o controle do Covid-19. “Nesta fase há muitos questionamentos onde e como denunciar, portanto,  foram criados novos canais de comunicação com sigilo da fonte. Com isso, ampliaremos a rede de fiscalização coibindo as infrações das normas legais com participação cidadã.  Além de cumprir a ordem judicial de fechamento do comércio não essencial, o Decreto 43, reafirma aqueles setores do comércio considerados essenciais e que não tem horário de funcionamento pré-estabelecido, como as indústrias de produção, Postos de Combustíveis e farmácias  e torna taxativo que nenhum setor de gêneros alimentícios pode vender bebidas alcoólicas geladas.”, explica o secretário.

“O apoio da população é imprescindível para que a força-tarefa, composta pelos fiscais do setor de Vigilância Sanitária, Guarda Municipal , Meio Ambiente e Forças de Segurança Pública possam fazer valer o cumprimento das determinações do Comitê Municipal de Enfrentamento ao Covid-19. O objetivo é garantir a segurança e a saúde da população durante o enfrentamento do novo coronavírus”, frisa.

Com a força-tarefa, fiscais de diversas secretarias atuam para cumprir as orientações de isolamento social e funcionamento das atividades comerciais nos horários determinados e com as regras de distanciamento social e EPIs de segurança, como álcool em gel, luvas , máscaras. Nos casos em que comerciantes e estabelecimentos forem reincidentes no descumprimento do decreto, estes são autuados e têm suas atividades suspensas.

“As novas medidas são fundamentais para avançarmos na prevenção e minimizarmos os riscos de contaminação. Mas elas precisam ser adotadas de forma correta, de acordo com os protocolos higiênico-sanitários. E justamente para que o comércio possa se adequar às novas práticas é que seguem as orientações como as que envolvem uso obrigatório das máscaras, limpeza dos carrinhos e superfícies com álcool, demarcações de espaçamento de distanciamento de 1,5 mts, entre outros”, sublinha o Cel. Alessandro secretário de Governo e Superintendente de Vigilância Sanitária.

Por: Cláudia Joséh – Secom/VG

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Várzea Grande

Várzea Grande supera 5.005 curados da Covid – 19

Publicado


.

14/08/2020    7

A prefeita Lucimar Sacre de Campos e o Comitê de Enfrentamento ao Novo Coronavírus comemoraram no princípio da noite de hoje, 14 de agosto, a marca de 5.005 mil residentes em Várzea Grande curados da Covid- 19.

“Em tempos de pandemia, uma notícia alvissareira como essa é sempre bom de ser comemorada e nos estimula a continuar enfrentando a doença e alguns setores que tentam politizar um assunto tão sério e que afeta a todos indistintamente “, disse Lucimar Sacre de Campos assinalando que muitos apontam os dedos, mas são poucos que arregaçam as mangas para trabalhar em prol do povo.

Ela ponderou que diariamente medidas estão sendo adotadas, mas dentro da nova realidade, pois a Covid- 19 ainda é uma enfermidade que tem seus caminhos pouco conhecidos e que provoca reações diferentes em cada pessoa, em cada ser humano.

Lucimar Campos voltou a defender de forma paulatina e responsável, a retomada de setores da economia que acabaram estagnados por causa do momento vivenciado e ponderou que já está comprovado que se pode flexibilizar as medidas desde que todos se conscientizem de que facilitar a retomada econômica, não pode vir acompanhada de se relaxar as medidas de biossegurança como o uso constante de máscaras, de meios de higienização, de distanciamento e de outras medidas que evitam a propagação da doença.

“Volto a frisar que este momento é importante, pois temos menos de 5,9 mil casos e mais de 5.005 curados e isto demonstra que melhoramos nosso desempenho, avançamos no combate a doença e estamos também paulatinamente, tentando adotar novas medidas que ajudem a população, o comércio e a indústria a retomarem sua normalidade”, disse a prefeita de Várzea Grande.

Ela lamentou que existem setores considerados importantes como o das escolas que ainda não poderão voltar a funcionar, mas isto será passageiro e vai ser superado, mas com responsabilidade.

“Vamos vencer a pandemia porque nos unimos e buscamos o bem comum de todas as pessoas, pois a Covid- 19 não vê cor, raça, religião e, portanto, estamos estimulados para vencer mais este obstáculo que afeta a cidade e todas as pessoas indistintamente”, disse Lucimar Sacre de Campos.

 

Por: Da Redação – Secom/VG

Continue lendo

Várzea Grande

Bairro Carrapicho recebe blitz sanitária no combate ao coronavirus

Publicado


.

14/08/2020    6

Várzea Grande, por meio da secretaria de Saúde, realizou hoje (14), mais uma ‘blitz’ dentro do Plano de Ação da cidade contra a Covid-19. Atendendo a uma solicitação da secretaria de Promoção Social, os atendimentos se concentraram na Escola Municipal de Educação Básica (EMEB), ”Antônio Lino de Campos”, no bairro Carrapicho. Assim como nos dois eventos anteriores, foi ofertada à população testes rápidos para detecção do coronavírus, vacina contra a gripe, e no caso de resultados positivos, triagem, consulta médica e medicamentos para o combate aos sintomas.

Como explicou a secretária de Promoção Social, Flávia Omar, com a retomada das ações de projetos e programas realizados pela Pasta, no Município, os técnicos voltaram a estar próximos da população e assim, observando demandas. “Houve confirmação de um número significativo de registros positivos para a doença aqui no bairro e por isso pedimos para que a ação fosse ofertada à comunidade. O Carrapicho ainda é um local mais distante do Centro, o que reduz a mobilidade das pessoas. Ações como essa são estratégicas para identificar a doença e conter sua disseminação”.

Exatamente pensando no combate à doença, Marcelo Souza, açougueiro na região, foi até a escola aproveitar a oportunidade de testagem e vacinação perto da casa. Ele, esposa e os quatro filhos passaram pelos atendimentos, receberam orientação, completaram o cartão de vacinas e foram liberados pelas equipes, pois testaram negativo. “A doença é grave. Tem de ser tratada com seriedade”.

A estratégia em ir até os bairros e promover uma testagem de maior alcance tem surtido resultados. Nas duas últimas blitze, realizadas no começo do mês no Parque do Lago e no residencial José Carlos Guimarães, foram realizados 2.579 testes rápidos, dos quais 376 positivos. “O objetivo é justamente esse: identificar casos, ter um perfil dos bairros para coibir a disseminação e iniciar o tratamento de forma precoce”, explica a assessora de Gestão da secretaria de Saúde, Cláudia Figueiredo.

O secretário de Governo e coordenador da Vigilância Sanitária em Várzea Grande, coronel Alessandro Ferreira da Silva, que essas ações in loco, nos bairros, está não apenas traçando um mapa real da doença na cidade, como também preservas vidas, uma vez que a Covid-19 é identificada e tratada. “Pessoas com comorbidades, com sintomas característicos da doença, do grupo de risco, recebem atenção e os primeiros cuidados de forma imediata, quando necessários”. Mesmo indo aos bairros, ele frisa que todas as medidas de biossegurança estão sendo tomadas: distanciamento entre atendentes, distanciamento na espera, profissionais dotados de todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e matérias descartáveis.

‘Seo’ Vicente Silva, 74 anos, foi fazer a testagem para a doença. “Estou me cuidando ao máximo. Saio muito pouco, mas ainda preciso fazer tarefas fora de casa, pois moro sozinho. Por medo de ter tido contato com o vírus estou aqui, porque quero saber como estou”.

Rosinete Carvalho, também moradora local, foi com os dois filhos em busca de atendimento. “Até onde sei, não tive contato com nenhum doente por Covid, mas vim testar minha família”.

O coronel Alessandro disse também que as ações estão sendo planejadas para ocorrerem em todas as regiões de Várzea Grande. “Mais do que aferir temperatura, descobrir se há sintomas sugestivos ou mesmo a doença, estamos testando a população para saber onde está doença e a partir daí, salvar vidas. Para isso, nossas estratégias estão sendo ampliadas e vamos mobilizar os bairros aos finais de semana, período em que as pessoas estão em casa e podemos aumentar o volume de testagens, e principalmente, de conscientização para a gravidade deste pandemia”.

Por: Marianna Peres – Secom/VG

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana