conecte-se conosco


Mato Grosso

Prefeitura de Nova Marilândia substitui lâmpadas comuns por LED

Publicado


A Prefeitura de Nova Marilândia iniciou a substituição das luminárias tradicionais das principais avenidas da cidade por lâmpadas de LED, que consomem menos energia e possuem vida útil mais longa. 

A iniciativa faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da Energisa, em parceria com o Governo do Estado de Mato Grosso, por meio do MT PAR, Consórcio do Alto do Rio Paraguai e municípios. Ao todo estão sendo investidos R$ 350 mil para a troca de cerca de 270 lâmpadas. 

Para o prefeito Jefferson Souto, essa parceria é só o início da transformação da cidade. “Queremos Nova Marilândia com 100% de LED, na iluminação pública. O programa de Eficiência Energética trocará uma parcela das nossas luminárias e com o MT Iluminado do governo do estado de Mato Grosso faremos a troca de 100% das lâmpadas por LED”, disse. 

Entre as avenidas que receberão a nova iluminação estão a Avenida Blairo Maggi, Avenida Tiradentes, Rua Marechal Rondon, Rua Minas Gerais, Rua Bahia, Rua Pernambuco, a Praça Rui Barbosa, entre outras. A previsão é que até o fim deste mês o trabalho seja concluído. 

Segundo o presidente do MT PAR, Wener Santos, além de Nova Marilândia outros seis municípios na região foram contemplados: Arenápolis, Nortelândia, Santo Afonso, Denise, Nova Olímpia e Alto Paraguai. 

“O investimento é de quase R$ 7 milhões só nessa região. E com o MT Iluminado, vamos contemplar os 141 municípios de Mato Grosso, conforme determinação do governador Mauro Mendes. Além da economicidade, a troca da iluminação pública traz mais segurança, e deixará nossas cidades mais bonitas”, finaliza.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Instituição alia esporte e cidadania para ajudar famílias da Cohab Cristo Rei em Várzea Grande

Publicado


Há 10 anos, o Instituto Futsal contra as Drogas alia esporte e cidadania para ajudar na inclusão e na redução de riscos sociais de crianças e jovens, de 05 a 17 anos, da Cohab Cristo Rei, em Várzea Grande. Oferecendo atividades esportivas de futsal, handebol, jiu-jitsu e ballet, o projeto é uma das iniciativas contempladas no edital Pontos de Esporte e Lazer promovido pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT).

As ações desenvolvidas pelo Instituto incluem ainda reforço escolar, parceria para cursos de aprendizagem e para a obtenção do primeiro emprego. De acordo com o responsável pelo projeto, Wando Benedito, as atividades têm o objetivo de afastar o público atendido do risco do contato com drogas diversas.

“Por meio do esporte, conseguimos propiciar oportunidades de cidadania às famílias, e isso é muito gratificante. A instituição funciona há 10 anos graças aos comerciantes da Cohab Crito Rei e agora, com esse apoio da Secel, conseguimos alavancar ainda mais nossas atividades, com a aquisição de mais materiais esportivos e oferecendo até ballet para meninas de 05 a 12 anos”, destaca Wando.

O dirigente ainda explica que, para participar das oficinas esportivas e educacionais, as crianças e jovens não têm qualquer custo, e que lhe são cobrados somente notas e frequência escolares.

“O Instituto faz um trabalho fantástico há 10 anos. É uma iniciativa que usa a prática esportiva para ajudar na inclusão social e que agora ganhou mais impulso como Ponto de Esporte e Lazer, o que nos dá mais certeza de quanto esse apoio financeiro é importante para o fomento de boas práticas esportivas e sociais”, avalia o secretário adjunto de Esporte e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves.

Lançamento das oficinas de ballet com a presença do secretário adjunto da Secel

Ao receber o prêmio do edital no valor de R$ 15 mil no início deste ano, o Instituto conseguiu ampliar sua atuação na comunidade, porém precisou suspender as atividades esportivas devido ao agravamento da pandemia da covid-19. Mas isso não impossibilitou que a instituição seguisse atendendo as famílias do bairro e região, desta vez com distribuição de cestas básicas.

A entrega de mantimentos já beneficiou cerca de duas mil famílias, desde que o Instituto iniciou a campanha de arrecadação de alimentos junto com a Central Única das Favelas (CUFA-MT). Atualmente, o projeto distribui frutas e verduras, sempre às quintas-feiras, com o apoio do Mesa Brasil do Sesc e a Central de Abastecimento (Ceasa-MT).

Serviço

Mais informações sobre o projeto e suas atividades pelo instagram (@futsal_sem_drogas) ou pelo telefone de Wando Benedito (65 99982-3594).

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Rota das Águas mapeia 230 atrativos naturais de Mato Grosso

Publicado


Mato Grosso é rico em biodiversidade. É um estado privilegiado por ter em seu território os biomas: Cerrado, Pantanal e Amazônia. As belezas naturais são incontáveis. Tem opção para quem busca por turismo de aventura, de contemplação, rural, gastronômico, etnoturismo, ecoturismo e muito mais.

Nesse sentido, o projeto Rota das Águas, montou um circuito turístico com mais de 2 mil quilômetros, que promove os atrativos naturais de Chapada dos Guimarães, Nobres, Poconé, Rondonópolis, Jaciara, Juscimeira, Poxoréu, Cáceres, Vila Bela da Santíssima Trindade, Tangará da Serra, Campo Novo do Parecis, Barra do Garças e Nova Xavantina.

O projeto foi contemplado pelo Edital Mato Grosso Criativo, realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), e traz ainda atrativos localizados na Serra de São Vicente e no Distrito de Mimoso.

O site rotadasaguasmt.com.br, lançado em abril deste ano, reúne informações que facilitam a vida de quem deseja conhecer Mato Grosso, como cachoeiras, hotéis, restaurantes, agências e condutores de turismo, com localização, horário de funcionamento, custo e contato para agendamento da visitação em 230 atrativos.

Idealizado por Tiemi Otomura e André Torres, o projeto se concretizou a partir de um amplo levantamento dos atrativos naturais, com informações provenientes das Secretarias Municipais de Turismo, empreendimentos locais e usuários das redes sociais.

De acordo com André Torres, a maior dificuldade de quem viaja é encontrar informações precisas para realizar um planejamento sobre o destino. “A Rota das Águas é a organização das informações em um percurso guiado pelas águas dos rios. No site do projeto Rota das Águas você encontra um grande mapa digital com a localização de 230 atrativos naturais”, destaca Torres.

Confira o mapa aqui.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana