conecte-se conosco


Cuiabá

Prefeito recebe Comissão de Viação e Transportes da Câmara Federal e realiza vistoria técnica nas obras do VLT

Publicado

O prefeito Emanuel Pinheiro, o vice-prefeito José Roberto Stopa, e o secretário de Mobilidade Urbana de Cuiabá, Juares Samaniego, acompanharam na manhã desta sexta-feira (08) o trabalho de fiscalização da Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados, nas obras inacabadas do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), em Cuiabá e Várzea Grande.

A Comissão presidida pelo deputado federal Hildo Rocha, foi articulada pelo deputado federal Emanuel Pinheiro Neto – Emanuelzinho, e aprovada na Câmara Federal em maio de 2022, após requerimento apresentado pelo deputado federal Gutemberg Reis e subscrito pela deputada Christiane de Souza Yared.

“O VLT é viável tanto em Cuiabá e Várzea Grande, como em outras cidades do Brasil e do mundo. Os vagões que aí estão possuem a tecnologia adequada e estão bem mantidos, os equipamentos podem ter mais de 50 anos de utilização, diferente do sistema BRT que deve ser trocada as baterias a cada oito anos, o que representa mais de 50% do custo. Os recursos de R$ 1 bilhão foram investidos, a infraestrutura já está praticamente pronta e não concluir essa obra é um prejuízo enorme para a população, que merece um sistema de qualidade”, destaca o presidente da Comissão.

Na quinta-feira (07), Cuiabá realizou a Conferência Municipal Sobre o Modal de Transporte Público (VLT X BRT), que promoveu um debate político e técnico para garantir transparência às informações e apresentar as vantagens e ou desvantagens dos dois modais.

Hoje, a Comissão da Câmara Federal deu início à vistoria pela Avenida Fernando Corrêa, no Viaduto Jornalista Clóvis Roberto, depois seguiu para a Avenida Palmiro Paes de Barros, no viaduto que dá acesso ao município Santo Antônio do Leverger. A equipe visitou também a região do Largo do Rosário e passou pelas obras na Avenida Historiador Rubens de Mendonça, no viaduto Jamil Boutros Nadaf. Em seguida, os membros da Comissão partiram para a cidade de Várzea Grande, onde fiscalizaram a Avenida da FEB, e depois seguiram para o Centro de Manutenção e Controle Operacional (CMCO) do VLT Cuiabá-Várzea Grande, local de armazenamento dos trens do VLT.

“É o Brasil olhando para Cuiabá, de dentro para fora não estava surtindo resultados. Então, chegamos nessa articulação dos deputados Emanuelzinho e José Medeiros de inverter a estratégia. O Brasil vai pressionar Cuiabá, Várzea Grande e Mato Grosso para evitar que esse maior escândalo com o dinheiro público não se eternize e para que possamos comprovar através da paralisação das obras, que todos os dados que o Governo do Estado utilizou para trocar o modal para BRT foram fraudados, conforme foi evidenciado ontem por técnicos e especialistas durante a Conferência. O TCU vai julgar o mérito da nossa ação que suspendeu a licitação do BRT e, após o final do relatório técnico da Comissão, vão ter os instrumentos necessários para anular a lei na Assembleia que autorizou a troca do modal e conseguir na justiça a retomada e conclusão das obras do VLT”, declara o prefeito Emanuel Pinheiro.

Articuladores da visita, o deputado federal Emanuelzinho, e o deputado federal, José Medeiros, também acompanharam a fiscalização e explicaram que após a vistoria, os técnicos da Comissão vão preparar o relatório que será encaminhado aos órgãos competentes. O prazo para finalização do relatório é de dois meses.

“A partir de agora será feito um relatório oficial da Câmara, que será remetido aos órgãos oficiais, Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal e que poderá ser utilizado pelo judiciário. Isso não vai ficar bom para quem quer jogar todo esse R$ 1 bilhão para debaixo do tapete’, pontua Medeiros.  

“Essa é uma defesa de Cuiabá e Várzea Grande, tendo em vista que técnicos de autoridade incontestáveis estão afirmando que não há projeto, que não houve cálculo de tarifa, as desapropriações sobre licença ambiental e não houve planejamento de nada. Então, foi um tiro no escuro com interesses subalternos porque não houve qualquer discussão com a população. Então, a minha luta para que a Comissão de Transporte viesse fiscalizar foi justamente para dar uma luz nas sombras do VLT com informações técnicas e concretas”, acrescenta Emanuelzinho.

Participaram ainda o ex-secretário da Secretaria Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos e secretário-geral da Associação Latino-Americana de Ferrovias (ALAF), Jean Carlos Pejo, e do presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (Abifer), Vicente Abate, o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso (CRECI/MT), Claudecir Contreira, o vereador e presidente da Comissão de Transportes da Câmara Municipal, Sargento Vidal, entre outros convidados.

VLT

Com 22 quilômetros de extensão, ligando Cuiabá e Várzea Grande pelos eixos Aeroporto-CPA e Porto-Coxipó, o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) possui 40 trens com 7 vagões cada. Cada trem comporta 400 pessoas, com capacidade de transportar mais de 100 mil pessoas por dia.

Os trens são movidos a tração elétrica, com velocidade máxima 70 km/hora. Além disso, o VLT é equipado com ar-condicionado, sistema de entretenimento, áudio e vídeo, caixa preta para registro de eventos e dados de voz, câmeras de vigilância interna e externa. O sistema de economia de energia possui baterias e supercapacitores que captam a força nas frenagens, armazenam a energia e utilizam na tração do veículo, garantindo mais sustentabilidade ao modal.  

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Cuiabá

Prefeito e secretária de saúde lamentam falecimento da fisioterapeuta Elaine Silva

Publicado

O prefeito Emanuel Pinheiro e a secretária municipal de Saúde Suelen Alliend lamentam o falecimento da fisioterapeuta Elaine Larissa Barros Ferreira da Silva, 38 anos. Elaine lutava contra um câncer de mama. 

“É com muita tristeza que recebo a notícia do falecimento de uma mãe de família e grande profissional. Que Deus conforte os familiares e amigos neste momento de profunda tristeza”, lamentou o prefeito. 

A secretária de Saúde lembra que além de ser uma ótima profissional Elaine também era do sindicato, e muito atuante na defesa da categoria. “Pessoa competente e de fibra, é uma perda muito grande”, disse Suelen. 

A servidora atuava na rede municipal de saúde há mais de 10 anos. Trabalhou no antigo pronto-socorro de Cuiabá, e por último à profissional desempenhou suas atividades na policlínica do Coxipó. A servidora deixa marido e uma filhinha. 

O velório será a partir das 7h, do dia 15/08 (segunda-feira), na Capela Jardins, Sala Roseiras, em Cuiabá.

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Continue lendo

Cuiabá

Emanuel Pinheiro lamenta falecimento do prefeito de Pedra Preta, Nelson Orlato

Publicado

O prefeito Emanuel Pinheiro externa o seu lamento pela morte do prefeito do município de Pedra Preta, Nelson Orlato, aos 74 anos. O falecimento foi confirmado na tarde deste domingo (14), por conta de um câncer no pâncreas que enfrentava há cerca de um ano.  

Natural da cidade de Osvaldo Cruz, situada no interior de São Paulo, ele transformou-se em uma figura importantíssima para Pedra Preta, onde morava desde 1974 e possui grande colaboração no desenvolvimento do município como empreendedor no campo de cereais. 

“Com toda certeza, sua partida causa dor e tristeza. Mas, a imagem que fica é a de uma pessoa brilhante, visionária e, principalmente, amorosa com todos aqueles que estavam ao seu redor. Tive a honra de vivenciar tudo isso pessoalmente quando trabalhamos juntos com o então deputado federal Jonas Pinheiro. Nelson foi mais um amigo que a política me deu e que levo para sempre em meu coração”, lembra Emanuel. 

Nelson estava no seu terceiro mandato como prefeito de Pedra Preta e, mesmo lutando contra a doença, continuava cumprindo expediente na Prefeitura. Nessa gestão, ele tinha como principal projeto a criação do primeiro distrito industrial do município. 

Nelson deixa a esposa Míriam Santana Orlato, e três filhos: Rivaldo Torres Orlato, Tatiani Santana Orlato e Viviane Santana Orlato. O velório do corpo de Orlato será na Câmara de Vereadores de Pedra Preta, onde também ocupou uma cadeira e teve a honra de presidir a Casa por dois anos. 

Fonte: Prefeitura de Cuiabá MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana