conecte-se conosco


Várzea Grande

Prefeito Kalil Baracat confirma novo piso salarial para agentes de saúde e de endemias

Publicado

Projeto já foi encaminhado para a Câmara e deverá ser apreciado em regime de urgência

O prefeito Kalil Baracat encaminhou à apreciação urgente dos vereadores, o projeto de Lei que trata do Piso Salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos Agentes de Combate às Endemias (ACE), que será elevado para R$ 2.424,00 (Dois mil quatrocentos e vinte e quatro reais) entre recursos do Governo Federal e do Tesouro Municipal de Várzea Grande.

“Com certeza eles darão um salto na qualidade nos serviços de saúde prestados em Várzea Grande, pois são profissionais fundamentais para a efetividade do Sistema Único de Saúde (SUS)”, explicou o prefeito Kalil Baracat, sinalizando que o Poder Executivo trabalha pela valorização de todos os servidores públicos que somente neste ano de 2022, receberam entre correção salarial, 7% e elevação de nível estimado em 5% para todos os servidores e 12,84% para os professores que também tiveram elevação de nível na totalidade do direito de cada funcionário.

Kalil Baracat lembrou que a Saúde Municipal teve e continua tendo uma atuação de destaque e com repercussão positiva, por causa da pandemia da COVID-19, quando foi exigido de médicos, enfermeiros, auxiliares até mesmo de servidores da área administrativa, serviço redobrado por causa das campanhas de vacinação e das exigências e cuidados redobrados.

“São profissionais fundamentais e essenciais para as ações e políticas públicas do SUS para a integração entre serviços de saúde da Atenção Primária e a população e estão vinculados às Unidades Básicas de Saúde (UBS) que fazem o primeiro atendimento dos pacientes e onde são solucionados mais de 90% dos casos, deixando aqueles mais específicos ou em grau de urgência e emergência para as UPAs IPASE e Cristo Rei e para o Hospital Pronto-Socorro de Várzea Grande”, disse o prefeito Kalil Baracat.

O prefeito lembrou que Várzea Grande tem anualmente investido quase o dobro do que estabelece a legislação em saúde pública. A lei prevê 15% das Receitas Correntes, e a sua administração supera os 28%.

Os ACS devem estar em contato permanente com as famílias desenvolvendo ações educativas, visando à promoção da saúde e a prevenção das doenças, de acordo com o planejamento da equipe, cadastrar todas as pessoas de sua microárea e manter os cadastros atualizados, orientar famílias quanto à utilização dos serviços de saúde.

Já os ACE exercem o trabalho de prevenção de doenças como a dengue, chagas, malária, zika, Chikungunya, raiva, febre amarela, leishmaniose nas comunidades. Fazem vistoria de residências, depósitos, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais para buscar focos endêmicos. Inspeção cuidadosa de caixas d’água, calhas e telhados. Aplicação de larvicidas e inseticidas. Orientações quanto à prevenção e tratamento de doenças infecciosas. Recenseamento de animais. Essas atividades são fundamentais para prevenir e controlar doenças e fazem parte das atribuições do agente de combate de endemias (ACE).

Segundo o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, a carreira dos ACS e ACE se tornou essencial em um país de dimensões continentais como o Brasil, para que a Saúde Pública ganhasse musculatura e solucionasse os problemas que mais afligem população, evitando a superlotação de unidades concebidas para os casos de urgência e emergência.

“A funcionalidade do SUS tem como concepção a atuação destes dois grupos de profissionais, os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e os Agentes de Combates às Endemias (ACE), que se inter-relacionam entre si e com a população, facilitando assim o encaminhamento de medidas preventivas a serem adotadas pela própria população e até mesmo para o primeiro atendimento, para que cada uma das unidades de saúde possa então promover o atendimento necessário e na medida do possível a solução para os casos”, disse Gonçalo Barros.

Ele lembrou que as pessoas culturalmente procuram as UPAs e o Hospital Pronto-Socorro de Várzea Grande para casos que seriam facilmente solucionados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). “Se o sistema funcionar dentro do concebido, do estabelecido, teremos uma demanda menor, soluções mais eficientes e a saúde da população em melhores condições”, frisou Gonçalo Barros.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Várzea Grande

Consumidor com débitos em atraso com o DAE pode renegociar dívidas; inadimplência chega a R$ 125 milhões

Publicado

A transação financeira poderá ocorrer até 31 de dezembro de 2022, contemplando valores inadimplentes anteriores ao início da vigência da Lei Municipal [Foto – Arquivo]

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, sancionou a Lei Municipal nº 4.945/2022 que concede desconto em multa moratória, juros de mora e multa de infração, além da realização de parcelamento de débito para quem tem dívidas ativas com o Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande (DAE-VG). A Lei foi sancionada pelo prefeito de Várzea Grande após aprovação pela Câmara de Vereadores do Município.

Atualmente o DAE-VG tem a receber um valor superior a R$ 125 milhões dos consumidores inadimplentes. Para o diretor presidente da autarquia, Carlos Alberto Simões de Arruda, essa nova lei é uma oportunidade para que os consumidores que possuem dívidas com o DAE-VG possam quitar seus débitos. “A sanção dessa Lei pelo prefeito Kalil Baracat é uma oportunidade que o município está proporcionando para os consumidores. O interesse não é executar os devedores, mas que aconteça o cadastro positivo e, ao mesmo tempo, que haja um consumo mais equilibrado”.

Conforme consta da Lei, serão concedidos os seguintes benefícios – para pagamentos à vista, o desconto é de 100% sobre o valor da multa moratória e do juros de mora; pagamento parcelado em até 12 meses, o desconto é de 80% sobre o valor da multa moratória e do juros de mora, com entrada mínima de 10%; ou pagamento parcelado de 24 meses, com desconto de 60% sobre o valor da multa moratória e do juros de mora, com entrada mínima de 10%; ou pagamento parcelado de 36 meses, com desconto de 35% sobre o valor da multa moratória e dos juros de mora, com entrada mínima de 10%.

Conforme consta na Lei, o valor da parcela negociada não poderá ser inferior ao valor da tarifa mínima vigente. Ainda de acordo com a Lei Municipal, o débito remanescente será pago em parcelas mensais e sucessivas, embutidas nas faturas de água e esgoto subsequentes. Os consumidores que possuem débitos em atraso podem procurar uma das agências comerciais do DAE-VG e fazer a negociação. A transação financeira poderá ocorrer até 31 de dezembro de 2022, contemplando valores inadimplentes anteriores ao início da vigência da Lei Municipal.

Continue lendo

Várzea Grande

Prazo para pagamento da quarta parcela do IPTU termina nesta terça-feira

Publicado

Está chegando ao fim o prazo para o pagamento da quarta parcela do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), 2022, em Várzea Grande. O vencimento é amanhã, dia 19. Para que os contribuintes não percam a data e nem corram o risco de ver o tributo sofrer incidência de juros e multas, a Secretaria de Gestão Fazendária (Gefaz/VG) coloca à disposição canais de atendimento para facilitar a rotina do várzea-grandense.

A secretária de Gestão Fazendária, Lucineia dos Santos, faz questão de frisar que o pagamento, bem como a emissão de guias, podem ser acessados de forma remota – não presencial – pelos seguintes canais de atendimento on-line. Nesse link é possível resolver pendências do exercício vigente, como de anos anteriores, conferindo celeridade e a solução de demandas de forma totalmente remota.

O contribuinte que ainda optar pelo atendimento à distância, pode requerer os documentos por meio do WhatsApp (65) 98459-8124. “Por meio dessas facilidades o contribuinte tem tempo hábil para sanar suas parcelas de forma simples, segura e ágil”, destaca a titular, ao ressaltar que os pagamentos ainda podem ser feitos por meio do cartão de crédito: http://www.varzeagrande.mt.gov.br/parcelamento-cartao-de-credito/

De forma presencial, o contribuinte poderá procurar dois pontos, sendo a Central de Atendimento ao Contribuinte (CAC), no Paço Couto Magalhães – Av. Castelo Branco, 2500 – Centro Sul, Várzea Grande (MT), ou na Administração Regional do Cristo Rei (Subprefeitura), localizada na Avenida Gonçalo Botelho de Campos, no Cristo Rei, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, sem intervalo para almoço.

“A Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria de Gestão Fazendária, criou condições e benefícios únicos para a regularização de dívidas junto ao Fisco Municipal, especialmente ao pagamento dos tributos. Mais que ofertar prazos e descontos sobre juros, como fizemos esse ano com o IPTU e o Alvará, a atual gestão se empenhou em facilitar o acesso do contribuinte às ferramentas on-line que possibilitam o pagamento de tributos, por exemplo, o do IPTU, mesmo que as parcelas estejam em atraso”, pontua o prefeito Kalil Baracat.

“Criamos um ambiente atrativo aos contribuintes. Não focamos apenas em condições diferenciadas de quitação ou de regularização, mas primamos por colocar à disposição a tecnologia, para reduzir o tempo de atendimento, solucionar problemas de forma totalmente remota e de forma ágil e segura”, completou o Chefe do Executivo Municipal. Ainda como reforça o prefeito, Várzea Grande vem criando condições únicas para a quitação dos tributos municipais, especialmente para regularização e adimplência do IPTU.

Para o atual exercício, foram concedidos 20% de desconto para contribuintes que estavam em dia com o imposto e que optassem pelo pagamento em cota única. Em relação ao Alvará, o exercício 2022 pôde ser parcelado em até três vencimentos. “Todas as ações tiveram e têm como objetivo ampliar a nossa base de contribuintes, promovendo a justiça fiscal. Em Várzea Grande, trabalhamos com resultados, obras e investimentos em todas as áreas para atrair o contribuinte. Nossa arrecadação cresce refletindo a participação da sociedade e não pela elevação da carga tributária”.

IPTU ANOS ANTERIORES – Como explica a secretária, as guias do IPTU de anos anteriores também podem ser retiradas de maneira on-line, inclusive com os descontos do Programa de Recuperação Fiscal do Município de Várzea Grande, por meio do link: http://www.varzeagrande.mt.gov.br/parcelamentos. “O Programa de Recuperação Fiscal do Município de Várzea Grande oferece descontos de 80% nos juros e multas para pagamento em cota única. Também é possível parcelar em até 60 parcelas, com os descontos estipulados na Lei Complementar Municipal n. 4.847/2021 (de 60% a 10% nos juros e multa)”, reforça.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana