conecte-se conosco


Mato Grosso

Preços do maxixe e do maracujá disparam e alta é superior a 100%

Publicado


.

A 1ª semana de agosto começou com alta na cotação de preços de hortifrutigranjeiros no mercado atacadista, em comparação com o mesmo período de julho. Abóbora cabotiá, jiló, maxixe, quiabo, maracujá, maçã e o limão taiti tiveram aumento de valores acima dos 30% na cotação de venda, segundo análise de valores realizada na Central de Abastecimento de Cuiabá, que abastece o comércio atacadista e varejista de hortifrutigranjeiros da capital e região.

A maior alta foi registrada no preço do maxixe, que no início do mês passado a caixa com 16kg custava R$ 40, e nesta semana está ao preço de R$ 90, com uma alta de 125% em apenas 30 dias. Em seguida aparece o maracujá, que de R$ 30 saltou para 60 a caixa com 12kg. A abobora cabotiá subiu 83%, passando de R$ 30 para R$ 55, a saca de 20kg.

Já o quiabo no mês passado estava ao preço de R$ 50 a caixa com 14kg, e nesta semana passou a custar 75, representando uma alta de 50%. Logo atrás aparecem o jiló, a maçã, e o limão taiti. Esse último item de R$ 60 foi para R$ 80, a saca com 22kg. O jiló de R$ 40 para R$ 60 a caixa com 15kg, e a maçã de R$ 90 para R$ 130 a caixa com 19kg.

Segundo a técnica de Desenvolvimento Econômico Social da Seaf, Doraci Maria de Siqueira, a explicação para essa onda de aumento se deve pelo período de seca, que prejudicou a maturação e consequentemente a colheita desses produtos. Com exceção da maça, que está na entressafra.

Queda  

Na contramão desse aumento, a cotação semanal de preços realizada pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), aponta ainda que o alho, a batata lisa e a cebola tiveram redução.

De R$ 280 a caixa com 10kg de alho foi para R$ 170, representando uma queda de 39%. A batata lisa, um item bem comum na mesa no brasileiro, reduziu de R$ 130 para R$ 100, a saca com 50kg, com queda de 23%. E por último, a cebola nacional está custando R$ 65, enquanto que em julho a saca com 20kg era vendida a R$ 80, queda de 19%.

Ainda conforme a avaliação da técnica da Seaf, Doraci Siqueira, que acompanha a variação dos preços dos principais itens da agricultura familiar, o aumento da safra nacional e a diminuição na importação desses produtos produzidos em países vizinhos, como Chile e Argentina, provocaram a redução de preços desses produtos.

Fonte: GOV MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mato Grosso

Escola indígena de General Carneiro passa por manutenção e readequação

Publicado


.

A Escola Estadual Indígena São José do Sangradouro, localizada no município de General Carneiro (a 442 quilômetros a Leste da Capital) recebe manutenção preventiva e corretiva por parte da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A unidade escolar terá readequação de piso, forro, portas, instalações elétricas, pintura e banheiros, uma vez que as instalações hidrossanitárias eram precárias.

“Temos agora banheiros decentes, tanto para nossos profissionais da educação como para nossos alunos, que agora estão com essa necessidade básica suprida”, comemora a assessora pedagógica Vanessa Alice Busanello.

Vanessa salienta que a comunidade está satisfeita com os trabalhos, porque há muito tempo não havia nenhum tipo de manutenção na escola. Além disso, aumentou a autoestima da comunidade que se sentiu valorizada.

“A manutenção e adequação veio num momento que a comunidade estava fragilizada também pela pandemia, pois perderam bastante pessoas importantes para a comunidade. A manutenção preventiva deu uma espécie de alento, pois a comunidade se sentiu incluída”, assinala.

Mais animado ainda está o diretor Bartolomeu Patira Pronhopa, pois as obras estão em ritmo acelerado e, com isso, o conforto para os alunos, assim que houver as aulas presenciais será imensurável. O diretor acredita que, com a reforma, a qualidade do ensino na unidade escolar vai dar um salto.    

“A cultura dos não indígenas é diferente. Precisamos continuar a questão do ensino básico. Nossas crianças xavantes precisam ter uma educação com respeito e ética dentro de nossa sociedade. Essa reforma está melhorando a escola em todos os aspectos”, ressalta.

A Escola indígena da comunidade Xavante atende a 475 alunos do 1º ano ao 9º ano do ensino fundamental e ensino médio. A unidade escolar tem 17 salas e é a maior de General Carneiro, tanto em número de alunos como de profissionais da educação.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Mato Grosso

Nota MT sorteia R$ 250 mil em prêmios na segunda-feira (21)

Publicado


.

O Programa Nota MT realiza na segunda-feira (21.09) o sorteio Especial Primavera, com cinco prêmios de R$ 50 mil. O evento acontece a partir das 9 horas, na sede Secretaria de Fazenda (Sefaz) com transmissão ao vivo pelas redes sociais da Sefaz e do Governo de Mato Grosso.

Vão participar 281.703 consumidores que se cadastraram no site ou aplicativo da Nota MT e pediram o CPF na nota fiscal ou no bilhete de passagem eletrônico (BP-e) entre os dias 01 de junho e 31 de agosto. Ao todo, foram gerados 4.394.374 bilhetes eletrônicos.

Para consultar os bilhetes eletrônicos gerados, o consumidor deve acessar o site ou aplicativo do Programa Nota MT, clicar em “sorteios” e escolher o “Especial Primavera”. Nessa opção, ele verá todos os bilhetes gerados com o seu CPF e, também, a lista completa dos bilhetes que estarão concorrendo aos prêmios.

Todos os sorteios são realizados com base na Loteria Federal e cada prêmio corresponde a um bilhete eletrônico, gerado a partir de cada nota fiscal ou bilhete de passagem eletrônico (BP-e) emitidos com o CPF. Dessa forma, a mesma pessoa pode ganhar mais de um prêmio no mesmo sorteio ou ser contemplada em vários sorteios.

Fonte: GOV MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana