conecte-se conosco


Nacional

“Precisamos trocar o gabinete do ódio pelo do diálogo”, diz Doria

Publicado


source
João Doria voltou a defender a democracia e criticou manifestações contra o STF
Agência Brasil

João Doria voltou a defender a democracia e criticou manifestações contra o STF

Em coletiva realizada nesta sexta-feira (29) no Palácio dos Bandeirantes, o governador João Doria (PSDB) criticou as manifestações feitas pelo presidente Bolsonaro (sem partido) e apoiadores ao Supremo Tribunal Federal, à imprensa e parlamentares, devido ao inquérito das Fake News – que resultou em buscas e apreensões em endereços acusados de disseminar notícias falsas.  

“Vamos parar com essa marcha da insensatez e com as ameaças à democracia e à liberdades fundamentais. Vamos respeitar o ser humano, vamos respeitar a história verdadeira, real, que não torna em glória regimes autoritários e ditadores”, disse.

Veja mais: São Paulo terá 340 leitos divididos em 3 novos hospitais para tratar Covid-19

“Precisamos trocar o gabinete do ódio pelo gabinete do diálogo. Brasília precisa associar-se à razão, ao bom senso, trabalhar pelo entendimento nacional e por soluções aos problemas do povo. Precisamos de um governo de construção nacional, não de destruição nacional. O Brasil não será nazista, fascista ou comunista; será livre e democrático. A ditadura não vai voltar ao Brasil. Nós não deixaremos”, complementou.

Ontem (29), em frente à residência oficial do Palácio da Alvorada, Bolsonaro afirmou que esse tipo de investigação não voltará a acontecer. “Acabou, p****. Me desculpem o desabafo. Acabou! Não dá para admitir mais atitudes de certas pessoas individuais, tomando de forma quase que pessoal certas ações”, bradou.

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Nacional

“Não cabe à mãe do Miguel julgar”, diz Sari Corte Real

Publicado


source
Sarí Corte Real
Reprodução / Facebook

Sari Corte Real concedeu entrevista ao Fantástico.

A primeira-dama de Tamandaré, em Pernambuco, Sari Corte Real , disse, em entrevista ao Fantástico que “não cabe à mãe de Miguel julgar” o que aconteceu. Ela foi indiciada pela morte do menino Miguel, de 5 anos de idade, que caiu do 9º andar em que Sari mora no começo de junho. 

Na entrevista, Sari, que não utilizava máscaras, disse que não apertou o botão do elevador, como consta no inquérito. Quando questionada sobre se ela havia imaginado o que aconteceria, Sari respondeu: “Não me passou pela cabeça. Não achei que seria essa tragédia. Acreditei que ele voltaria por lá (elevador).”.

A primeira-dama disse ainda que acredita ter feito “tudo que podia” para ajudar o menino Miguel. “E se eu pudesse voltar no tempo, eu voltava. Se eu soubesse que tudo isso ia acontecer, eu voltava e tentava fazer mais do que eu fiz”, completou Sari.

Quando foi questionada sobre o motivo pelo qual ela não monitorou a movimentação de Miguel pelo prédio, Sari disse que “Eu liguei pra Mirtes, mas eu tava tentando acalmar minha filha. Eu me vi naquela situação com toda aquela movimentação. Foi tudo muito rápido”.

Ela disse ainda que não puxou Miguel para fora do elevador por não ter se sentido “segura para isso”.

“Todas as vezes que precisou ser chamado a atenção dele, eu solicitava ou a mãe ou avó que fizessem isso. Eu nunca me dirigi diretamente a ele”, afirmou.

A repórter também questionou se Sari se sentia culpada pela morte de Miguel. A primeira-dama ficou em silêncio.

Ela também disse que está firme porque “muita gente depende” dela e afirmou que irá seguir as determinações da justiça. “Até hoje eu to aqui firme, porque muita gente depende de mim. Se lá na frente, o resultado for esse, eu vou cumprir o que a lei pedir. Tá na mão da justiça. Eu vou aguardar a justiça”, afirmou.

Lado da Mãe

Na mesma reportagem, Mirtes Renata, mãe de Miguel, lamentou a morte do filho. “Eu não se essa dor vai passar”, disse Mirtes, que completou “Cada dia que passa é mais difícil”.  

Ela também acusou a ex-patroa de ter sido irresponsável ao tomar conta de Miguel. “Ela foi irresponsável com o meu filho. Em nenhum momento ela se preocupou”, disse a mãe do garoto. Por fim, Mirtes também disse que “não tem como perdoar” Sari pelo que aconteceu. 

Continue lendo

Nacional

91% dos municípios brasileiros já registraram casos de Covid-19

Publicado


source
Covid-19
Agência Brasil

Segundo levantamento, 10 estados registraram casos em todos os municípios.

Segundo um levantamento feito com base nos dados das secretarias estaduais de Saúde, 91% dos municípios brasileiros já registraram casos da Covid-19 . De acordo com as secretarias, o dado mostra a interiorização da doença, que está deixando os grandes centros urbanos e indo para outras regiões.

Segundo o levantamento, 10 estados brasileiros registraram casos em todos os municípios. São eles: Acre, Alagoas, Amapá, Ceará, Espírito Santo, Pará, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima e Sergipe. O estado com menor índice é o Rio Grande do Sul, onde 81% das cidades registraram casos.

Outra informação obtida pelo levantamento é de que cinco estados registraram óbitos pela Covid-19 em mais de 90% dos municípios. São eles: Amapá (93%), Ceará (91%), Pará (94%), Pernambuco (95%) e Roraima (93%).

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana