conecte-se conosco


Política MT

“Precisamos olhar para quem mais precisa de ajuda neste momento”, diz Max Russi

Publicado


Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado Max Russi (PSB), participou nesta quarta-feira (7) da entrega de cestas básicas para centenas de artesãos de Cuiabá e da Baixada Cuiabana. A ação social, coordenada pela primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes, e Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), também fizeram a entrega de 9 mil cestas básicas para Várzea Grande, incluindo a zona rural da cidade.

“A Assembleia Legislativa apoia esse tipo de iniciativa e é parceira do governo do Estado, nesse momento tão crítico em que milhares de famílias passam por dificuldades financeiras. Com certeza, essas cestas básicas chegarão às famílias mais carentes e, em breve, o município também será contemplado com o Ser Emergencial. É esse trabalho social que precisamos fazer: olhar para quem mais precisa de ajuda neste momento”, recomendou o parlamentar.

A doação de alimentos perecíveis faz parte da campanha Vem Ser Mais Solidário – MT unido contra o coronavírus, que teve início em março de 2020. No ano passado, foram entregues 330 mil cestas básicas e, neste ano, o estado por meio da primeira-dama, pretende alcançar 540 mil famílias, nos 141 municípios mato-grossenses. Além disso, o governo também criou o auxílio Ser Emergencial, programa de transferência de renda, no valor de R$ 150 mensais, durante 90 dias, que a partir deste mês, estará disponível às 6 mil famílias, que atualmente, se encontram em vulnerabilidade social.

Para Virgínia Mendes, o momento é de estender as mãos para quem mais necessita. Ela garantiu que o governo, por meio da Setasc, não medirá esforços para ajudar os mais necessitados. “É uma forma de o governo mostrar que estamos sensíveis as questões sociais e que tem feito de tudo para ajudar os mais vulneráveis nessa pandemia. A Setasc está acompanhando essas famílias de perto e vamos ajudar o máximo de pessoas possível. Quero agradecer o apoio da Assembleia Legislativa que, tem sido imprescindível neste momento tão difícil. O deputado Max tem sido um grande parceiro dos trabalhos sociais no estado”, ressaltou a primeira-dama.

Foto: FABLICIO RODRIGUES / ALMT

Quem aprovou a ação foi o artesão e artista plástico, Toninho Guimarães, ele, que desde o ano passado tem recebido a ajuda do governo do Estado por meio da doação de alimentos. “Desde que começou a pandemia aqui em Mato Grosso, estou recebendo o apoio do governo. Minhas vendas caíram demais por causa da pandemia, o que tem me ajudado são essas cestas básicas e o auxílio emergencial e, agora, ainda vou conseguir o auxílio do Ser Emergencial. Só tenho que agradecer por essa ajuda ao nosso segmento, que tanto tem sofrido por conta desse vírus”, destacou o artesão.

A aposentada Francisca Gomes, 77 anos, também falou da importância da ação. Diferente do Toninho Guimarães, ela não tem direito ao auxílio emergencial, por já contar com a aposentadoria, mensalmente. “Muito boa a iniciativa do governo em doar essas cestas. Minha aposentadoria não é suficiente para dar conta dos compromissos e despesas e, eu agradeço muito a Deus por hoje poder receber esses alimentos. Agora já vamos ter o que comer nessa semana”, comemorou.

Doações – Os interessados em doar alimentos não perecíveis ou produtos de limpeza e higiene pessoal, basta entrar em contato com a Setasc pelo telefone: (65) 3613-5700. Quem preferir doar recursos financeiros, a conta bancária especial, aberta exclusivamente para isso é: Banco do Brasil. Agência 3834-2. Conta bancária número 1.042.810-0.

Fonte: ALMT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política MT

Deputado diz que apoio de Bolsonaro é importante e reconhecimento por seu trabalho

Publicado

Presidente anunciou que Medeiros é o seu candidato ao senado em 2022

O deputado federal José Medeiros (Podemos), que teve o apoio declarado do presidente Jair Bolsonaro para disputar o Senado na eleição de 2022, disse a jornalistas nesta terça-feira (20), que recebeu a notícia com surpresa, e que a posição do presidente é uma sinalização importante.

“Fiquei muito contente, óbvio que tem muito tempo ainda. Em termos político, há ainda uma eternidade. Mas é uma sinalização importante porque a gente tem trabalhado bastante e isso é reconhecimento do trabalho que temos feito”, declarou.

Conforme José Medeiros, “Mato Grosso é um Estado que tem reconhecido o trabalho do presidente Jair Bolsonaro, ele tem muito apoio aqui. Eu tenho representado o governo no Congresso Nacional. Então, quando o presidente lembra de um nome, de um parlamentar do Estado, eu digo que é importante até para o próprio Estado. Mostra que Mato Grosso está no radar do presidente”, disse.

“Foi surpresa, e óbvio que isso a gente ainda vai discutir, se vai ser isso mesmo que ele quer e assim por diante. Você não pode ser candidato de si mesmo, tem que conversar com toda a direita aqui de Mato Grosso, ciscar para dentro, unir todo mundo porque, acima de tudo, nosso projeto maior é reeleger Bolsonaro presidente da República”, declarou Medeiros.

Segundo o parlamentar federal, “se tudo der certo, isso se concretiza, mas é preciso ter muita habilidade, construção de projetos. Eu acho que está aberto, tanto a candidatura a governo quanto a de Senado, e eu estou pronto para definir”.

Medeiros destacou que esse projeto “está muito embrionário, o importante agora é ficar rouco de ouvir, e conversar também, porque política é feita de prosa e neste momento estamos conversando com todos os atores. Mas o momento não é de pensar em eleição agora, o foco total tem que ser na pandemia. O Governo Federal está focado, neste momento, é para fazer as coisas funcionarem e até o meio do ano, a população esteja vacinada”, completou.

 

Continue lendo

Política MT

Mauro Carvalho rebate críticas e cobra deputado para que deixe as redes sociais e trabalhe por Mato Grosso

Publicado

Chefe da Casa Civil lamenta que prefeito não tenha trabalhado para trazer benefícios para MT

Em entrevista na rádio CBN Cuiabá (95,9 FM), nessa segunda-feira (20), o secretário-chefe da Casa Civil de Mato Grosso, Mauro Carvalho (DEM), criticou a postura do deputado federal José Medeiros (Podemos), de promover acusações infundadas, de ‘baixo nível’ nas redes sociais contra o Governo do Estado.

“É lamentável, vejo com tristeza. Se o deputado Medeiros pegasse toda essa energia que ele tem nas redes sociais e se dedicasse a ajudar o povo de Mato Grosso, realmente as coisas estariam diferentes. Eu pergunto: o que o deputado José Medeiros fez?”, questionou o secretário-chefe da Casa Civil.

O secretário acrescentou que Medeiros destinou poucos recursos para o estado de Mato Grosso no combate da pandemia, e fez questão de destacar que todos os parlamentares da Bancada Federal e da Assembleia Legislativa também destinaram. “O que ele fez de diferente? Então pegue toda essa energia e traga em benefício”, disse Mauro Carvalho.

Sobre o fato de o parlamentar federal ter declarado que a compra da vacina russa, a Sputnik, pelo governador Mauro Mendes (DEM), é uma jogada política, o secretário Mauro Carvalho afirmou que “espero que ele ajude Mato Grosso a realmente adquirir e ficar com essas vacinas, que interfira junto ao presidente Jair Bolsonaro, junto às Embaixadas, ajude Mato Grosso. Porque se ele pegar toda essa energia no sentido de ajudar, com certeza vai ser diferente, mas ele usa toda essa energia para criticar, vir com coisinhas baixas, para fazer embate sem valor nenhum, sem conteúdo nenhum”, disparou Carvalho.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana