conecte-se conosco


Várzea Grande

Polo industrial de Várzea Grande recebe 2,5 km de asfalto novo

Publicado

Mais 2,5 km de pavimentação asfáltica foram entregues à comunidade do polo industrial localizado no bairro Jardim Paula III, nesta terça-feira (10). Com investimentos próprios na ordem de R$ 2,2 milhões, a região foi contemplada com 1.776 toneladas de asfalto. A inauguração faz parte do pacote de investimentos da ordem de R$ 215 milhões que estão sendo anunciados pelo prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, durante as festividades alusivas ao aniversário de 155 anos de fundação da cidade.

“Firmamos um compromisso com setor empresarial no Paula III, que é um mini Distrito Industrial, de fazer uma grande etapa de pavimentação asfáltica. Nesta oportunidade, entregamos a primeira etapa em comemoração aos 155 anos de Várzea Grande e com a licitação feita para iniciar a segunda etapa, que vai atender setor empresarial e também moradores da região”, sublinhou o prefeito.

O prefeito afiançou investimentos de mais R$ 120 milhões em malha viária na cidade, sendo que destes, R$ 35 milhões devem ser destinados à resolução do problema da falta d’água. “Nossos compromissos estão todos sendo cumpridos. Várzea Grande se tornou um canteiro de obras em todas as áreas. Até o final de 2024, serão entregues 250 km de pavimentação asfáltica, 130 km de recapeamento, além da melhoria nos recapeamentos já existentes. Fomos eleitos para melhorar a qualidade de vida da população. O sucesso de uma cidade é sucesso de todos”.  

O secretário Municipal de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso, falou que a malha viária entregue na região é a primeira etapa de duas. “A pavimentação asfáltica do Paula III contempla diversos empresários que possuem estabelecimentos nesta região que também possui um fluxo expressivo de veículos de cargas pesadas que trafegam via BR-163/364. Uma obra de 2,5 km de extensão, com custo de R$ 2,2 milhões que beneficiará mais de 40 empresas instaladas na região. A segunda etapa já foi licitada e contemplará também a BR-070, com a ligação na região do Jardim Paula III, dando maior fluidez ao trânsito.

A rodovia é, normalmente, congestionada pelo alto volume de carros e, principalmente, caminhões. “Então foi uma proposta da gestão para melhorar a trafegabilidade dos moradores e empresários da região, além do fomento de novas instalações empresariais que alavancará a economia e geração de empregos à cidade”, enfatizou o secretário Luiz Celso.

Proprietário de uma empresa de oxigênios, Isaias Lopes Oliveira, disse que sua empresa já está instalada há 20 anos no bairro Jardim Paula III. “Já tinha 12 anos esperando o asfalto e agora ele chegou. Vai ajudar muito nossa empresa, até porque trabalho com oxigênio para saúde e tínhamos um problema sério por conta da falta de asfalto e poeira, agora com a chegada do asfalto estamos todos felizes e realizados e agradecidos pelo bom atendimento da gestão. Agradeço ao prefeito Kalil Baracat pela melhoria”.

Elias Lourenço da Silva, dono de uma empresa de mecânica, disse ter seu estabelecimento comercial desde 1999 na região. “O asfalto vai melhorar meu comércio, vai ficar bem melhor. Valorizará imóveis e empreendimentos e facilitará também a vida dos clientes, poeira, infelizmente, era um transtorno para todos. O asfalto é de muita qualidade. E agora novos empreendimentos com certeza vão se instalar na região, mais comércios e indústrias e gerar mais negócios e fomentar a economia da cidade”, concluiu.

O vice-prefeito, José Hazama destacou que a gestão é comprometida com todos os segmentos da cidade. “Essa pavimentação traz mais progresso à região. A gestão é comprometida e empenhada em melhorar mais e mais a qualidade de vida do cidadão. O empresariado da região está de parabéns pela melhoria da região. Essas obras são retorno dos investimentos arrecadados pelo Município, que retorna ao cidadão em melhorias”, enfatizou Hazama.

Conforme o vice-presidente da Câmara de Várzea Grande, vereador Rogério França Martins, na solenidade representando a Casa de Leis, dar qualidade às empresas e setor empresarial fortalece mais ainda o município. “Esse segmento fomenta emprego e renda para a cidade. Com essa obra toda revitalizada na entrada da cidade, quem passa por aqui percebe que os poderes Executivo e Legislativo têm compromisso com a população e empresários da região”.

A obra de pavimentação asfáltica é composta de drenagem, meios-fios e sarjetas. O bairro Jardim Paula III está localizado na rodovia 163/364, no km 436, próximo ao Trevo do Lagarto.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Várzea Grande

Prefeito Kalil Baracat confirma novo piso salarial para agentes de saúde e de endemias

Publicado

Projeto já foi encaminhado para a Câmara e deverá ser apreciado em regime de urgência

O prefeito Kalil Baracat encaminhou à apreciação urgente dos vereadores, o projeto de Lei que trata do Piso Salarial dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos Agentes de Combate às Endemias (ACE), que será elevado para R$ 2.424,00 (Dois mil quatrocentos e vinte e quatro reais) entre recursos do Governo Federal e do Tesouro Municipal de Várzea Grande.

“Com certeza eles darão um salto na qualidade nos serviços de saúde prestados em Várzea Grande, pois são profissionais fundamentais para a efetividade do Sistema Único de Saúde (SUS)”, explicou o prefeito Kalil Baracat, sinalizando que o Poder Executivo trabalha pela valorização de todos os servidores públicos que somente neste ano de 2022, receberam entre correção salarial, 7% e elevação de nível estimado em 5% para todos os servidores e 12,84% para os professores que também tiveram elevação de nível na totalidade do direito de cada funcionário.

Kalil Baracat lembrou que a Saúde Municipal teve e continua tendo uma atuação de destaque e com repercussão positiva, por causa da pandemia da COVID-19, quando foi exigido de médicos, enfermeiros, auxiliares até mesmo de servidores da área administrativa, serviço redobrado por causa das campanhas de vacinação e das exigências e cuidados redobrados.

“São profissionais fundamentais e essenciais para as ações e políticas públicas do SUS para a integração entre serviços de saúde da Atenção Primária e a população e estão vinculados às Unidades Básicas de Saúde (UBS) que fazem o primeiro atendimento dos pacientes e onde são solucionados mais de 90% dos casos, deixando aqueles mais específicos ou em grau de urgência e emergência para as UPAs IPASE e Cristo Rei e para o Hospital Pronto-Socorro de Várzea Grande”, disse o prefeito Kalil Baracat.

O prefeito lembrou que Várzea Grande tem anualmente investido quase o dobro do que estabelece a legislação em saúde pública. A lei prevê 15% das Receitas Correntes, e a sua administração supera os 28%.

Os ACS devem estar em contato permanente com as famílias desenvolvendo ações educativas, visando à promoção da saúde e a prevenção das doenças, de acordo com o planejamento da equipe, cadastrar todas as pessoas de sua microárea e manter os cadastros atualizados, orientar famílias quanto à utilização dos serviços de saúde.

Já os ACE exercem o trabalho de prevenção de doenças como a dengue, chagas, malária, zika, Chikungunya, raiva, febre amarela, leishmaniose nas comunidades. Fazem vistoria de residências, depósitos, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais para buscar focos endêmicos. Inspeção cuidadosa de caixas d’água, calhas e telhados. Aplicação de larvicidas e inseticidas. Orientações quanto à prevenção e tratamento de doenças infecciosas. Recenseamento de animais. Essas atividades são fundamentais para prevenir e controlar doenças e fazem parte das atribuições do agente de combate de endemias (ACE).

Segundo o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Barros, a carreira dos ACS e ACE se tornou essencial em um país de dimensões continentais como o Brasil, para que a Saúde Pública ganhasse musculatura e solucionasse os problemas que mais afligem população, evitando a superlotação de unidades concebidas para os casos de urgência e emergência.

“A funcionalidade do SUS tem como concepção a atuação destes dois grupos de profissionais, os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e os Agentes de Combates às Endemias (ACE), que se inter-relacionam entre si e com a população, facilitando assim o encaminhamento de medidas preventivas a serem adotadas pela própria população e até mesmo para o primeiro atendimento, para que cada uma das unidades de saúde possa então promover o atendimento necessário e na medida do possível a solução para os casos”, disse Gonçalo Barros.

Ele lembrou que as pessoas culturalmente procuram as UPAs e o Hospital Pronto-Socorro de Várzea Grande para casos que seriam facilmente solucionados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). “Se o sistema funcionar dentro do concebido, do estabelecido, teremos uma demanda menor, soluções mais eficientes e a saúde da população em melhores condições”, frisou Gonçalo Barros.

 

Continue lendo

Várzea Grande

Consumidor com débitos em atraso com o DAE pode renegociar dívidas; inadimplência chega a R$ 125 milhões

Publicado

A transação financeira poderá ocorrer até 31 de dezembro de 2022, contemplando valores inadimplentes anteriores ao início da vigência da Lei Municipal [Foto – Arquivo]

O prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, sancionou a Lei Municipal nº 4.945/2022 que concede desconto em multa moratória, juros de mora e multa de infração, além da realização de parcelamento de débito para quem tem dívidas ativas com o Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande (DAE-VG). A Lei foi sancionada pelo prefeito de Várzea Grande após aprovação pela Câmara de Vereadores do Município.

Atualmente o DAE-VG tem a receber um valor superior a R$ 125 milhões dos consumidores inadimplentes. Para o diretor presidente da autarquia, Carlos Alberto Simões de Arruda, essa nova lei é uma oportunidade para que os consumidores que possuem dívidas com o DAE-VG possam quitar seus débitos. “A sanção dessa Lei pelo prefeito Kalil Baracat é uma oportunidade que o município está proporcionando para os consumidores. O interesse não é executar os devedores, mas que aconteça o cadastro positivo e, ao mesmo tempo, que haja um consumo mais equilibrado”.

Conforme consta da Lei, serão concedidos os seguintes benefícios – para pagamentos à vista, o desconto é de 100% sobre o valor da multa moratória e do juros de mora; pagamento parcelado em até 12 meses, o desconto é de 80% sobre o valor da multa moratória e do juros de mora, com entrada mínima de 10%; ou pagamento parcelado de 24 meses, com desconto de 60% sobre o valor da multa moratória e do juros de mora, com entrada mínima de 10%; ou pagamento parcelado de 36 meses, com desconto de 35% sobre o valor da multa moratória e dos juros de mora, com entrada mínima de 10%.

Conforme consta na Lei, o valor da parcela negociada não poderá ser inferior ao valor da tarifa mínima vigente. Ainda de acordo com a Lei Municipal, o débito remanescente será pago em parcelas mensais e sucessivas, embutidas nas faturas de água e esgoto subsequentes. Os consumidores que possuem débitos em atraso podem procurar uma das agências comerciais do DAE-VG e fazer a negociação. A transação financeira poderá ocorrer até 31 de dezembro de 2022, contemplando valores inadimplentes anteriores ao início da vigência da Lei Municipal.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana