conecte-se conosco


Policial

Polícias Civil e Rodoviária Federal apreendem mais 200 quilos em defensivos de comércio proibido no País

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil, em ação conjunta com a Polícia Rodoviária Federal, apreendeu nesta terça-feira (23.11), em Primavera do Leste, 200 quilos de defensivo agrícola de comercialização proibida no País, conhecido como benzoato de emamectina.

A apreensão foi realizada pela uma equipe da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) que, junto com a PRF avistou uma movimentação de caixas sendo descarregadas em uma residência, no bairro Primavera 2. A pessoa que estava recebendo a mercadoria foi abordada disse aos policiais que estava recebendo a encomenda para seu pai e apresentou uma nota fiscal em nome de um sócio do pai.

Depois de receber autorização para entrar na residência, os policiais checaram as caixas que estavam etiquetadas indicando ser um tipo de produto agrícola, contudo, havia outra embalagem dentro das caixas cujo produto armazenado é análogo ao benzoato de emamectina, de comércio proibido no Brasil.

A GCCO apurou ainda que o registro no Ministério da Agricultura apontado nas embalagens não corresponde à empresa que supostamente fabricou os produtos. Em consulta na Receita Federal, a empresa informada está com situação inativa.

A pessoa que se apresentou como proprietária dos defensivos foi conduzida à Delegacia em Primavera do Leste, onde foi lavrado o flagrante. O homem de 49 anos e seu sócio, que não foi localizado, responderão pelo crime de usar substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, em desacordo com a lei de crimes ambientais (9.605/98).

A ação contou com apoio da Delegacia Regional e da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Primavera do Leste.

Outras apreensões

Nos primeiros vinte dias deste mês, a GCCO apreendeu, em regiões distintas de Mato Grosso, mais de 3 toneladas de defensivos agrícolas ilegais. A apreensão mais recente ocorreu na última sexta-feira, em Confresa, quando a Polícia Civil, com apoio da PRF, apreendeu 118 pacotes de 250 gramas de produtos agrícolas importados ilegalmente. No local, os policiais da GCCO constataram que o produto inicialmente informado como sendo fertilizante não tinha certificação de origem e nem registro no Ministério da Agricultura da empresa fabricante.

Em outra apreensão, no município de Tangará da Serra, a GCCO recolheu em uma chácara, 2,1 toneladas de defensivos contrabandeados. Foram apreendidos diversos tipos de defensivos, entre eles, o benzoato, que totalizou 800 quilos e tem comercialização proibida no Brasil e estavam camuflados em embalagens de adubo foliar. Também foram recolhidos sacos de um defensivo de origem paraguaia, ‘Tiamexam’.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Ministério Público e Polícia Civil deflagram segunda fase da Operação Renegados

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

O Ministério Público, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em investigação conjunta com a Polícia Civil, por intermédio da Corregedoria-Geral da Polícia Civil, deflagraram na tarde desta sexta-feira (26.11) a segunda fase da Operação Renegados, com a finalidade de cumprir um total de 30 mandados judiciais, sendo 14 mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão domiciliar, cinco mandados de busca e apreensão em residências e nove mandados de busca e apreensão em celas do Centro de Custódia da Capital.

A operação se fundamenta em Procedimento de Investigação Criminal (PIC) instaurado no âmbito do Gaeco e em inquérito instaurado pela Corregedoria-Geral da Polícia Civil.

A operação se dá em continuidade às investigações sobre denúncias da prática de inúmeros crimes tais como concussão, tráfico, porte ilegal de armas de fogo, corrupção, roubo qualificado e favorecimento da prostituição ou exploração sexual de adolescentes cometidos por uma organização criminosa composta , dentre outros membros, por policiais civis, militares e informantes.

O Ministério Público e a Polícia Civil comungam esforços para combater os que desonram sua missão institucional e renegam a nobre missão do combate à corrupção e criminalidade . A lei é para todos e com muito mais rigor deve atingir aqueles que abusam da função pública e se utilizam do cargo e do aparato estatal para o cometimento de crimes.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Em poucas horas Polícia Civil esclarece furto, prende autor e recupera objetos

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Em menos de 24 horas um furto ocorrido na madrugada desta sexta-feira (26.11), no município de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá), foi rapidamente esclarecido pela Polícia Civil. O autor do crime foi preso e os produtos recuperados. 

Reincidente nesse tipo de ação criminosa, o suspeito de 30 anos foi autuado em flagrante pelo crime de furto.

A vítima de 68 anos procurou a Delegacia de Comodoro para registrar a ocorrência. O comunicante é dono de uma empresa de cerâmica, e narrou que foram furtados de seu estabelecimento 4 motores elétricos, 1 carrinho de mão, entre outros equipamentos.

Um dos funcionários da cerâmica contou que viu um indivíduo transportando os motores em uma motocicleta preta acoplada a uma carretinha.

Diante das informações os policiais civis passaram a apurar os fatos. Com base nas características repassadas e pelo “modus operandi” do suspeito, foi possível identificar o autor.

Ato contínuo a equipe foi até casa do investigado no bairro Loteamento Cidade Verde, e ao chegar no local, ele foi surpreendido já abrindo os motores para retirar o cobre da parte interna.

Os indícios apontam que o cobre era o único interesse do suspeito nos motores, bem como foi verificado que os objetos eram os mesmos descritos na ocorrência registrada. Em seguida o suspeito foi encaminhado para esclarecimentos.

Na Delegacia de Comodoro, o conduzido foi interrogado pelo delegado Ricardo Marques Sarto e autuado em flagrante. “Já existe um pedido de prisão preventiva contra esse indivíduo, e com esse flagrante, ficará bastante evidente de que a Justiça o manterá preso”, destacou o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana