conecte-se conosco


Policial

Polícia prende estelionatária de luxo que aplicava golpes na venda de pacotes de viagem

Publicado

Uma mulher conhecida como “estelionatária vip” ou “estelionatária de luxo” foi presa em flagrante pela Polícia Civil, na tarde de segunda-feira (8), durante investigações da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG). A suspeita, de 26 anos, trabalha em um escritório no município de Cáceres (228 km a Oeste de Cuiabá) e aplicou diversos golpes nas vendas de pacotes de viagem em pessoas da alta sociedade cuiabana e servidores públicos.

As investigações iniciaram após a equipe da Derf-VG ser acionada pela proprietária de uma pousada de luxo da região de Porto Jogre que sofreu um prejuízo de aproximadamente R$ 40 mil em um golpe aplicado pela suspeita.

Segundo as informações, a golpista reservou três pacotes de pescaria que incluíam hospedagem, alimentação (refeições e bebidas) para um total de quinze pessoas, as quais pagaram à suspeita os valores acordados, que não foram repassados à pousada.

Para atrair os turistas, a suspeita vendia o pacote individual de três dias por cerca de R$ 800, enquanto o estabelecimento cobra R$ 2,3 mil pelo mesmo pacote e posteriormente embolsava os valores pagos pelas vítimas, não repassando ao hotel.

A proprietária da pousada percebeu o golpe após a suspeita não efetuar o pagamento dos pacotes contratados e os integrantes dos grupos formados por ela começarem a ligar no estabelecimento, afirmando que pagaram o valor do pacote e exigiam usufruir o serviço contratado.

Com o golpe, a pousada que semanalmente fechava pacote de 30 a 40 pessoas, foi induzida a erro, na expectativa dos três pacotes de pesca, deixou de reservar para outro grupo, sofrendo um prejuízo de R$ 38.860. Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, dentre as vítimas estão diversos servidores públicos, os quais transferiram valores para a conta da suspeita e até então estavam na expectativa de usufruir do pacote de turismo que contrataram.

“Uma das vítimas disse que a suspeita é extremamente ardilosa, possui uma imensa capacidade de persuasão, afirmando que é impossível não cair no golpe aplicado por ela, considerando uma profissional na prática de estelionato”, disse.

Em um dos casos, a suspeita chegou a passar o cartão da vítima oito vezes, alegando que o cartão não tinha autorizado, o pagamento, porém recebendo o valor diversas vezes.

Em checagem no sistema, foi constatado que a suspeita é contumaz, ostentando quinze registros pela prática de estelionato, praticados com o mesmo modo ação. Em outro golpe aplicado por ela, no dia 29 de maio, ela contratou um pacote turístico para um grupo de pessoas em um hotel de Cáceres e efetuou o pagamento com um cheque sem fundos.

Há outros casos registrados contra a golpista, em que as vítima afirmam terem comprados passagens aéreas e ao chegaram ao aeroporto não havia passagens reservadas. Ela também era procurada pela Justiça do Amapá sendo presa por força de mandado de prisão no mês de outubro de 2019 em Cáceres.

“A suspeita possuía um bom trânsito no meio social, haja vista a sua boa aparência e a desenvoltura na conversa, típico de estelionatários profissionais e assim que saiu da cadeia continuou a aplicar golpes, demonstrando que sobrevive dos estelionatos que pratica”, disse Elaine Fernandes.

As vítimas que compareceram à Derf-VG estavam indignadas com a conduta da suspeita, alegando além do prejuízo patrimonial, o prejuízo moral, tendo todas representado criminalmente contra a conduzida.

 

 

 

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Diretoria Geral e Prefeitura de Colíder discutem sobre projeto da nova delegacia para o município

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A Diretoria da Polícia Civil se reuniu nesta semana com gestores da Prefeitura de Colíder para tratar sobre a construção da nova delegacia do município.

No encontro realizado na quarta-feira (19), o delegado-geral adjunto, Gianmarco Paccola e o diretor de Interior, Walfrido Nascimento, receberam o prefeito de Colíder, Hermerson Máximo (Maninho) e o secretário de Comunicação, Ed Motta. A proposta para a construção da nova delegacia foi discutida também com a equipe da Diretoria de Execução Estratégica (DEE).

“Uma parceria importantíssima, que fortalece a atuação do Estado e a melhoria na prestação de serviços e de um ambiente de mais qualidade para servidores e população”, destacou o delegad-geral adjunto.

De acordo com a delegada Ana Paula Faria Campos, da DEE, a Prefeitura de Colíder fará o projeto executivo da nova unidade, que passará pela análise da equipe de engenharia da Polícia Civil, assim como a área que será doada pela Prefeitura.

Após a construção, a Polícia Civil ficará responsável pela informatização da unidade e instalação de rede lógica e mobiliário.“Vamos organizar toda a parte de terrenos, infraestrutura e demais parcerias para construir em definitivo o novo prédio para a Delegacia da Polícia Civil de Colíder”, disse o prefeito.

O projeto prevê uma unidade moderna, ampla e com estrutura adequada em conformidade com as necessidades de uma delegacia da Polícia Civil.

Também participaram da reunião a delegada de Colíder, Paula Araújo e a delegada regional de Alta Floresta, Ana Paula Reveles.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Traficante é preso em flagrante pouco tempo após sair de penitenciária, no sul do estado

Publicado


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Um homem de 46 anos, reincidente no tráfico de entorpecentes, foi preso em flagrante nesta quinta-feira (20.01) pela equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Rondonópolis. A prisão ocorreu pouco tempo depois dele sair de uma unidade prisional da região.

A equipe da delegacia especializada tem intensificado o combate ao tráfico na região do bairro Jardim das Flores e estava investigando a atuação do suspeito, que retomou a venda de drogas, como maconha e cocaína, na modalidade ‘formiguinha’, logo após sair da Penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa.

Com base nas informações reunidas sobre a atuação do traficante, os investigadores passaram a monitorá-lo e observaram a movimetação típica de usuários de entorpecentes na residência do Jardim das Flores.

Nesta quinta-feira, os policiais da Derf abordaram um usuário que saía da casa e com ele encontraram uma porção de pasta base de cocaína. Em buscas na residência, foram encontradas resquícios de drogas, embalagens, outros apetrechos característicos da venda de entorpecentes.

No ano passado, o traficante foi preso pela Polícia Civil pela mesma prática criminosa. Ele responde também por homicídio.

Encaminhado à Derf, ele foi autuado em flagrante por tráfico e depois enviado para a unidade prisional.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana