conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal vence disputa e assume a Vice-Presidência da INTERPOL

Publicado


Istanbul/Turquia – A Delegação Brasileira à 89ª Assembleia Geral da INTERPOL sagrou-se vitoriosa nas eleições ao cargo de Vice-Presidente das Américas para o Comitê Executivo da Organização Internacional de Polícia Criminal – INTERPOL.

172 delegações foram credenciadas dentre os 195 países membros da Organização, além de diversos organismos internacionais. Foi a maior Assembleia Geral da história, em termos de número de países credenciados para participar.

Nesta quinta-feira (25/11), os países membros se reuniram para eleger seus representantes executivos para os próximos três anos. Com 55,8% dos votos, o Delegado de Polícia Federal Valdecy Urquiza foi eleito para a posição de Vice-Presidente, derrotando o candidato colombiano, General Jorge Luis Vargas Valencia, Diretor-Geral da Polícia Nacional da Colômbia.

Foi a primeira vez que o Brasil conquistou o cargo de Vice-Presidente para as Américas, refletindo também o importante papel da diplomacia brasileira na construção dos apoios internacionais. Em seu discurso, o candidato brasileiro destacou a importância de uma INTERPOL mais democrática, transparente e eficiente.

A Delegação Brasileira, liderada pelo Diretor-Geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, e integrada por policiais federais e diplomatas brasileiros, atuou em sucessivos encontros bilaterais em busca da construção de alianças em torno da candidatura brasileira. Para Paulo Maiurino, “a Polícia Federal estará bem posicionada, participando e influenciando em discussões estratégicas e relevantes à segurança global e ao efetivo combate aos crimes transnacionais.

O resultado vitorioso nas eleições foi fruto de um trabalho iniciado meses atrás, que envolveu um amplo esforço de articulação internacional. “A atuação do Ministério de Relações Exteriores nesse processo foi vital. Os diplomatas brasileiros atuaram de forma profissional e eficiente, conseguindo transmitir ao mundo a visão da Polícia Federal sobre o futuro da INTERPOL e angariando apoios estratégicos em torno da candidatura brasileira”, acrescentou Paulo Maiurino.

Coordenação-Geral de Comunicação Social

(61) 2024-8142

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Aviso de Pauta: Polícia Federal recebe jato E175 da EMBRAER

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal vai realizar, na próxima quarta-feira (8/12), cerimônia de entrega da primeira aeronave Embraer 175, que começará a operar em breve no País.  O evento será realizado no hangar da Coordenação de Aviação (CAV) da Polícia Federal, em Brasília/DF.

A cerimônia de entrega deve contar com as presenças do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, do advogado-geral da União, Bruno Bianco Leal, do diretor-geral da PF, Paulo Gustavo Maiurino, e do presidente e CEO da Embraer, Francisco Gomes Neto.

Os dois aviões Embraer E175 visam aumentar a eficiência no atendimento às demandas da aviação de Segurança Pública federal, com menores restrições operacionais, maior capacidade de transporte e alcance para deslocamentos diretos a qualquer extremo do Brasil.

Data: 8/12/2021
Horário: 16h30
Local: Hangar da Coordenação de Aviação (CAV) da Polícia Federal em Brasília, localizado, SAS Qd. 06, LT 9/10, Lago Sul, Brasília – DF.
Credenciamento: Os jornalistas interessados em cobrir o evento deverão encaminhar e-mail para: [email protected]

 

 

Coordenação-Geral de Comunicação Social da Polícia Federal
Contato:
[email protected]
(61) 2024-8142

Continue lendo

Polícia Federal

PF investiga fraude no emprego de verbas contra a Covid-19 no interior do Amapá

Publicado


Vitória do Jari/AP – A Polícia Federal deflagrou hoje (7/12) a Operação Matizar*. O objetivo é reprimir possível ocorrência dos crimes de fraude em licitação e peculato, em obra que serviria de base para enfrentamento da covid-19.

 Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão: um na casa do secretário municipal de saúde de Serra do Navio/AP (ele reside em Pedra Branca do Amapari/AP); um na residência do responsável por executar a obra (residência em Vitória do Jari/AP); e um na sede de uma empresa em Vitória do Jari/AP. O certame previa reforma e adequação de um prédio para que ele fosse centro de referência no enfrentamento à pandemia.

As investigações tiveram início após denúncia que apresentou fortes indícios de direcionamento para a empresa que venceria a disputa. A modalidade de licitação escolhida foi o Convite, na qual o poder público busca empresas para realizar alguma obra ou serviço. Todavia, foram enviados apenas três convites, já se levantando suspeita sobre uma possível delimitação dos participantes. Mais adiante, a PF verificou que duas das três propostas apresentadas eram idênticas, num claro movimento para que uma terceira empresa saísse vencedora na disputa que envolveu cerca de R$ 100 mil.

Houve ainda constatação de que duas das três empresas têm entre seus responsáveis uma mesma pessoa, outra infração ao caráter competitivo das licitações. O trabalho policial constatou ainda que foi realizada apenas uma pintura no referido prédio, o que não justificaria o alto valor da obra.

As penas previstas para os crimes em investigação podem chegar a 20 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal no Amapá

Instagram: @policiafederalamapa

(96) 3213-7500

****Matizar quer dizer combinar, numa referência à maneira como foi conduzida a licitação sob suspeita.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana