conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal passa a utilizar o novo Microscópio Eletrônico de Varredura

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal concluiu as providências necessárias para a instalação, no último dia 12 de outubro, de seu novo Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV).​​

Desde 2004 a PF utiliza o MEV para auxiliar as atividades periciais. Esse valioso instrumento de pesquisa viabilizou análises detalhadas de resíduos físicos e de elementos resultantes do disparo de arma de fogo, bem como é ferramenta muito útil para determinação da composição química de diversos resíduos relacionados a locais de crime.

O primeiro Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) da Polícia Federal foi utilizado por 16 anos na produção de centenas de laudos. Com o passar do tempo, entretanto, suas configurações e resultados ficaram defasados, tornando-se premente a atualização da tecnologia no âmbito da Perícia Criminal Federal. 

O principal uso do equipamento é a análise detalhada de resíduos inorgânicos em escala nanométrica​. Em especial, a aplicação do MEV viabiliza a definição da composição química de amostras, especialmente aquelas resultantes de disparos de arma de fogo, mas não somente nesses casos. Sua utilização possibilita ao Perito a correlação entre as amostras de local de crime e aquelas colhidas junto a suspeitos e/ou outras pessoas ou locais de interesse, possibilitando que o mesmo determine se há ou não presença do mesmo elemento entre as amostras analisadas.​

Historicamente, o Instituto Nacional de Criminalística, da Diretoria Técnico-Científica da PF utiliza esse equipamento na produção de laudos relacionados a investigações de homicídio ou autoextermínio.

 

Comunicação Social da PF
61 2024 8142

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal incinera mais de 620 kg de entorpecentes

Publicado


Maringá/PR – A Polícia Federal destruiu, na tarde desta quarta-feira (25/11), mais de 623 kg de drogas apreendidas nas ações e operações realizadas pela Polícia Federal em Maringá e demais forças de segurança que atuam na circunscrição.

As drogas foram incineradas com autorização judicial, numa indústria localizada da cidade, onde foram destruídos, 429,95 kg de cocaína e 203,9 kg de crack, perfazendo um total de 623,35 kg de entorpecentes. O representante da Vigilância Sanitária de Maringá fez-se presente ao procedimento.

Esta foi a quinta destruição promovida neste ano de 2020 pela Delegacia de Polícia e Maringá, totalizando, até o momento, a destruição de 35.242 Kg de entorpecentes. 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Maringá/PR

Telefones: (44) 3220-1436/1408

Continue lendo

Polícia Federal

PF prende homem na posse de arquivos digitais com cenas de abuso sexual infantil no Rio de Janeiro

Publicado


Rio de Janeiro/RJ – Na manhã de hoje, 25/11, a Polícia Federal prendeu em flagrante, um homem, por armazenar imagens de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes, o que configura o crime previsto Art 241-B do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente.

 

A prisão ocorreu durante o cumprimento de um mandado de busca apreensão na residência do alvo, no bairro do Cachambi, Zona Norte do Rio de Janeiro.

 

O objetivo da ação era localizar arquivos digitais compartilhados na DEEPWEB – também conhecida como “internet invisível” -, e palco de atividades ilegais, onde os criminosos se valem do anonimato para exibir, acessar e compartilhar imagens de abuso sexual infantil de forma a evitar a ação policial.

 

O preso será encaminhado à Superintendência da PF no Rio para lavratura do Auto de Prisão em Flagrante, e após as formalidades legais, ficará à disposição da justiça no sistema prisional.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana