conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal incinera mais de 8 toneladas de entorpecentes em Campo Grande/MS

Publicado


Campo Grande/MS – Nesta sexta-feira, 14/1, foram destruídos 8.500 quilos de entorpecentes. O grande volume de drogas é consequência dos flagrantes e operações realizados pela Polícia Federal e por outras forças policiais. 

Foram incinerados cocaína, haxixe, e principalmente maconha, uma vez que o país vizinho, Paraguai, é um dos maiores produtores do mundo. As apreensões são direcionadas à PF, desde que configurada a transnacionalidade ou interestadualidade do delito.

A incineração ocorreu em uma indústria localizada no distrito industrial de Campo Grande e mobilizou diversos policiais federais, quatro viaturas e batedores da Guarda Civil Metropolitana.

Seguindo todos os protocolos de cuidados estabelecidos pelas autoridades do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem em benefício da sociedade.

Comunicação Social da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul

Fone: (67) 3368-1105

[email protected] / www.pf.gov.br

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal deflagra operação para combater falsificação de cédulas falsas em 10 Municípios de 9 Estados

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal deflagrou, nos dias 18 e 19 /1, a Operação REBOTE FAKES 5. A ação tratou da realização de fiscalizações em encomendas remetidas por meio dos Correios e transportadoras, nas quais havia cédulas falsas que seriam distribuídas em 10 cidades de 9 Estados da Federação.

A ação foi realizada nos municípios de Senhor do Bonfim/BA, Cedro/CE, Rio Grande/RS, Maringá/PR, Rorainópolis/RR, Lagoa da Prata/MG, Ananindeua/PA, Saquarema/RJ, Feira de Santana/BA e São Francisco de Assis/RS. Foram realizadas as prisões de 10 indivíduos e a apreensão de 13 encomendas com cédulas falsas, no total.

A Operação teve o trabalho conjunto com a Diretoria de Segurança Corporativa da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos e algumas transportadoras. Foi apreendido um significativo número de encomendas contendo cédulas falsas em seu interior. Os valores em moedas falsas apreendidas são de aproximadamente R$ 50 mil em valor nominal.

A Polícia Federal, desde o ano de 2019, apreendeu aproximadamente 15 milhões de reais em cédulas falsas, nas ações de combate às falsificações de moeda. Em razão da situação de pandemia causada pelo Corona vírus, foi adotada logística especial de preservação do contágio com distribuição de EPI’s a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas e investigados.

Coordenação-Geral de Comunicação Social da Polícia Federal

Contato: 61 2024-8142

[email protected]

Continue lendo

Polícia Federal

PF deflagra 2ª fase da Operação Fake Ink no combate a fraudes em licitações de aquisição de suprimentos de informática

Publicado


 Cuiabá/MT – A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (20/1) a segunda fase da Operação FAKE INK, com o objetivo de desarticular um grupo criminoso que fraudou a licitação do Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS, para aquisição de suprimentos de informática (cartuchos de tinta), no estado do Mato Grosso.

A primeira fase da Operação FAKE INK ocorreu em 1/7/2021 e constatou que os envolvidos criavam empresas de fachada que concorriam em pregões eletrônicos com preços abaixo do mercado, para que pudessem se sagrar vencedoras. Porém, após vencerem os certames, o produto entregue pelas empresas não correspondia ao produto original das marcas adquiridas, ou seja, eram fornecidos cartuchos falsificados.

No curso da investigação verificou-se que as empresas de fachada atuaram de forma criminosa em todo o País. Foi, então, expedido pela 5ª Vara Federal da Seção Judiciária do Mato Grosso um mandado de busca e apreensão, com o objetivo de colher provas da continuidade delitiva do grupo criminoso, bem como foram deferidos os pedidos de quebra de sigilo bancário, fiscal e telemático.

Além disso, a Justiça Federal do Mato Grosso determinou que os investigados cumprissem as seguintes medidas cautelares diversas da prisão: 1- Recolhimento domiciliar no período noturno 2- Monitoramento eletrônico 3- Comparecimento mensal em juízo 4- Proibição de participarem de licitação nas esferas federal, estadual e municipal.

Comunicação Social da Polícia Federal em Mato Grosso

Contato: [email protected]

 Instagram: @policiafederal_mt

 (65) 992488987

*** O nome da Operação Fake Ink – tinta falsa no idioma inglês – remete ao fato de a organização criminosa fornecer aos órgãos públicos em que venciam as licitações cartuchos falsificados.

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana