conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal e BPFron realizam nova operação para destruir portos clandestinos em Guaíra/PR

Publicado


Guaíra/PR – No período de 1 a 6 de dezembro, equipe integrada por policiais federais e militares realizaram a destruição de 15 portos clandestinos localizados às margens do Lago de Itaipu, fronteira com o Paraguai, num perímetro de aproximadamente 80 quilômetros, entre os municípios lindeiros de Guaíra e Entre Rios do Oeste.

Esta foi a quarta etapa para retomada destes pontos estratégicos, sendo que ao longo de 2021 foram realizadas outras três atuações estratégicas similares, enfatizando a convergência de propósitos das forças de segurança locais em desarticular organizações criminosas da região. Ao longo dos trabalhos de destruição, as equipes puderam realizar apreensões de contrabando.

O trabalho contemplou o levantamento georreferenciado e a destruição de áreas utilizadas pela criminalidade através de rotas fluviais no Lago de Itaipu para a prática de tráfico de drogas, tráfico de armas, contrabando e descaminho.

Considerando que esses portos clandestinos são feitos na mata ciliar do Lago de Itaipu, em área de proteção ambiental, os proprietários das áreas foram mapeados e identificados. Medidas afins à legislação ambiental poderão ser tomadas contra aqueles que permitirem a ocorrência de crimes em sua propriedade.

Fazem parte do Programa V.I.G.I.A. e desta operação interagências equipes do BPFRON e BOPE da PMPR, Polícia Federal, TIGRE, COPE e GOA da PCPR, BOPE/PMMS, RECEITA FEDERAL, FNSP e EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

Comunicação Social da Polícia Federal em Guaíra/PR

Contato: (44) 3642-9131

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal instaura inquérito para apurar mudança na cor das águas em Alter do Chão/PA

Publicado


Santarém/PA – A Polícia Federal instaurou um inquérito policial para investigar os motivos da alteração na tonalidade das águas no rio Tapajós, distrito de Alter do Chão, no Pará. A investigação foi aberta na última quinta-feira (20/01).

A PF enviou peritos para a região e pretende fazer um sobrevoo, na próxima segunda-feira (24/01). A fiscalização aérea será realizada com duas aeronaves do Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade (ICMBio), que chegarão neste domingo (23/01).

Além da Polícia Federal e do ICMBio, a comitiva será composta por integrantes do Ministério Público, técnicos do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e pesquisadores da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

A vistoria visa analisar, entre outras questões, a extensão da mancha que está ocasionando a mudança da coloração do Rio Tapajós.

Além disso, os peritos da PF irão colher amostras da água turva em diferentes pontos do rio para posterior análise e laudo pericial.

Cooperação integrada

Técnicos do Ibama e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará (Semas) iniciaram, na última quarta-feira (19/01), uma inspeção de emergência no rio Tapajós.

Amostras foram coletadas e encaminhadas para análise após a água apresentar coloração turva – não característica na região. A iniciativa contou ainda com o apoio do Corpo de Bombeiros do Pará.

Coordenação-Geral de Comunicação Social da PF
[email protected]
61 – 2024 8142

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal prende comprador de cédulas falsas em Navegantes/SC

Publicado


Navegantes/SC – A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde desta sexta-feira (21/01) um morador do bairro Gravatá, em Navegantes, que adquiriu cédulas falsas de real e as recebeu via Correios.

Trabalho de triagem realizado pelos Correios e pela Polícia Federal identificou que a encomenda, postada em outro Estado, conteria cédulas possivelmente falsas de real. Diante desses fatos, uma equipe de policiais federais aguardou que o adquirente recebesse sua encomenda e realizou a abordagem.

No objeto postal havia 26 cédulas falsas no valor de R$ 20 e 10 cédulas falsas no valor de R$ 50. Preso em flagrante, o comprador confessou os fatos delituosos, afirmando que comprou as notas de uma pessoa que conheceu pela internet.

Delegacia de Polícia Federal em Itajaí
[email protected] | www.pf.gov.br
47-3249-6796

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana