conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal desarticula grupo estabelecido na fronteira com o Uruguai dedicado ao mercado financeiro paralelo

Publicado


Santana do Livramento/RS – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (1º/12) a Operação Massari, para desarticular grupo especializado nas práticas de evasão de divisas, câmbio ilegal e lavagem de dinheiro.

Cerca de 40 policiais federais cumprem 10 mandados de busca e apreensão, em Santana do Livramento e um na cidade de São Paulo, e executam o bloqueio de contas bancárias e a indisponibilização de veículos.

A organização criminosa investigada é radicada na fronteira do Brasil (Santana do Livramento) com o Uruguai (Rivera) e responsável por intensa atividade no mercado financeiro paralelo. O grupo mantém ramificações no Estado de São Paulo e no litoral de Santa Catarina para executar o fluxo de dinheiro ilícito dessas regiões para a fronteira sul do Brasil e posteriormente para o Uruguai, China, Argentina e Chile.

Ao menos R$ 13,5 milhões em valores suspeitos foram movimentados por intermédio de contas bancárias vinculadas aos investigados (pessoais e de terceiros), nos últimos três anos. Porém, estima-se que a movimentação financeira paralela seja muito superior, visto que a maior parte das operações se dá através de dinheiro em espécie.

A investigação teve início a partir de uma apreensão de 33 mil dólares e 285 mil reais pela Polícia Federal, trazidos de São Paulo por um dos investigados, em março de 2021. Estima-se que cada um dos membros do grupo seja capaz de movimentar entre 50 mil e 100 mil reais em dinheiro vivo, a cada semana.

A Polícia Federal vem intensificando o combate a crimes contra o Sistema Financeiro Nacional nas fronteiras com o Uruguai e com a Argentina. Em 2021, somente em Santana do Livramento, foram sete operações deflagradas para apurar a evasão de divisas na região. A alta demanda por dinheiro clandestino se vincula, invariavelmente, à prática de outros crimes como o contrabando, tráfico de drogas, armas e corrupção. A atuação face de operadores do mercado paralelo de câmbio é estratégica para atingir o fluxo financeiro de grandes organizações criminosas.

O termo Massari é comumente utilizado pelos investigados para tratar de transações com dinheiro em espécie.

Comunicação Social da Polícia Federal em Santana do Livramento

Fone: (55) 3241-9000/(55) 99125-9987

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal prende comprador de cédulas falsas em Navegantes/SC

Publicado


Navegantes/SC – A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde desta sexta-feira (21/01) um morador do bairro Gravatá, em Navegantes, que adquiriu cédulas falsas de real e as recebeu via Correios.

Trabalho de triagem realizado pelos Correios e pela Polícia Federal identificou que a encomenda, postada em outro Estado, conteria cédulas possivelmente falsas de real. Diante desses fatos, uma equipe de policiais federais aguardou que o adquirente recebesse sua encomenda e realizou a abordagem.

No objeto postal havia 26 cédulas falsas no valor de R$ 20 e 10 cédulas falsas no valor de R$ 50. Preso em flagrante, o comprador confessou os fatos delituosos, afirmando que comprou as notas de uma pessoa que conheceu pela internet.

Delegacia de Polícia Federal em Itajaí
[email protected] | www.pf.gov.br
47-3249-6796

Continue lendo

Polícia Federal

PF cumpre mandados em endereços ligados a homem assassinado no Recreio

Publicado


Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal, em operação conjunta com o Gaeco/MP/RJ, cumpriu nesta sexta-feira (21/01) quatro mandados de busca e apreensão em endereços vinculados a um homem assassinado, na madrugada de ontem (20/01), na saída de uma casa noturna no Recreio, zona oeste do Rio.

Na ação, os policiais federais apreenderam quatro veículos de luxo, avaliados em aproximadamente R$ 1 milhão, além de documentos relacionados às suas empreitadas criminosas e dinheiro. Além disso, foi determinado bloqueio de todas as contas a ele vinculadas.

Os mandados foram cumpridos em três endereços no Recreio dos Bandeirantes, sendo uma residência, em condomínio de luxo, e outros dois, em prédios comerciais. Além de um galpão, em Olaria, zona norte do Rio.

Durante o cumprimento do mandado em residência localizada no bairro Recreio dos Bandeirantes, um homem de 63 anos foi preso, em flagrante, na posse irregular de três armas de fogo.

O assassinado era investigado por organização criminosa, lavagem de capitais, crime contra a economia popular e porte ilegal de arma de fogo.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro
[email protected] | www.gov.br/pf
(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana