conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal deflagra operação para reprimir crimes contra o Sistema Financeiro

Publicado

Campinas/SP. A PF deflagrou, na manhã desta quinta-feira, 28/7, a Operação Dollaro Bucato II, objetivando a repressão de crimes contra o Sistema Financeiro Nacional consistentes em operações de câmbio ilegais e evasão de divisas.

As investigações foram iniciadas em decorrência de informações obtidas após cumprimento de mandados judiciais, pela Polícia Federal, nos anos de 2019 e 2021 (Operação Dollaro Bucato I, em setembro de 2021).

Por meio das análises de documentos e dispositivos eletrônicos, foi possível constatar milhares de operações financeiras, efetivadas por pessoas físicas e jurídicas, direcionadas a remessas não autorizadas de capitais para o exterior, em especial para o continente asiático.

As operações envolviam movimentação de moeda no estrangeiro por meio do processo conhecido como dólar-cabo, além de câmbio de moeda em território nacional, uso de empresas de fachada, operações de importações fictícias e direcionamento de capital para empresa que comercializa criptoativos.

Foram detectadas movimentações atípicas em diversas regiões do país, sendo que o montante transacionado pelas pessoas físicas e jurídicas superou 1 bilhão de reais de reais em período de dois anos. Destes, ao menos 230 milhões de reais passaram por contas de pessoas jurídicas com fortes indícios de serem “de fachada”, sem atividade operacional, e com capital social incompatível com os valores movimentados.

Estima-se que o esquema tenha movimentado e remetido para o exterior valores provenientes de outras práticas criminosas, tais como pirâmides financeiras, descaminho, contrabando e tráfico de drogas.

Na data de hoje, estão sendo cumpridos 12 mandados de busca e apreensão expedidos pela 9ª Vara Federal de Campinas, nos estados de São Paulo (Campinas (1), São Paulo (6), Santo André (1), Itapira (1)) e Goiás (Goiânia (3), tendo por alvos 8 pessoas físicas e 4 pessoas jurídicas, todas envolvidas nas operações.

*O nome da operação faz alusão à atividade ilegal de câmbio e evasão de divisas, significando em italiano dólar de lavanderia.

As penas previstas para os crimes investigados (operação de câmbio ilegal e evasão de divisas) somadas podem chegar a 10 anos de prisão.

Comunicação Social da Polícia federal em São Paulo

[email protected]

Fonte: Polícia Federal

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Polícia Federal

PF prende estrangeira com cocaína no Aeroporto de Foz do Iguaçu/PR

Publicado

Foz do Iguaçu/PR – Policiais federais realizaram, na noite de ontem (6/8), a prisão de uma passageira estrangeira transportando cocaína, com passagem para Madrid, na Espanha.

Por volta das 19h, policiais federais realizavam fiscalização nos passageiros no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu/PR. Ao abordar uma passageira de nacionalidade paraguaia, de 25 anos, os policiais notaram certo nervosismo e decidiram realizar uma revista.

Foram encontrados cerca de 2,5 kg de cocaína presos às pernas da passageira, envoltos com fitas plásticas. Após o flagrante, os policiais federais deram voz de prisão e encaminharam a passageira e a droga para a Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR, para a lavratura do flagrante.

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR

CS/PF/Foz

[email protected]

Disque-Denúncia

(45) 99116-8691 (telefone/Whatsapp)

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal apreende 47 kg de cocaína na BR 101

Publicado

Itajaí/SC – A Polícia Federal apreendeu na BR 101, na última sexta-feira (5/8), 47 kg de cocaína que estavam escondidos no tanque de combustível de um veículo proveniente do Mato Grosso do Sul.

O veículo vinha sendo acompanhado pela PF em razão da suspeita da prática de crimes por seu condutor e foi abordado quando transitava na BR 101, sentido norte-sul, na altura do km 122, em Itajaí.

 Na vistoria, foram encontrados 47 tabletes de cocaína ocultos no tanque de combustível. A droga teria sido trazida da fronteira brasileira com o Paraguai.

O motorista do veículo, que permaneceu em silêncio em seu interrogatório, foi preso em flagrante pelo crime de tráfico internacional de entorpecentes e se encontra à disposição da Vara Criminal Federal de Itajaí.

Comunicação Social da Polícia Federal em Itajaí

[email protected] | www.pf.gov.br

47-3249-6796

Fonte: Polícia Federal

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana