conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal deflagra operação de combate ao tráfico de pessoas e contrabando de migrantes

Publicado


Porto Velho/RO – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (1º/12) a Operação PATRIS ILLUSIO, visando combater os delitos de tráfico de pessoas com fins de exploração sexual, contrabando de migrante e falsidade ideológica, além de outros crimes correlatos.

Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, expedidos pela 7ª Vara Federal de Porto Velho/RO, nos estados de Rondônia, Minas Gerais e São Paulo. No interior das residências, a Polícia Federal apreendeu equipamentos eletrônicos e documentos que visam auxiliar nas investigações dos crimes apurados.

As investigações tiveram início a partir de informações fornecidas pela Adidância da Agência americana ICE/HSI em Brasília/DF à INTERPOL, que noticiaram a prisão de um brasileiro por abuso sexual de uma menor de idade também brasileira, fato constatado após terem ingressado ilegalmente nos EUA. Havia também a suspeita da existência do delito de falsidade ideológica, tendo em vista que o investigado, que é tio da vítima, consta na certidão de nascimento como pai socioafetivo dela.

Com o avançar das investigações, foi possível apurar que o ingresso ilegal nos Estados Unidos teria se dado com o auxílio de coiotes, nome pelo qual são conhecidos os agentes que conduzem ou promovem os meios para que imigrantes cruzem as fronteiras de um país de forma clandestina, mediante retribuição financeira.

As penas para o crime de tráfico de pessoas com fins de exploração sexual (art. 149-A do Código Penal) podem chegar a 8 anos de reclusão. Já para os crimes de contrabando de migrante (art. 323-A do Código Penal) e falsidade ideológica (art. 299 do Código Penal), as penas podem chegar a 5 anos de prisão por cada um dos delitos investigados.

O nome da operação, PATRIS ILLUSIO, que significa paternidade ilusória em latim, faz referência ao modus operandi utilizado na prática delitiva, consistente em inserir na certidão de nascimento da vítima uma paternidade socioafetiva falsa, com o intuito de facilitar o ingresso ilegal nos Estados Unidos.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Rondônia

www.pf.gov.br

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal prende comprador de cédulas falsas em Navegantes/SC

Publicado


Navegantes/SC – A Polícia Federal prendeu em flagrante na tarde desta sexta-feira (21/01) um morador do bairro Gravatá, em Navegantes, que adquiriu cédulas falsas de real e as recebeu via Correios.

Trabalho de triagem realizado pelos Correios e pela Polícia Federal identificou que a encomenda, postada em outro Estado, conteria cédulas possivelmente falsas de real. Diante desses fatos, uma equipe de policiais federais aguardou que o adquirente recebesse sua encomenda e realizou a abordagem.

No objeto postal havia 26 cédulas falsas no valor de R$ 20 e 10 cédulas falsas no valor de R$ 50. Preso em flagrante, o comprador confessou os fatos delituosos, afirmando que comprou as notas de uma pessoa que conheceu pela internet.

Delegacia de Polícia Federal em Itajaí
[email protected] | www.pf.gov.br
47-3249-6796

Continue lendo

Polícia Federal

PF cumpre mandados em endereços ligados a homem assassinado no Recreio

Publicado


Rio de Janeiro/RJ – A Polícia Federal, em operação conjunta com o Gaeco/MP/RJ, cumpriu nesta sexta-feira (21/01) quatro mandados de busca e apreensão em endereços vinculados a um homem assassinado, na madrugada de ontem (20/01), na saída de uma casa noturna no Recreio, zona oeste do Rio.

Na ação, os policiais federais apreenderam quatro veículos de luxo, avaliados em aproximadamente R$ 1 milhão, além de documentos relacionados às suas empreitadas criminosas e dinheiro. Além disso, foi determinado bloqueio de todas as contas a ele vinculadas.

Os mandados foram cumpridos em três endereços no Recreio dos Bandeirantes, sendo uma residência, em condomínio de luxo, e outros dois, em prédios comerciais. Além de um galpão, em Olaria, zona norte do Rio.

Durante o cumprimento do mandado em residência localizada no bairro Recreio dos Bandeirantes, um homem de 63 anos foi preso, em flagrante, na posse irregular de três armas de fogo.

O assassinado era investigado por organização criminosa, lavagem de capitais, crime contra a economia popular e porte ilegal de arma de fogo.

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro
[email protected] | www.gov.br/pf
(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana