conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal cumpre mandados no âmbito da Operação Daemon

Publicado


Curitiba/PR – A Polícia Federal cumpriu, ontem (16/07), um mandado de prisão preventiva e um mandado de busca e apreensão em virtude de aprofundamentos da Operação Daemon, que apura a prática de crimes contra a economia popular e o sistema financeiro nacional, de estelionato, lavagem de capitais, falimentares e de organização criminosa. As ordens foram expedidas pela 23ª Vara Federal de Curitiba/PR.

De acordo com informações recebidas por um dos investigados na operação, apurou-se que a esposa do alvo principal estava descumprindo as medidas cautelares impostas pela Justiça Federal, especialmente a de não se comunicar com os demais investigados.

Através de registros de mensagens enviadas por aplicativo de celular, foi possível evidenciar que a investigada, mediante aparelho telefônico recém habilitado em seu nome, estava, a mando de seu marido, buscando contato com um dos investigados na operação.

O aprofundamento das investigações demonstrou que o principal investigado ainda mantém estreito relacionamento com sua esposa, ao contrário do que foi alegado por ela, e que ambos podem estar compartilhando e ocultando das autoridades possível carteira de criptomoedas.

Para evitar eventual ajuste de versões entre os investigados, bem como para inibir a continuidade dos delitos, a esposa do alvo principal da operação foi presa nesta manhã, além de ter os seus dispositivos eletrônicos pessoais apreendidos.

As apurações da Operação Daemon continuam, não apenas para a cessação das atividades criminosas, mas também para a elucidação da participação de todos os investigados nos crimes sob apuração, bem como o rastreamento patrimonial para viabilizar, ainda que parcialmente, a reparação dos danos gerados às vítimas.

Comunicação Social da Polícia Federal em Curitiba/PR
(41) 3251-7813
[email protected]

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Operação Thesaurus investiga desvio de recursos públicos destinados ao pagamento de auxílio emergencial

Publicado


Belém/PA – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (28/9) a Operação Thesaurus, com objetivo de apurar a apropriação indevida de recursos destinados ao pagamento de auxílio emergencial.

Ao todo, 10 policiais federais cumprem, na região metropolitana de Belém, dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, expedidos pela 4ª Vara Criminal Federal da Seção Judiciária no Estado do Pará.

A Justiça Federal também determinou o bloqueio de bens e valores até o limite de cerca de R$ 19 milhões.

As investigações demonstraram que, no período de abril a julho do ano passado, uma agência lotérica solicitou à Caixa Econômica Federal suprimentos extraordinários no montante de mais de R$ 19 milhões para pagamento de auxílio emergencial, contudo não prestou contas do valor recebido.

O nome da operação – tesouro em latim – faz alusão à expressiva quantia apropriada, suficiente para pagamento de mais de 30 mil cotas de auxílio emergencial.

Caso o resultado dos cumprimentos dos mandados corrobore a hipótese criminal, os envolvidos serão indiciados pelos delitos de peculato e lavagem de capitais.

Comunicação Social da Polícia Federal no Pará

Fone: 91 98586-5044
Email: [email protected]

Continue lendo

Polícia Federal

PF combate crime de moeda falsa em Foz do Iguaçu

Publicado


Foz do Iguaçu/PR – Na segunda-feira (27/4), policiais federais prenderam um homem com 28 cédulas falsas de reais, totalizando R$ 3 mil, ao recebê-las num envelope postado nos Correios. O flagrante ocorreu logo após o indivíduo receber a correspondência em sua residência, localizada em Foz do Iguaçu/PR, e contou com a colaboração da Coordenação de Segurança Corporativa dos Correios no Paraná (CSEC/PR).

As notas apreendidas simulam itens de segurança presentes em cédulas autênticas como, por exemplo, elementos fluorescentes, fio de segurança e faixa holográfica. Caso entrassem em circulação, poderiam causar prejuízos a terceiros de boa-fé.

O homem foi conduzido à Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante pelo crime de moeda falsa. A pena para tal crime pode chegar a 12 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu

Contato: (45)3576-5515

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana