conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal cumpre mandado de prisão de contrabandista que se encontrava foragido no Paraguai

Publicado


Foz do Iguaçu/PR – Nesta manhã (15/10), foi cumprido mandado de prisão, expedido em desfavor de um homem, que responde pelo crime de contrabando. Ele era um dos responsáveis por organização criminosa atuante no Mato Grosso do Sul.

O preso foi entregue pela Polícia Nacional Paraguaia na Ponte da Amizade, fronteira do Brasil com o Paraguai, para a Polícia Federal de Foz do Iguaçu.

O mandado havia sido expedido pela 1ª Vara Federal de Naviraí/MS, e o homem integrava lista de procurados do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu/PR

Contato: (45) 3576-5515

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

PF combate distribuição de cigarros ilegais no Paraná

Publicado


Ponta Grossa/PR – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (27/10) a Operação Antifumo, com o objetivo de desarticular uma organização criminosa responsável pela distribuição e fornecimento de cigarros de origem paraguaia nas regiões de Faxinal, Telêmaco Borba e Umuarama, no Paraná.

Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão. Uma pessoa foi presa em flagrante após serem localizados cerca de 1800 pacotes de cigarros distribuídos nos endereços residencial e comercial do alvo.

Além da prisão, foram coletadas informações sobre o líder da organização responsável pela distribuição do produto ilícito.

A ação é continuidade de um flagrante realizado em 2019, que identificou os demais integrantes da quadrilha após ser feita a análise no celular de um fornecedor de cigarros da região.

O preso e o material apreendido foram encaminhados à Delegacia da PF em Ponta Grossa.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Ponta Grossa/PR

Telefone: (42) 3026-5960

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal usará Drones para reprimir crimes eleitorais nas Eleições 2020

Publicado


Brasília/DF – A Polícia Federal apresentou hoje, no Tribunal Superior Eleitoral – TSE, durante cerimônia de lançamento do Plano de Ação para as Eleições 2020, seu projeto de utilização de Drones para a prevenção e repressão aos crimes eleitorais.

Na ocasião, o Diretor-Geral da PF, Rolando Alexandre de Souza e o Secretário Executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Tércio Issami Tokano, apresentarão ao presidente do Tribunal, Ministro Luís Roberto Barroso, o planejamento da Operação Eleições Limpas que, dentre outras medidas, prevê a utilização de veículos aéreos não tripulados para monitorar eventuais irregularidades durante o pleito.

A Polícia Federal utilizará mais de 100 Drones. Os equipamentos atuarão em municípios estratégicos em todo o território Nacional. Os Drones irão sobrevoar as principais zonas eleitorais do país, ajudando a fiscalizar e combater crimes como boca de urna e transporte de eleitores.

Tais equipamentos trazem tecnologia de ponta e são capazes de voar em elevada altitude de forma imperceptível. Os Drones possuem câmeras capazes de realizar zoom suficiente para identificar suspeitos, placas de veículos, entregas de santinhos e situações de compra de votos, com imagens de alta nitidez. As imagens capturadas serão transmitidas a uma equipe da PF que estará preparada para monitorar a eleição e adotar as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas. Assim, diante de algum flagrante de crime eleitoral, policiais se deslocarão, imediatamente, para o local indicado para prender os suspeitos, que serão conduzidos para a delegacia, onde serão tomadas as providências pertinentes. 

A ação vai ao encontro das orientações da Direção Geral da Polícia Federal, no sentido de utilizar novas tecnologias para prevenir e reprimir ações delituosas. O uso de Drones possibilita, ainda, diminuir a presença física dos policiais e o contato social com não envolvidos em situação criminosa, o que se torna extremamente relevante diante do cenário de medidas de distanciamento social para combater a epidemia do novo coronavírus. 

Com isso, a instituição visa cumprir seu mister constitucional, de polícia judiciária eleitoral, e mostrar que está preparada para combater os crimes eleitorais, garantindo um pleito seguro para que os cidadãos possam exercer o seu direito de sufrágio dentro da legalidade.

 

Comunicação Social da PF
61 2024 8142

 

 

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana