conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal combate descaminho no Paraná

Publicado


.

Guaíra/PR – A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (22/5) a Operação Rota Alternativa, com o fim de combater a prática do crime de descaminho. Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão na cidade de Umuarama/PR.

A investigação teve início após apreensão de mais de 500 aparelhos de telefone celular, na cidade de Alto Paraíso/PR. Na ocasião, os eletrônicos eram transportados em um veículo ocupado por duas pessoas. Os envolvidos teriam carregado o veículo na região de fronteira com o Paraguai e tinham como destino a cidade Umuarama.

Com aprofundamento das investigações, foi possível identificar o proprietário da valiosa carga de eletrônicos e constatado que ele estava atuando como batedor da carga na ocasião da apreensão.

O investigado, de 43 anos, residente em Umuarama, possui extenso histórico de autuações e apreensões de produtos importados ilegalmente, especialmente eletrônicos, tendo inclusive, nos últimos dias, fugido das autoridades alfandegárias após abordagem na região de fronteira. Na ocasião da fuga, abandonou ocupante do veículo na fronteira e evadiu-se para o Paraguai.

Chama atenção a reiteração da prática criminosa, mesmo durante o fechamento oficial da fronteira com o país vizinho como medida sanitária por conta da pandemia do Covid-19, o que demonstra ousadia dos criminosos.

A operação deflagrada nesta manhã foi batizada de Rota Alternativa por conta dos trajetos utilizados pelos criminosos para chegar até Umuarama com os ilícitos, vez que desviavam, em alguns casos, mais de 150 km a rota para fugir de eventuais fiscalizações ou atuações policiais.

O investigado responderá pelo delito de descaminho e associação criminosa. Os objetos apreendidos foram encaminhados para Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Polícia Federal

PF prende foragido da Justiça envolvido com tráfico de drogas no Espírito Santo

Publicado


.

Vila Velha/ES – A Polícia Federal prendeu nesta manhã (4/6), na região de Balneário Carapebus, Serra/ES, uma pessoa investigada por chefiar associação para o tráfico de drogas na região de Governador Valadares/MG, o qual estava foragido da Justiça há mais de 5 anos.

No momento da abordagem, o preso se identificou com documentos falsos, o que resultou também em sua prisão em flagrante pelo crime de uso de documento falso.

ENTENDA O CASO

A Polícia Federal recebeu informe de que estaria residindo na Serra/ES um relevante integrante de organização criminosa com envolvimento com o tráfico de drogas, crimes de homicídio, lavagem de dinheiro, crimes contra o patrimônio, dentre outros, e dois mandados de prisão em aberto expedidos pela Justiça mineira.

Ainda segundo os dados, mesmo foragido, tal pessoa permaneceria no comando de parte do comércio de drogas na região de Governador Valadares/MG, mantendo ligações com vários grupos criminosos locais.

 Diante desses dados, equipe da PF confirmou seu endereço, realizando o cumprimento dos mandados de prisão. Chegando ao local, o indivíduo tentou se eximir da atuação da Polícia Federal se identificando com outro nome.

 Após as confirmações necessárias, ficou claro que se tratava de documento falso, o que ensejou a prisão em flagrante do foragido em razão da falsa identidade, cujas penas variam entre 2 e 3 anos de reclusão (arts. 297 e 304, Código Penal).

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Espírito Santo

Telefone: (27) 30418051/8029, (27) 992455616

Continue lendo

Polícia Federal

PF investiga fraude em compras da PRF em Mato Grosso do Sul

Publicado


.

Campo Grande/MS – A Polícia Federal deflagrou hoje (4/6) a Operação TNT, com o objetivo de investigar pregão eletrônico promovido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), para aquisição de máscaras cirúrgicas, no Mato Grosso do Sul.

Uma equipe de 20 policiais federais deu cumprimento a cinco mandados de busca e apreensão, em Campo Grande/MS. As medidas judiciais foram expedidas pela 3º Vara Federal de Campo Grande/MS, através de Inquérito Policial instaurado pela PF.

Após ser informada pela PRF, a PF iniciou investigação para apurar suposta fraude na licitação e possível crime contra a economia popular, em cotação eletrônica efetuada pelo Órgão, ao perceber os preços muito acima do mercado oferecidos pelas empresas participantes do certame.

O pregão é destinado à aquisição de materiais de higienização e prevenção à COVID-19, sendo que as empresas que se habilitaram são de SP, MG, e RJ. A PRF pretendia adquirir 100 mil unidades de máscaras cirúrgicas, com características específicas.

Porém, com o resultado da classificação dos fornecedores, cinco empresas apresentaram preços aparentemente abusivos, se comparados com o valor de referência. Máscaras que eram comercializadas por R$ 0,12 centavos a unidade foram oferecidas por até R$ 20,00 a unidade.

 

Contato: (67) 3368-1105
E-mail: [email protected]

 

***O nome da operação, TNT, é uma referência ao tipo de material usado na fabricação  das máscaras.

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana