conecte-se conosco


Polícia Federal

Polícia Federal apreende helicóptero com grande carga de cocaína

Publicado


Maringá-PR – No domingo (21/2), a Polícia Federal apreendeu um helicóptero na área rural do Município de Santa Mônica/PR, a 180 km de Maringá/PR, o qual estava carregado com aproximadamente 220 quilogramas de cocaína.

Nos últimos dias, a Polícia Federal vinha recebendo informações de que naquela região estavam sendo abastecidos helicópteros em áreas isoladas, fora do padrão convencional de abastecimento de aeronaves, o que indicava a prática de ilícitos.

Diante tais circunstâncias, foram realizadas investigações em campo e diligências, que resultaram na identificação de local suspeito. Na manhã do domingo, policiais federais abordaram em solo um helicóptero, que se preparava para o transporte da droga. Junto à aeronave foram encontrados grande quantidade de combustível, aparato específico para o abastecimento clandestino, e a droga apreendida.

Três indivíduos foram presos em flagrante. Um deles se tratava do possível piloto da aeronave e os outros dois estariam no apoio logístico do abastecimento. Todos responderão pelos crimes de tráfico internacional de entorpecentes e também por associação criminosa e/ou organização criminosa.

Em novembro do ano passado, a Polícia Federal efetuou apreensão semelhante na região de Barbosa Ferraz/PR, cidade localizada a 120 km de Maringá/PR, ocasião em que foi apreendida uma carga de 430 kg de cocaína, também transportada por helicóptero.

É a maior apreensão de cocaína da Polícia Federal, no ano de 2021, em Maringá.

 A ação contou com o apoio da Polícia Militar do Estado do Paraná, 3ª Cia Independente da PM em Loanda/PR e do Grupamento de Operações Aéreas da Polícia Civil.

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Maringá/PR

Telefones: (44) 3220-1436

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia Federal

Polícia Federal deflagra Operação Erasure, visando combater organização criminosa que fraudou o concurso do TRE/SP de 2017

Publicado


São Paulo/SP- A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (23/6) a Operação ERASURE, com o objetivo de apurar a atuação de uma organização criminosa que teria fraudado o concurso do TER/SP de 2017.

As investigações apontaram que, desde ao menos o ano de 2005, o grupo criminoso atuou em diversos concursos pelo Brasil conseguindo, em várias oportunidades, aprovar, mediante fraude, dezenas de pessoas que pagaram pelo serviço fraudulento. Estipula-se que a ORCRIM tenha obtido mais de R$ 29 milhões com essas fraudes.

Na ação de hoje, em específico, além do objetivo de obter mais materialidade dos crimes perpetrados, houve comunicação ao presidente do TRE/SP sobre a decisão da Justiça Federal que determinou o afastamento cautelar de um servidor que tomou posse no referido tribunal já no ano de 2017. 

Cinco equipes policiais cumpriram mandados de buscas em desfavor de sete investigados. Uma busca foi feita em Cotia/SP (dois alvos), uma em Santos/SP (dois alvos), uma em Recife/PE (um alvo), e duas em pessoas jurídicas com endereços situados em Boa Vista/RR.

A investigação teve início no ano de 2017, por meio de informações advindas das Operações GABARITO, que investigou fraude no Concurso do Ministério Público do Rio Grande do Norte, em 2017, e PORTA DOS FUNDOS, que investigou fraude no concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região, também em 2017. Essas operações conseguiram constatar o modus operandi (utilização de pontos e instrumentos de comunicação, professores para realizarem as questões, piloto para conseguir a prova e sair do local após o tempo mínimo, candidatos que pagavam para obter as vagas, etc.) da ORCRIM, sendo que um braço desta mesma ORCRIM atuou no concurso do TRE/SP de 2017.

Os investigados poderão responder pelos crimes previstos nos artigos 311-A, inciso I, parágrafos 2° e 3°, do Código Penal Brasileiro, artigo 288, caput, do Código Penal Brasil (associação criminosa) ou no art. 2º da Lei 12.850/2013 (organização criminosa), a depender da evolução das investigações.

A palavra ERASURE, em tradução livre, tem o significado de apagamento e foi utilizada para batizar esta operação policial já que um dos seus objetivos é apagar, retirar do setor público, pessoas que obtiveram êxito no concurso público do TRE/SP de 2017 mediante fraude.

Comunicação Social da Superintendência da PF em São Paulo

Contato: (11) 3538-5013

 [email protected]

Continue lendo

Polícia Federal

Polícia Federal incinera mais de 4 toneladas de entorpecentes em Dourados

Publicado


Dourados/MS – A Polícia Federal incinerou nesta quarta-feira (23/6) mais de quatro toneladas de entorpecente. O montante é fruto de apreensões da PF e de outras forças policiais.

Trata-se da primeira queima de entorpecente no período. Ano passado, foram incineradas mais de 31 toneladas de drogas em fornos industriais em Dourados. Além de policiais federais que farão a segurança, a incineração deve contar com a participação de policiais rodoviários federais e também de fiscais de saúde. 

A PF e a PRF participam juntas em celebração da Semana Nacional Antidrogas, instituída em 1999. Coordenada pelo Ministério da Justiça, ela acontece todos os anos no período de 19 a 26 de junho em todo o Brasil. O decreto que estabeleceu a Semana Nacional Antidrogas, definiu o dia 26 de junho como o “Dia Internacional de Combate às Drogas”.

Boa parte do entorpecente que vai ser incinerado é de maconha (3.829 quilos). O restante do montante é de cocaína (482 quilos) e haxixe (14,5 quilos).  Ano passado, a PF em Dourados realizou quatro incinerações. Na maior delas, que aconteceu em novembro, foram queimadas cerca 14 toneladas de maconha.

Seguindo todos os protocolos de cuidados estabelecidos pelas autoridades do Ministério da Saúde em face da pandemia do Covid-19, a Polícia Federal continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem em benefício da sociedade.

Comunicação Social da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul

Fone: (67) 3368-1105

[email protected] / www.pf.gov.br

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana