conecte-se conosco


Nacional

Polícia encontra carro e arma de secretário que matou político em Patrocínio

Publicado


source
patrocínio
Câmeras de Segurança/Reprodução

Candidato foi morto a tiros

O secretário de Obras de Patrocínio, em Minas Gerais, Jorge Marra,  que é o principal suspeito de ter matado o pré-candidato a vereador Cássio Remis (PSDB), na tarde desta quinta-feira (24), segue foragido.

Segundo a Polícia Civil, o carro do secretário e a arma possivelmente utilizada no crime foram encontrados na garagem da casa de um outro político, na cidade de Perdizes, que fica a 64 km de Patrocínio.

Em entrevista ao portal ‘Uol’, o delegado responsável pelas investigações, Renato Mendonça, detalhou como foi o processo para encontrar a arma e o carro. 

“Conseguimos rastrear, com as imagens das câmeras do olho vivo da cidade e das câmeras de Perdizes, que o autor esteve no local (na cidade de Perdizes). O veículo realmente foi encontrado na cidade e a arma de fogo, ao que tudo indica utilizada no crime, estava dentro do carro”.

Pedido de prisão

A justiça concedeu, na tarde desta sexta-feira (25), o pedido de prisão preventiva de Jorge Marra, principal suspeito pela morte do ex-vereador Remes.

Com a medida judicial, Marra agora é considerado foragido da justiça. O pedido foi expedio pelo juiz Walney Alves Diniz, da Vara Criminal e da Infância e da Juventude da Comarca de Patrocínio.

Entenda 

O crime aconteceu na tarde de quinta (24), quando Cassio Remis fazia uma transmissão ao vivo em sua rede social denunciando uma obra da prefeitura de Patrocínio que, supostamente, beneficiaria o comitê de campanha do atual prefeito e pré-candidato à reeleição, Deiró Marra (DEM).

Durante o vídeo, o secretário de Obras do município e irmão do atual mandatário, Jorge Marra, de 60 anos, chegou ao local em uma caminhonete e tomou o celular do político. Depois disso, em frente à secretaria, eles tornaram a brigar e o autor sacou uma arma e disparou na cabeça de Remis, que morreu no local.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nacional

52% dos paulistanos consideram o governo Bolsonaro ruim ou péssimo

Publicado


source
Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Reprodução SBT

Bolsonaro tem 52% de rejeição em São Paulo (SP)

Segundo pesquisa divulgada pelo Ibope nesta sexta-feira (30), mais da metade dos moradores da capital paulista (52%) consideram a gestão de Jair Bolsonaro (sem partido) ruim ou péssima . A pesquisa foi feita com 1.204 eleitores, entre os dias 28 e 30 de outubro, sob encomenda da TV Globo e do jornal “O Estado de São Paulo” .

A porcentagem dos paulistanos que consideram o governo Bom ou ótimo é 26%, enquanto 22% classificam a administração federal como regular; 1% dos entrevistados não soube responder ou não respondeu.

Doria e Covas

A pesquisa também levantou a porcentagem de rejeição a João Doria (PSDB) e Bruno Covas (PSDB), governado de SP e prefeito da capital paulista, respectivamente.

A administração de Doria foi considerada ruim ou péssima por 49% dos entrevistados e 17% classificaram como ótima ou boa. A pesquisa mostra ainda que 30% considera o desempenho do governo regular e 3% não sabia ou não responderam.

Bruno Covas candidato à reeleição à Prefeitura de São Paulo, preferencial 35% de avaliação ótima ou boa, e 38% classificaram como regular. Outros 25% disseram ser ruim ou péssima e, e 2% não responderam ou disseram não saber.

O Ibope perguntou ainda se os entrevistados aprovaram ou não a atual gestão de Covas na prefeitura: 48% aprovaram, e 44%, que desaprovam – 8% não responderam ou disseram que não sabem.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o momento atual eleitoral, considerando uma margem de erro.

Continue lendo

Nacional

Kataguiri convida Moro para jogar Among Us, que provoca: “é como no Brasil?”

Publicado


source
Ex-ministro da justiça, Sergio Moro
ESTADÃO CONTEÚDO

Ex-ministro da justiça, Sergio Moro

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP) convidou o ex-ministro da justiça Sergio Moro, no twitter, para uma partida de Among Us, afirmando que ele tem “um talento natural” para ser detetive. Em resposta, Moro perguntou se no final do game o impostores e assassinos são presos ou se saem impunes, “como no Brasil.




Carlos rebate

Carlos Bolsonaro, atual vereador do Rio pelo Republicanos e candidato à releição, ingressou na conversa provocando Kim e Moro, em clara piada de cunho homofóbico.

Mais cedo, Carlos Bolsonaro postou em seu twitter uma mensagem defendendo a reabertura das escolas no Rio de Janeiro. O vereador compartilhou um estudo da UFRJ que afirma que as escolas não têm papel relevante na transmissão do vírus.

“Nessas horas não vale a ciência, só aquela ‘siênssia’ da nova e velha esquerda, biografados, antas, alicate, calça encravada, socialismo e liberdade.”


Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana