conecte-se conosco


Policial

Polícia desarticula quadrilha e recupera carga de defensivos avaliada em R$ 1,2 milhão

Publicado

Um policial ficou ferido e um criminoso morreu durante a ação

Uma carga de defensivos agrícolas avaliada em R$ 1,2 milhão foi recuperada em ação realizada pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (8), em Lucas do Rio Verde (357 km ao Norte da Capital).
A ação resultou na desarticulação de um grupo criminoso especializado em roubos e receptação de defensivos. Durante as diligências houve confronto entre os policiais e os criminosos, resultando em um policial, que foi ferido de raspão, e três integrantes da quadrilha atingidos.
Entre os suspeitos estão Johne Ribeiro da Silva, que morreu no local; Kassiano Camargo, socorrido e internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de uma unidade do município e Reinald Stephanio Arouca de Moura, preso nesta quarta-feira (09), atingido com um disparo no pé.
A equipe da GCCO já investigava a organização criminosa há algum tempo pelo envolvimento do grupo em crimes de roubo e receptação de defensivos agrícolas, no interior do estado. A Polícia Civil recebeu informações de que a quadrilha faria o transporte de uma carga roubada, na terça-feira (8), em Lucas do Rio Verde.
Com base no levantamento, equipes da GCCO coordenadas pelo delegado Frederico Murta foram até a cidade, onde após trabalho de monitoramento, flagraram cinco integrantes da organização criminosa, em via pública no bairro Parque das Emas II, fazendo o transbordo de dos produtos agrícolas de um caminhão-baú para uma caminhonete Ford Ranger.
No momento da abordagem policial, os criminosos reagiram à ação, efetuando disparos de arma de fogo contra as equipes, fugindo em direção aposta e ainda tentaram jogar os veículos contra os policiais. Foram efetuados disparos contra os pneus do veículo, porém, eles aceleraram ainda mais com objetivo de atingir as equipes que faziam o cerco policial.
Na troca de tiros, um policial foi atingido e dois dos suspeitos foram baleados, um deles, Johne Ribeiro da Silva, morreu no local e outro, Kassiano Camargo, foi socorrido e está na UTI.
Toda a carga de defensivos que estava com o grupo foi apreendida – são mais de 215 galões de 20 litros e 50 caixas de defensivos – totalizando 5 mil litros de agrotóxicos avaliados em aproximadamente R$ 1,2 milhão, além de um revólver calibre 38 que estava em poder dos suspeitos.

Em continuidade às diligências, policiais da GCCO e da Delegacia de Lucas do Rio Verde conseguiram prender o terceiro integrante do grupo nesta quarta-feira (9). O suspeito foi conduzido à delegacia do município, onde após ser interrogado pelo delegado Daniel Santos Nery, foi autuado em flagrante pelos crimes de receptação, associação criminosa e tentativa de homicídio tendo policiais como vítimas.
Segundo o delegado da GCCO, Frederico Murta, que coordenou as investigações, grande parte da carga recuperada foi roubada pelo grupo no dia 05 de outubro, na cidade de Itanhangá, ocasião em que 12 homens armados amarraram as vítimas e fugiram levando reféns.
“É uma organização criminosa especializada e fortemente articulada, com vários integrantes. No decorrer das investigações o grupo poderá responder por outros crimes como a participação em diversos roubos de defensivos”, disse o delegado.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Polícia Civil capacita equipes de plantão especializado e de Delegacias da Mulher

Publicado


.

Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil iniciou nesta segunda-feira (03.08) a capacitação das equipes que vão atuar no Plantão Especializado 24 horas para atendimento a vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. Além dos plantonistas da Capital, também participam da capacitação as equipes que atuam nas Delegacias Especializadas de Defesa da Mulher do interior do estado.

A capacitação foi organizada pela Diretoria da Polícia Civil e é toda ministrada por meio de videoconferência. São instrutores, delegados da instituição e equipe técnica de delegacias especializadas, membros do Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, Conselho Estadual dos Direitos da Mulher e da Universidade Federal de Mato Grosso.

A diretora Metropolitana da Polícia Civil, delegada Ana Paula de Faria Campos, explica que o curso, que segue até o dia 7 de agosto, aborda temas como Lei Maria da Penha, avaliação de risco, rede de enfrentamento à violência doméstica; diretrizes e fluxo de atendimento no plantão especializado; crimes de liberdade sexual conforme as mudanças trazidas pelas leis 13718 e 13772, ambas publicadas em 2018 e o funcionamento do módulo criminal do Processo Judicial eletrônico (PJe).

“Além disso, preparamos nessa capacitação orientações de como deve ser o fluxo de atendimento às mulheres vítimas de violência, sobre o Sistema de Garantias dos Direitos da Criança e do Adolescente, as redes de acolhimento e proteção para essas vítimas, sobre como observar os sinais e tipos de violência e os reflexos nas vítimas e familiares”, explica a diretora.

No primeiro dia da capacitação, os participantes se reuniram com os diretores Ana Paula Campos, Daniela Maidel (de Execução Estratégica) e Walfrido Nascimento (Interior). Em seguida, o coordenador de Plantões Metropolitanos, delegado Walter de Melo Fonseca falou sobre o fluxo de atendimento no plantão. Também nesta segunda-feira, as equipes puderam interagir com a professora da UFMT, Vera Bertoline, que abordou sobre gênero e violência doméstica.

 

Plantão para vítimas de violência 

A unidade de plantão que começará a funcionar a partir do próximo sábado, 8 de agosto, vai atender vítimas de violência doméstica e sexual em Cuiabá. O plantão está instalado no prédio da 2ª Delegacia da Capital, no bairro Planalto, e é uma das medidas adotadas pela Polícia Civil e Secretaria de Estado de Segurança Pública, com apoio da primeira-dama do Estado, Virgínia Mendes, para ampliar o acolhimento, de forma ininterrupta na Capital.

 

Serão atendidas no Plantão 24h ocorrências envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2016 (Maria da Penha), além de vítimas de crimes contra a dignidade sexual conforme a Lei 12.015/2009 e as mudanças trazidas com as leis 3718/2018 e 3772/2018 (importunação sexual e violação da intimidade da mulher).  Também serão realizados procedimentos de prisão em flagrante, além de requerimento de medida protetivas, entre outras providências de urgência necessárias, conforme os casos.

A equipe do plantão será formada por cinco delegadas: Nubya Beatriz Gomes dos Reis, Juliana Rado, Vanessa Cunha Garcez, Lizzia Kelly Ferraro Noya e Jannira Laranjeira e mais as equipes de escrivães,  investigadores, assistentes sociais e psicólogas no total de 50 servidores da Polícia Civil.  

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

PRF SEMPRE EM ALERTA NO COMBATE AO TRÁFICO DE DROGAS EM PONTES E LACERDA – MT

Publicado


.

Na madrugada do dia 03 de agosto de 2020, a Polícia Rodoviária Federal abordou o veículo volvo/mpolo paradiso, linha Cascavel-PR x Rio Branco-AC, para verificação. Após conversa com os passageiros, a equipe policial percebeu que uma passageira apresentou nervosismo ao ser indagada de onde viria e quantas bagagens transportava, informando, logo após, que havia duas bagagens.

Ato contínuo a equipe ao abrir uma de suas bagagens, identificou cerca de 2,750 Kg de substância análoga a SKUNK e cerca de 7,700 Kg de substância análoga à maconha prensada, totalizando cerca de 10,450 Kg de peso total de droga.

A passageira relatou a equipe que receberia uma quantia em dinheiro pelo transporte.

Diante das informações obtidas, foi constatada, em princípio, ocorrência de Tráfico de drogas.

Após a realização da documentação necessária, passageira e ilícito foram encaminhados à polícia civil de Pontes e Lacerda.

SECOM PRF-MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt

 

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana