conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil recupera gado furtado e desarticula frigorifico clandestino em Barra do Garças

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Mais de 40 cabeças de gado furtadas de uma propriedade rural do município de Barra do Garças (509 km a Leste de Cuiabá) foram recuperadas pela Polícia Judiciária Civil com apoio da Polícia Militar, na segunda-feira (21.10), poucas horas após o crime.

A ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças, deflagrada com apoio da Delegacia de General Carneiro e Polícia Militar, resultou em dois homens presos e na apreensão de vários objetos utilizados para abate clandestino de gado. Os suspeitos, N.R.K. e V.V.A., foram autuados em flagrante por furto qualificado (abigeato) e associação criminosa.

As diligências iniciaram depois da comunicação do furto ocorrido na madrugada de segunda-feira (21.10), na Fazenda Agropecuária de Barra do Garças SA. Na ocasião, os autores usaram um veículo tipo caminhão para o transporte dos animais.

Durante investigação, os dois autores do furto foram identificados pela Polícia Civil, e o rebanho confinado localizado em uma propriedade rural da região, Fazenda Jatobá.

No local, foram encontrados vários objetos usados para abate de gado, além de materiais, como machado, travessa, gancho, talha, balança de varão para pesagem de bovinos abatidas, indicando a existência de um frigorífico clandestino na propriedade.

Os suspeitos, N.R.K. e V.V.A., foram conduzidos para Derf de Barra do Garças, e durante interrogatório assumiram a autoria do crime. Eles foram autuados em flagrante por furto qualificado (abigeato) e associação criminosa. Em seguida ambos foram apresentados para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

A equipe da Derf de Barra do Garças, coordenada pelo delegado Nelder Pereira Martins, continua com as diligências investigativas para identificar outras possíveis pessoas envolvidas no crime.

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Advogado, oficial da PM e estagiário são presos por roubo de avião

Publicado

A aeronave foi roubada em abril e caiu em uma área de mata

Oito ordens judiciais, sendo três mandados de prisão e cinco de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos pela Polícia Civil, nessa quarta-feira (27), durante ação para esclarecer o furto de aeronave furto da aeronave Cessna Aircraft 182, ocorrido em Matupá (695 km ao Norte de Cuiabá).

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Cuiabá e Matupá e resultaram na prisão de mais três pessoas suspeitas de envolvimento no crime. As diligências fazem parte das investigações conduzidas pela Delegacia de Matupá em parceria com as Delegacias Regional e Municipal de Guarantã Norte.

Entre os alvos presos em razão dos mandados judiciais, estavam um advogado e um estagiário do escritório de advocacia no município de Matupá e um oficial da Polícia Militar.

As investigações estão em andamento e devem continuar mais alguns dias para identificação de outros envolvidos no crime.

Furto e queda da aeronave

O furto da aeronave ocorreu no dia 21 de abril, no aeroporto na zona rural de Matupá. Inicialmente, foi verificado o furto de combustível, sendo observadas algumas mangueiras cortadas, porém, em seguida foi constatado o furto do avião que estava estacionado próximo ao escritório. Para praticar o furto, os criminosos cortaram o cadeado que segurava as hélices do avião.

A aeronave foi localizada após a queda em uma área de mata de menos de 5 mil hectares, entre os municípios de Terra Nova do Norte e Nova Guarita. O avião ficou danificado e caiu com o trem de pouso virado para cima.

As buscas pela aeronave contaram com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Sorriso. Durante os trabalhos, também foram localizados pertences da vítima que estavam no avião no momento do furto e também camisetas e uma corda utilizadas pelos envolvidos no crime.

 

 

Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre mandados e prende mais três suspeitos de furto de aeronave em Matupá

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

Oito ordens judiciais, sendo três mandados de prisão e cinco de busca e apreensão domiciliar foram cumpridos pela Polícia Civil, nesta quarta-feira (27.05), durante ação para esclarecer o furto de aeronave furto da aeronave Cessna Aircraft 182, ocorrido em Matupá (695 km ao Norte de Cuiabá).

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Cuiabá e Matupá e resultaram na prisão de mais três pessoas suspeitas de envolvimento no crime. As diligências fazem parte das investigações conduzidas pela Delegacia de Matupá em parceria com as Delegacias Regional e Municipal de Guarantã Norte.

Entre os alvos presos em razão dos mandados judiciais, estavam um advogado e um estagiário do escritório de advocacia no município de Matupá e um oficial da Polícia Militar.

As investigações estão em andamento e devem continuar mais alguns dias para identificação de outros envolvidos no crime.

Furto e queda da aeronave

O furto da aeronave ocorreu no dia 21 de abril, no aeroporto na zona rural de Matupá. Inicialmente, foi verificado o furto de combustível, sendo observadas algumas mangueiras cortadas, porém, em seguida foi constatado o furto do avião que estava estacionado próximo ao escritório. Para praticar o furto, os criminosos cortaram o cadeado que segurava as hélices do avião.

A aeronave foi localizada após a queda em uma área de mata de menos de 5 mil hectares, entre os municípios de Terra Nova do Norte e Nova Guarita. O avião ficou danificado e caiu com o trem de pouso virado para cima.

As buscas pela aeronave contaram com apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) de Sorriso. Durante os trabalhos, também foram localizados pertences da vítima que estavam no avião no momento do furto e também camisetas e uma corda utilizadas pelos envolvidos no crim

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana