conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil recebe equipamentos de informática em parceria com Ministério Público

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil recebeu nesta quarta-feira (16.10) a doação de equipamentos de informática do Ministério Público Estadual. O termo de doação foi assinado pelo procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, pelo delegado-geral da Polícia Civil, Mário Dermeval de Resende e pela diretora de Execução Estratégica da PJC, Daniela Silveira Maidel.

Foram entregues 37 computadores completos, 38 CPUs, 25 impressoras e 212 nobreaks. Os equipamentos serão destinados às delegacias do interior do estado para reforçar o trabalho desenvolvido pelas equipes policiais.

“Esses computadores vêm em boa hora, pois a Polícia Civil já estava com seu estoque quase zerado em relação à quantidade de computadores. Esses equipamentos são cruciais para que os trabalhos ocorram da melhor forma”, destacou o delegado-geral da Polícia Civil.

O procurador-geral de Justiça também falou sobre a importância da parceria. “Sabemos das demandas das delegacias. Esses equipamentos vão ajudar no trabalho de investigação que, ao final do inquérito, segue para o Ministério Público verificar se oferece ou não a denúncia”, destacou.

Leia Também:  PRF Mato Grosso lança a 16ª edição do Fetran

Os computadores doados eram utilizados pela Procuradoria-Geral de Justiça e Promotorias do interior. Todos os equipamentos estão em boas condições de uso.

Com informações da Assessoria MPE-MT

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Operação cumpre 16 mandados contra alvos suspeitos de roubos a propriedades agrícolas

Publicado

Assessoria/PJC-MT

Uma operação da Polícia Judiciária Civil, com apoio do Ministério Público Estadual e forças de segurança do estado, foi deflagrada nesta segunda-feira (11.11) para cumprimento de mandados de prisões e de buscas e apreensões contra suspeitos envolvidos em roubos a propriedades rurais, com foco especial na subtração de veículos e insumos agrícolas, em cidades de Mato Grosso. A operação Camuflagem II, coordenada pela Polícia Civil de Sorriso, teve mandados cumpridos nos municípios de Sorriso, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, São José do Rio Claro, Sinop, Paranatinga e Cuiabá.

A operação é resultado da atuação integrada do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) de Sorriso, Polícia Militar, Grupo de Combate ao Crime Organizado (GCCO) da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Ciopaer.

Nove pessoas tiveram mandados de prisão preventiva cumpridos, deferidos pela Comarca da Justiça de Sorriso.

Foram apreendidos materiais utilizados pelo grupo criminoso, como armamento, munições, roupas camufladas semelhantes às usadas pelas forças armadas e equipamentos de vigilância para praticar roubos a propriedades agrícolas. Também foram apreendidos defensivos agrícolas, computadores e diversas anotações.

Leia Também:  PRF Mato Grosso lança a 16ª edição do Fetran

De acordo com o delegado André Eduardo Ribeiro, que coordena a operação, foram cumpridos 16 mandados de prisões e de buscas, sendo a maioria deles em Sorriso. “O grupo criminoso utilizava-se desses equipamentos apreendidos, roupas camufladas, para facilitar a movimentação e praticar os roubos nas fazendas, especialmente de camionetes e defensivos agrícolas”.

O material apreendido ainda será contabilizado pela Polícia Civil.

Todos os presos na operação serão encaminhados à audiência de custódia e permanecerão à disposição da justiça.

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Policial

Polícia Civil cumpre mandados de prisões contra acusados de estupro e roubo qualificado

Publicado

Assessoria/PJC-MT

A Polícia Civil, por meio da atuação da Gerência Estadual de Polinter e Capturas (Gepol), cumpriu na última semana dois mandados de prisões contra acusados de crimes como estupro de vulnerável e roubo qualificado.

Na quinta-feira (07.11), os policiais prenderam F.A., 34 anos, no bairro Nova Esperança, em Várzea Grande, suspeito de cometer crime de estupro contra uma criança de sete anos. O homem tinha relação de amizade com a família da vítima e teria cometido o crime quando ficou a sós com a criança. A mãe percebeu o ocorrido e comunicou a polícia sobre fato, que instaurou inquérito para apurar o crime.

O homem foi encaminhado para a Polinter e depois foi apresentado em audiência de custódia.

No dia 05 de novembro, após diligências das equipes da Polinter, foi localizado e dado cumprimento ao mandado de prisão expedido pela Justiça contra A.L.B., 20 anos, condenado pela prática de roubo qualificado. O rapaz foi preso em sua residência no bairro Alameda, também em Várzea Grande. Ele foi condenado por um roubo ocorrido em uma loja no centro de Cuiabá, onde mediante ameaça e uso de arma de fogo foram levados do local celulares, joias e acessórios de cabeleireiro, entre outros objetos da Casa das Perucas.

Leia Também:  MT registra 70 ataques a agências bancárias em noves meses; Cuiabá é a mais visada pelos criminosos

Depois de cumprida a ordem de prisão, o rapaz foi encaminhado para audiência de custódia e ficará à disposição da justiça.

Fonte: PJC MT
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana