conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil realiza 3º Curso Básico de Atendimento Pré-Hospitalar

Publicado

 Assessoria | PJC-MT

A Polícia Judiciária Civil realizou o 3º Curso Básico de Atendimento Pré-Hospitalar (CBAPH), na quarta e quinta-feira (08 e 09.05). A capacitação com carga horária de 16 horas/aula aconteceu na Academia de Polícia Judiciária Civil (Acadepol), em Cuiabá.  

Nessa edição, 17 policiais civis, uma policial militar e uma assistente social concluíram o curso. A primeira edição foi realizada em março para 10 policiais. Já na segunda edição, ocorrida em abril, 21 policiais finalizaram a capacitação.

O curso foi ministrado pelos policiais civis e instrutores Ojier Augusto Castro de Almeida, Joelson da Costa Almeida e Heleno da Silva Souza.

Conforme o investigador Ojier Augusto, a ideia é difundir o curso básico de atendimento pré-hospitalar para todas as unidades da Polícia Civil no Estado, iniciando pela região de Cuiabá e Várzea Grande, com viés voltado para atendimento ao policial.

“Estamos trabalhando o suporte básico da vida, com protocolo atualizado em 2017 que inclui o X no ABCDE do trauma, onde o X é verificado o sangramento e depois segue todo o ABCDE do trauma, padronizado pela Escola Americano de Cirurgiões, a qual é responsável por normatizar mundialmente o atendimento pré-hospitalar e procedimentos sequenciados visando prestar um bom atendimento as vítimas de trauma e vítima de clínicas”, explicou o policial civil Ojier.

O policial civil destacou ainda que este foi o último curso com 16h/a e no próximo, a ser realizado no mês de junho, serão três dias de capacitação, totalizando 24 horas/aula. O curso é homologado e certificado pela Acadepol.  

As aulas abordaram desde a análise primária subjetiva até a objetiva, que é o atendimento propriamente dito, iniciando pela parte clínica, desde mal súbitos, tonturas, desmaios, evoluindo para parada respiratória, cardiorrespiratória, trazendo sempre um estudo no mais real possível, que vai da verificação de hemorragias grandes, depois vias aéreas, respiração, circulação através do pulso, estado neurológico verificando as pupilas e na sequencie a posição da vítima.

Ainda durante o curso os alunos receberam instruções sobre a parte clínica (simples) e posteriormente a parte traumática (complexa), que começa com pequenos ferimentos até chegar à perfuração por arma de fogo, que é um dos pontos principais. 

Na ocasião também foi falado a respeito da proteção balística, sobre o uso e aplicação do torniquete (equipamento utilizado para estancar hemorragia dos membros inferiores e superiores), finalizando com grandes traumas (fêmur ou bacia), como se mobiliza essa fratura, como se faz a condução dessa vítima ate uma prancha, entre outros informes.

Na terceira edição participaram do curso policiais civis da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá (DEDM), da Academia de Polícia (Acadepol), da Coordenadoria de Polícia Comunitária, da Diretoria de Execução Estratégica (DEE) e da Secretaria Adjunta de Inteligência  da Segurança Pública (SESP).

 

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Policial

Polícia Civil prende homem que matou mulher encontrada em veículo em Alta Floresta

Publicado

O homem identificado como autor do feminicídio de uma mulher encontrada morta dentro de um veículo na manhã desta quinta-feira (19.05) no município de Alta Floresta (803 km ao norte de Cuiabá) foi preso em flagrante pela Polícia Civil poucas horas depois do crime. A motivação do crime seria uma dívida de drogas.

Após ser identificado, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Alta Floresta, onde foi autuado em flagrante pelos crimes de feminicídio, tentativa de destruição de cadáver e fraude processual (uma vez que tentou alterar a cena do crime).

O corpo da vítima, Aniely Alves de Souza, de 29 anos, foi localizado por volta de 08h50, parcialmente queimado, no interior de um veículo Toyota Corolla, estacionado na região central de Alta Floresta.

Assim que foi acionada dos fatos, a equipe da Polícia Civil esteve no local, e durante os trabalhos uma das equipes verificou câmeras de segurança da região, identificando o momento em que a mulher chegou no veículo, estacionou em frente a uma residência e entrou pelo portão, enquanto outra pessoa ficou aguardando do lado de fora.

Em continuidade as diligências, os policiais entrevistaram o morador da casa que o veículo estava estacionado na frente, que durante a conversa apresentou bastante nervosismo ao responder as perguntas, apresentando diversas contradições.

Durante os questionamentos das informações apresentadas, o suspeito decidiu confessar o crime, revelando que matou a vítima com uma faca de serra em decorrência de uma dívida de drogas que ele tinha com ela.

Após a vítima cair no chão, o suspeito a colocou dentro do veículo e ateou fogo no corpo, que só não queimou tudo, pelo fato das portas terem sido fechadas evitando a entrada de oxigênio, extinguindo as chamas.

Diante das evidências, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Alta Floresta e após ser formalmente interrogado pelo delegado Thiago Marques Berger foi autuado em flagrante pelos crimes de feminicídio, tentativa de destruição de cadáver e fraude processual.

“A perícia preliminar realizada pela Politec apontou o uso de arma perfuro cortante na execução do crime, o que corrobora com a narrativa do suspeito, que foi preso em flagrante graças a rápida atuação da Polícia Civil na apuração dos fatos”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil participa de eventos de combate ao abuso e a exploração sexual infantil em Água Boa

Publicado

A Polícia Civil do município de Água Boa, região leste do Estado, participou nesta semana da campanha “Maio Laranja”, promovida pela Prefeitura de Água Boa, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social.

São parceiros da ação social o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS,), o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), o Conselho Municipal de Direitos da Mulher, o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente e o Conselho Tutelar.

O trabalho preventiva e integrado faz parte da programação, visando a prevenção e a conscientização da sociedade, acerca dos crimes de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes.

No domingo (15.05) os policiais civis estiveram presentes no encontro de “pit stop” onde foram feitas adesivagens de veículos e distribuição de cartilhas orientativas.

Já na quarta-feira (18.05) foram realizadas palestras sobre a temática, ministradas pelo delegado Matheus Soares Augusto e pela psicóloga Polyana Borhz Giacomolli.

Conforme o delegado Matheus Soares Augusto, a idéia é dar continuidade com ações e realizá-las em escolas na zona urbana, rural e nas aldeias da região de Água Boa.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana