conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende trio envolvido em vários crimes e fecha desmanche em Nova Xavantina

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um ponto de desmanche de veículo foi desarticulado e três homens foram presos, pela Polícia Judiciária Civil, na última quarta-feira (07.08), no município de Nova Xavantina (645 km a Leste),

A ação integrada das equipes de Nova Xavantina, Água Boa e Canarana, resultou também na apreensão de uma caminhonete carregada de produtos furtados, bem como no cumprimento de um mandado de prisão preventiva.

Os suspeitos, W.P.L. de 44 anos, conhecido como “Jacaré”, G.O.S.  30, e M.M. S.  21, foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa, furto qualificado, adulteração de sinal de veículo automotor e porte ilegal de arma de fogo e munições.

Em desfavor de W.P.L. também foi identificado uma ordem judicial de prisão preventiva em aberto, expedida pela Comarca de Ponta Porã (MS), pelo crime de tráfico de drogas.

Os indivíduos são apontados como autores de vários crimes cometidos em Nova Xavantina e Água Boa. Segundo apurado, os diversos furtos cometidos pela quadrilha eram praticados mediante arrombamentos, tendo como alvos residências, estabelecimentos comerciais, oficinas e galpões.

Durante diligências para apurar a subtração de máquinas e ferramentas em Nova Xavantina, os policiais civis lograram êxito em identificar os três suspeitos como envolvidos nos crimes.

Leia Também:  Polícia Civil prende suspeito de abusar de criança de 3 anos em Colíder

Conforme investigação, “Jacaré” estava novamente residindo em Nova Xavantina, e dessa vez, acompanhada dos comparsas G. O. S. e M. M. S., ambos do Estado do Pará.  O trio passava o dia em uma residência, e no período noturno saía para realizar os furtos.

De posse das informações, os policiais civis passaram a monitorar as proximidades da casa dos suspeitos, quando avistaram saído do imóvel sentido cidade de Água Boa, uma caminhonete F-1000 transportando na carroceria uma motocicleta sem placa, um compressor profissional e outras diferentes ferramentas.

Diante dos fatos, foi feito acompanhamento do veículo até a Rodovia BR 158, nas adjacências do Assentamento Banco da Terra, onde foi realizada abordagem da caminhonete com os três ocupantes.

Em ato contínuo, a equipe retornou no imóvel do suspeito, onde foi apreendida uma expressiva quantidade de objetos furtados, como três freezers verticais, bancada de mecânico, botijão de gás, ferramentas, entre outros itens.

O trabalho operacional contou com apoio dos policiais civis de Água Boa e Canarana, resultando na localizam de um ponto utilizado para desmanche de veículos e depósito de produtos furtados. No local, também foi apreendida uma arma de fogo, calibre 22 e várias munições, além de uma motocicleta com registro de furto ocorrido na cidade de Canarana.

Leia Também:  Polícia prende dois acusados de envolvimento na morte de ex-presidiário em VG

Diante do flagrante, os suspeitos foram conduzidos para delegacia, interrogados e autuados por associação criminosa, furto qualificado, adulteração de sinal de veículo automotor e porte ilegal de arma de fogo e munições.

Após a confecção dos autos, o trio foi encaminhado até a Penitenciária Major Zuzi Alves da Silva, permanecendo à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Preso PM suspeito de tentativas de assaltos e atirar contra investigadores na região sul

Publicado

Preso por policiais militares na noite desta sexta-feira (23), por volta das 23h, logo depois de tentar assaltar e atirar diversas vezes na direção de um investigador da Polícia Civil, o suspeito C.E.B, de 25 anos, já foi reconhecido como autor de mais dois assaltos ocorridos em Cuiabá.
Na noite de ontem, ele tentou cometer o mesmo crime atacando o investigador no momento em que a vítima chegava na casa da sogra, em um bairro na região do Coxipó. Ele agiu na companhia de um outro homem, cada um em uma motocicleta.
O policial reagiu, atirou contra os dois assaltantes. A dupla abandonou as motos e fugiu a pé. Baleado na perna, C.E.B. acabou preso logo depois por uma equipe da 2ª Companhia de Polícia Militar do bairro Parque Cuiabá em um bairro da mesma região, o Altos do São Gonçalo.
Os policiais militares checaram as placas das duas motocicletas. Uma, a Honda CG 160, apontou adulteração e a descoberta da numeração original apontou para queixa de roubo.
Até agora o suspeito já foi reconhecido como um dos autores do roubo sofrido por uma policial militar, soldado, no 30 de junho deste ano. Também seria o autor do roubo a uma farmácia da Avenida Fernando Corrêa, no Coxipó, que aconteceu na semana passada, no dia 17.
O preso está internado no Pronto Socorro Municipal sob custódia da polícia e deve ser autuado em flagrante por tentativa de roubo e de homicídio e indiciado por outros crimes como porte de arma de fogo, furtos, entre outros.
CORREGEDORIA
A Polícia Militar informa que equipes da Corregedoria acompanharam o cumprimento do mandado de prisão e estão contribuindo com todas as ações necessárias ao esclarecimento das denúncias.
No âmbito militar, a Corregedoria já está apurando, reunindo dados e informações para instaurar procedimentos para investigar a conduta do policial.

Leia Também:  Polícia Civil incinera 650 quilos de entorpecentes em Rondonópolis

Continue lendo

Policial

Deletran alerta para o compartilhamento de notícia falsa referente a fiscalização

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Uma notícia que está circulando nos últimos dias nas redes sociais não condiz com os procedimentos adotados pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), da Polícia Civil, em relação a fiscalização Lei Seca. O artigo de opinião publicado em um site de notícia é do ano de 2016, e foi replicando passando a impressão de que os policiais foram autorizados a realizar flagrante de pessoas que estão em bares consumindo bebidas alcoólicas.

O delegado titular da Deletran, Christian Alessandro Cabral, alertou que o texto do artigo não corresponde aos procedimentos adotados pela Delegacia, apesar da técnica ser legal e usada em algumas localidades do País. O modelo de abordagem é considerado inadequado por direcionar as ações e pela imparcialidade nos atos.

“O propósito da fiscalização da Deletran é a imparcialidade e impessoalidade, fazendo com que todos, absolutamente todos, independente da classe social, econômica  e cultural, fiquem sujeitos aos rigores da lei”, afirmou.

Fonte: PJC MT
Leia Também:  Polícia Civil prende homem por tráfico de drogas em Colíder
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana