conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende suspeitos de grupo criminoso que atua em roubos a propriedades ruais

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois homens, integrantes de um grupo criminoso autor de ao menos seis roubos em propriedades rurais de Rosário Oeste (128 km ao norte de Cuiabá) e Jangada (80 km ao norte de Cuiabá), foram presos pela Polícia Judiciária Civil nesta quarta-feira (12.02).

Os presos de 21 e 34 anos, todos com extensas fichas criminais, foram detidos em cumprimentos a mandados de prisões. Eles foram identificados durante investigações da Delegacia da Polícia Civil de Rosário Oeste, realizadas para esclarecer uma série de roubos cometidos a fazendas da região.

Os envolvidos tiveram as ordens judiciais de prisões preventivas representadas pela Polícia Civil e deferidas pela Justiça e são suspeitos da prática de roubo majorado, com emprego de arma de fogo e restrição de liberdade da vítima, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Um dos crimes ocorreu no mês de setembro de 2019, em uma chácara na localidade “Barranco Alto”, quando três vítimas foram surpreendidas por homens armados e mediante violência e grave ameaças roubaram um veículo Fiat Toro, uma pistola Taurus calibre 380 registrada, 30 munições, aparelhos celulares e outros produtos.

Outro crime foi em uma fazenda próxima à praça de pedágio da BR-163, no município de Jangada. Na ocasião, homens armados invadiram a sede da propriedade e renderam quatro vítimas. Do local foram levados diversos objetos e um automóvel.

Poucos dias depois, outro roubo foi registrado no centro da cidade de Rosário Oeste. A vítima foi abordada quando entrava em um veículo Fiat Toro, porém, conseguiu acelerar o automóvel fugindo rapidamente. A ação foi captada por câmeras de segurança das proximidades.

Conforme o delegado de Rosário Oeste, Henrique Trevizan, nos últimos meses, a região, especialmente a área rural, registrou diversos roubos praticados com o mesmo modus operandi, em que os criminosos, portando armas de fogo, invadiram casas das vítimas e mediante ameaças, humilhações e violências, com restrição de  liberdade, vasculharam as propriedades buscando objetos de valor e se evadem levando produtos e principalmente veículos.

“As investigações apontam contra os integrantes do grupo criminoso e perigoso, robusto conjunto de elementos probatórios indicando autoria de ao menos, três crimes de roubos majorados. Os suspeitos possuem gravíssimos antecedentes, como homicídio, roubo, tráfico de drogas, receptação, entre outros. Sendo assim a necessidade em efetuar a prisão dos investigados, visando dar resposta a sociedade além de manter a segurança e ordem pública na região”, destacou Henrique Trevizan.

Os dois suspeitos presos foram autuados por roubo majorado com concurso de pessoas e restrição de liberdade e associação criminosa.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PRF apreende 37.000 kg de adubo ilegal em Rondonópolis/MT

Publicado


.

Fiscais do MAPA colaboraram com a ocorrência

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio de uma equipe do Ministério da Agricultura Planejamento e Abastecimento (MAPA), apreendeu uma carga de adubo sendo comercializada ilegalmente, em Rondonópolis.

Na manhã desta quinta-feira (17), a equipe PRF abordou o caminhão Scania/G 420 A4X2, de cor vermelha e placas de Rondonópolis, ao qual estavam acoplados dois semirreboques. O veículo foi abordado após o condutor, de 38 anos, efetuar um retorno proibido, no Km 208, da BR-364.

O condutor apresentou a documentação da carga, que segundo a Nota Fiscal, seria de varredura de adubo. Ao verificar a carga, os PRFs desconfiaram que a carga transportada não seria a descrita na documentação fiscal. A carga nos semirreboques estava acondicionada em bags e aparentemente não estava contaminada. Varredura de adubo apresenta contaminação por diversas substâncias e geralmente é transportada a granel.

O veículo foi conduzido até a Unidade Operacional da PRF, onde se encontravam os fiscais do MAPA que recolheram uma amostra do produto para análise. Através de consulta aos sistemas, foi constatado que a empresa que estava vendendo a mercadoria não possui registro de estabelecimento produtor, portanto não pode comercializar esse tipo de produto.

Diante das circunstâncias, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Civil, em Rondonópolis.

SECOM PRF MT
e-mail: [email protected]
Instagram: @prf_mt
Para emergências e denúncias, ligue 191

Fonte: PRF MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil prende homem por receptação de caminhão e semirreboque roubados

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um caminhão tipo carreta com semirreboque roubados foram recuperados pela Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (16.09), durante investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. Um homem, de 34 anos, que estava em posse dos veículos foi preso em flagrante pelos crimes de receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

Os policiais civis foram acionados via Ciosp para averiguar um caminhão Scania popularmente conhecido como “cavalo” e uma carreta com câmara fria, produtos de roubo majorado ocorrido no dia 15 de setembro, na cidade de Campo Verde.

De imediato a equipe da Derf-Cuiabá foi até o local no Distrito Industrial, região do bairro Pascoal Ramos, onde surpreenderam o suspeito em posse dos veículos que já estavam com as placas adulteradas. 

Em seguida, os investigadores deslocaram-se até o endereço do suspeito no bairro Pedra 90, e localizaram mais uma carreta possivelmente produto de origem ilícita em razão desse veículo apresentar visíveis sinais de adulteração. 

Diante do flagrante o suspeito foi conduzido para a Derf-Cuiabá, interrogado e autuado por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo automotor. Em checagem no sistema foi verificado que ele contumaz na prática desses crimes.

Após a confecção dos autos, o preso foi encaminhado para uma unidade prisional na Capital, ficando à disposição da Justiça. 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana