conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende suspeito e recupera 9 cabeças de gado furtadas em Colíder

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Nove cabeças de gado furtadas no último domingo (21.07), em Colíder (675 km ao Norte) foram recuperadas pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (25.07), durante diligências na zona rural do município. A ação resultou na prisão em flagrante de Leonardo dos Santos, o “Gordinho”, pela prática de abigeato (furto de animais).

O crime ocorreu na madrugada de domingo (21), em uma fazenda, na Comunidade Santa Barbara, zona rural de Colíder, ocasião em que foram furtadas 20 novilhas da raça Angus. Desde o registro da ocorrência, a equipe de investigadores da Delegacia de Colíder realizava diligências ininterruptas com objetivo de esclarecer o crime.

Durante o trabalho investigativo, os policiais receberam informações de que alguns dos animais furtados estavam no sítio do suspeito, sendo encontrado na propriedade 9 cabeças de gado, produto do furto investigado. No local, também foi encontrado um caminhão, de cor vermelha, possivelmente utilizado para fazer o transporte do gado.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido a Delegacia de Colíder, onde interrogado pelo delegado Ruy Guilherme Peral da Silva, confessou a atuação no furto. Leonardo também é investigado por crime de roubo qualificado, ocorrido no ano de 2017, no município. Com base em todos os indícios, o delegado lavrou a prisão em flagrante do suspeito, assim como representou ao poder judiciário pela conversão da prisão em flagrante em preventiva.

Na quarta-feira (24), o suspeito Luiz Carlos da Silva, conhecido como “Biró ou Birózinho”, que trabalhava na fazenda de Leonardo teve dois mandados de prisão cumpridos (um por condenação e outro por preventiva) acusado da atuação em diferentes crimes. Ele também é investigado pela participação no furto dos gados.

“As diligências estão em andamento para identificar a participação de outros envolvidos, assim como do suspeito ‘Biró’ que era funcionário de Leonardo, no crime”, destacou o delegado.

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

Operação ‘Comando da Lei’ cumpre ordens judiciais contra suspeitos de executarem vítima na frente de mãe em Cuiabá

Publicado


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), deflagrou na manhã desta terça-feira (07.12), mais uma fase da operação “Comando da Lei”, para cumprimento de dois mandados de busca e apreensão domiciliar relacionado à investigação de um homicídio na Capital cometido por integrantes de uma facção criminosa.

Os envolvidos identificados também estão com mandados de prisão decretados por homicídio qualificado pelo motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima, porém não foram localizados e são considerados foragidos.  

As ordens judiciais foram decretadas pela Justiça com base em investigações desenvolvidas pelo núcleo de repressão aos homicídios praticados por integrantes de organização criminosas da DHPP que identificaram o envolvimento dos alvos na morte de Rogério Pinheiro de Paula, de 33 anos.

O crime ocorreu no dia 18 de setembro no bairro Cohab São Gonçalo em Cuiabá e teria sido motivado por desentendimentos entre a vítima e membros da facção.

No dia dos fatos, a vítima foi agredida pelos suspeitos com pedaços de pau e supostamente por uma enxada em frente a sua residência, ocasião em que conseguiu se desvencilhar das agressões, dando uma facada em um dos agressores e em seguida fugindo para casa dos pais.

Os criminosos seguiram a vítima que foi contida na residência e cruelmente executada com três disparos de arma de fogo em frente a sua mãe, que chegou a implorar para que os suspeitos não matassem seu filho.

Durante a execução, enquanto um dos suspeitos efetuava os três disparos que atingiram a vítima no abdômen, pescoço e cabeça, o outro filmava toda a ação criminosa. Após os fatos, os suspeitos fugiram do local em uma caminhonete Toyota Hilux.

Segundo o delegado responsável pelas investigações, Caio Fernando Alvares Albuquerque, o caso retrata mais um homicídio fruto do “tribunal do crime”, em que integrantes de uma organização criminosa julgam e decidem pela morte da vítima, pelo simples fato de entender que houve descumprimento de regras impostas.

“Após ser espancada com pedaços de pau, a vítima ainda foi perseguida até a casa da sua mãe e friamente executada com projeteis de arma de fogo. Como amostra do ‘prêmio’, o comparsa filma toda a ação em seu celular. Ao final, o executor se vangloriou do seu ato dizendo ‘já fiz o serviço’”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Policial

Polícia Civil ministra palestra no Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais uma palestra com o tema “Papo De Homem Para Homem”, inserida no projeto social desenvolvido pela Polícia Civil, por meio da Coordenadoria de Polícia Comunitária, foi ministrada no município de Água Boa (730 km a leste de Cuiabá).

A apresentação direcionada para o público masculino, foi realizada na tarde de segunda-feira (06.12), para os reeducandos da Penitenciária Major PM Zuzi Alves da Silva.

Durante o encontro na unidade prisional, o investigador de polícia Nilton Cesar Cardoso, discorreu sobre o assunto, visando fortalecer o enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana