conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende mais um foragido da operação Camaleão

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais um foragido da Justiça do Estado de São Paulo foi preso pela Polícia Civil de Mato Grosso, no final da tarde de sexta-feira (28/08) na Capital, em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Cuiabá. 

Com mandado de prisão temporária decretado pelo juízo da Comarca de São José do Rio Preto (SP) o suspeito de 33 anos foi  localizado pelos policiais civis no bairro Parque Georgia, em Cuiabá. 

A prisão está inserida na operação “Camaleão” deflagrada pela equipe do 1º Distrito Policial de São José do Rio Preto, e contou com apoio dos policiais civis da Derf-Cuiabá, visando desarticular uma organização criminosa especializada em crimes de estelionato, sendo os golpes cometidos por meio da internet.  

Conforme apuração, os envolvidos “arrecadavam” por semana cerca de R$ 200 mil aplicando golpes nas vítimas. Diante dos indícios, os mandados de busca e de prisão foram expedidos pela 2ª Vara Criminal da Comarca de São José do Rio Preto.

Ao ser abordado o suspeito assumiu que sua tarefa era de arrumar as contas bancárias para receber os valor indevidos. Ele também informou ter a função de “disciplina” dentro da organização criminosa.

Após cumprimento da ordem judicial de prisão o preso encaminhado para uma unidade prisional da Comarca de Várzea Grande, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

publicidade
Clique para comentar

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policial

PM prende suspeitos de sequestrar e matar ex-jogador de futebol

Publicado

A Polícia Militar do 11º Batalhão prendeu dois homens de 30 e 21 anos por sequestro e homicídio da vítima identificada como William Sant’Ana de 21 anos, na última sexta-feira (17), em Sinop. Ele era ex-jogador de futebol e os suspeitos confessaram que participaram do crime e informaram onde haviam ocultado o corpo da vítima.

A ação contou com o apoio de policiais do Grupo Raio, do GAP (Grupo de Apoio) e da Agência Regional de Inteligência (ARI). Segundo o boletim de ocorrência, após a Polícia Militar solicitar análise local de uma tornozeleira eletrônica à ARI, foi verificado que o homem de 30 anos esteve na hora e no local do crime. Diante das informações, os policiais iniciaram patrulhamento pelo bairro Boa Esperança, em Sinop, e localizaram o primeiro suspeito.

Durante a abordagem, o suspeito confessou o crime e contou que a vítima teria praticado um crime de estupro e que durante o sequestro, dentro do carro, a quadrilha havia feito vídeochamada por celular mostrando a vítima para integrantes de uma organização criminosa. O suspeito contou ainda que ficou no carro, enquanto a vítima era executada e que chegou a ouvir dois disparos de arma de fogo.

O suspeito indicou para a PM o local que onde haviam escondido o corpo da vítima, uma mata de difícil acesso, às margens do Rio 15. Os policiais fizeram o isolamento da área e acionaram a Polícia Judiciária Civil.  O homem já preso pela PM informou ainda o envolvimento de um outro indivíduo, de 19 anos, que foi localizado no bairro Boa Esperança pela guarnição do RAIO.

O comparsa confirmou os fatos narrados pelo primeiro suspeito preso. Os dois homens foram encaminhados para a Delegacia. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Continue lendo

Policial

Policiais civis participam de curso para manuseio de Drone ministrado pelo Sindicato Rural de Canarana

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

 

Durante uma semana de qualificação, dezoito policiais civis lotados na Delegacia Regional de Água Boa (730 km a leste de Cuiabá) participaram do curso de “Treinamento de Operação de Aeronave Remotamente Pilotada – Drone”, promovido pelo Sindicato Rural do município de Canarana (823 km a leste da Capital).

O curso dividido em duas turmas iniciou na segunda-feira (13.09) e encerrou no sábado (18.09), com a participação de 30 profissionais da segurança pública, entre policiais civis, militares, penais, bombeiros militares e peritos.

 

Foram ministradas aulas teóricas e práticas, e ao final os alunos receberam o Certificado emitido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-MT). 

Além dos servidores da região de Água Boa, dois policiais civis da Delegacia Regional de Barra do Garças também estiveram presentes no curso, que teve como principal objetivo o manuseio desta ferramenta de grande relevância para a modernização dos trabalhos policiais. 

 

Atualmente as diligências investigativas tem exigido cada vez mais o uso de novas tecnologias para o enfrentamento do crime organizado, sendo que o equipamento drone se encaixa nessas inovações tecnológicas. 

 

Fonte: PJC MT

Continue lendo

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana