conecte-se conosco


Policial

Polícia Civil prende homem por agredir filho, esposa e idosa

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Um homem suspeito de agredir fisicamente o filho, a esposa e uma idosa, foi preso pela Polícia Judiciária Civil do município de Nova Xavantina (645 km a Leste), na quinta-feira (04.07), em ação para cumprimento de mandado judicial.

O suspeito, Raimundo Reis de Souza Araújo, 35, estava com a ordem de prisão preventiva decretada pela Comarca local, por violência doméstica de crime lesão corporal no âmbito da Lei Maria da Penha. Ele é acusado de lesionar sua esposa e a tia, além de quebrar a clavícula do filho de apenas 1 ano de idade.

A ultima agressão ocorreu no dia 01 de julho, em uma casa no bairro Toneto. Na ocasião a Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência de um homem, transtornado e violento, que estava agredindo a esposa, uma idosa e uma criança.

No local a esposa contou que constantemente era agredida pelo marido. Ela apresentava lesão no olho esquerdo, o filho pequeno dela com o agressor também foi machucado na região da cabeça, ocasionando inchaço, bem como uma idosa que é tia da mulher, ao interferir também foi agredida por Raimundo, sofrendo lesão no braço esquerdo.

Leia Também:  Delegada regional e investigador são homenageados com título de cidadão carlindense

Foram realizadas rondas com intuito de localizar o suspeito. No entanto,  ele seguia  foragido.

Diante dos fatos, a Polícia Civil imediatamente instaurou inquérito policial para providências, vindo a representar pelo pedido de prisão do investigado, deferido pelo Poder Judiciário.

Com o mandado decretado, os policiais civis conseguiram localizar e prender Raimundo, na quinta-feira (04), em cumprimento judicial.

O preso foi conduzido à Delegacia de Polícia de Nova Xavantina, interrogado e encontra-se à disposição da Justiça.

 

Fonte: PJC MT
publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
  Subscribe  
Notify of

Policial

Jovem desaparece após desembarcar no aeroporto de Várzea Grande

Publicado

Thalina não entra em contato com a família desde o início da manhã de sábado

Uma jovem de 25 anos está desaparecida desde a manhã do último sábado (16) quando desembarcou no Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. Thalina Bento da Silva Oliveira mora em Vera, (486 km de Cuiabá) e retornava de Jericoacoara (CE), onde passou dez dias.

Segundo a mãe de Thalina, Aparecida Bento da Silva, a garota estava retornando de uma viagem de férias e logo que entrou no avião, avisou a família que retornava para Mato Grosso. Ela chegou a mandar fotos dela no aeroporto enquanto esperava o voo.

Ainda de acordo com a mãe, a última visualização da jovem no WhatsApp foi às 6h50. Após esse contato, Thalina não deu mais notícias e nem chegou na cidade dela. A jovem ainda tem uma filha pequena.

Até o momento, Aparecida recebeu informações de que a filha foi vista no aeroporto em Várzea Grande, mas depois disso não soube de mais nada. “Ela nunca ficou sem dar notícias. Ela mandava vídeos, conversava com a filhinha dela, mas nunca ficou tanto tempo sem dar notícias. A última mensagem que ela tinha me mandado, é que tinha chegado de viagem, depois não mandou mais notícias”, disse.

Leia Também:  Foragido da Justiça de Rondônia é preso em Cuiabá durante o “Viva Seu Bairro”

A família é de Rondônia e se mudou para Mato Grosso há três meses. Um boletim de ocorrência foi registrado segunda-feira (18), na Delegacia de Polícia Civil comunicando o desaparecimento.

Continue lendo

Policial

Polícia cumpre mandados de prisão contra suspeitos de matar e decapitar trabalhador em Cuiabá

Publicado

Um dos mandados já foi cumprido na manhã desta terça-feira [F- Arquivo]

A Polícia Civil cumpre quatro mandados de prisão e de busca e apreensão contra membros de uma facção criminosa na manhã desta terça-feira (19), em Cuiabá. Os alvos são suspeitos de assassinar e decapitar um trabalhador em fevereiro deste ano. De acordo com a Polícia Civil, um dos mandados já foi cumprido contra um suspeito de alta periculosidade. Os outros suspeitos, segundo a polícia, já foram identificados. Além disso, foram apreendidos celulares e porções de drogas.

A vítima foi assassinada em fevereiro deste ano por membros de uma facção criminosa. A suspeita é de que ele seria de uma facção rival, mas a informação não foi confirmada pela polícia. Na época do homicídio, familiares relataram que a vítima havia contado que estava sendo ameaçado por criminosos do Comando Vermelho que acreditavam que ele era membro do Primeiro Comando da Capital (PCC).

Nelson Wolfred Shug Neto, 35 anos, era de Campinas, interior de São Paulo e se mudou para Cuiabá para trabalhar em uma empresa de sinalização. Ele desapareceu em 15 de fevereiro deste ano e seu corpo foi encontrado decapitado no dia 8 de março, na região do bairro Cohab São Gonçalo, em Cuiabá.

Leia Também:  Polícias Civil e Militar prende autores de roubo de veículo de professora em Pedra Preta

Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

Política MT

Policial

Mato Grosso

Esportes

Entretenimento

Mais Lidas da Semana